Distribuição de Notas – 2ª fase – Ciências Biológicas

Questões
Geral
Grupo com
Desempenho
Inferior
Grupo com
Desempenho Intermediário
Grupo com
Desempenho Superior
Índice de
Facilidade
Índice de
Discriminação
Extremos da
Prova
NM
NM
IF
NM
IF
NM
IF
IF
ID
(0 a 4)
(0 a 4)
(0 a 1)
(0 a 4)
(0 a 1)
(0 a 4)
(0 a 1)
(0 a 1)
(0 a 1)
13
1.7
0.8
0.20
1.7
0.42
2.5
0.63
0.42
0.43
14
2.2
1.3
0.33
2.2
0.54
3.1
0.77
0.55
0.44
15
1.7
0.9
0.22
1.7
0.42
2.6
0.66
0.43
0.44
16
1.3
0.4
0.10
1.1
0.28
2.3
0.57
0.31
0.46
17
2.4
1.3
0.32
2.5
0.63
3.4
0.85
0.61
0.52
18
0.5
0.1
0.01
0.3
0.08
1.2
0.30
0.12
0.29
Mais difícil
19
2.1
0.9
0.23
2.2
0.56
3.1
0.78
0.53
0.55
Maior discriminação
20
3.0
2.4
0.59
3.0
0.76
3.5
0.87
0.74
0.28
Mais fácil e menor discriminação
21
1.6
0.6
0.15
1.6
0.39
2.7
0.68
0.40
0.53
22
1.5
0.5
0.11
1.5
0.38
2.5
0.61
0.37
0.50
23
2.1
1.1
0.28
2.1
0.51
3.0
0.75
0.51
0.47
24
2.4
1.5
0.36
2.4
0.60
3.4
0.84
0.60
0.48

A questão 20 foi a mais fácil e também a que menos discriminou os candidatos na prova de Biologia, com nota média 3,0 (correspondendo a IF igual a 0,74) e um índice de discriminação de 0,28. Já a mais difícil, foi a questão 18, em que os candidatos tiveram nota média de 0,5 ponto (IF igual a 0,12). A questão 19 foi a que mais selecionou os vestibulandos (ID igual a 0,55), ao abordar a proliferação de uma alga nos mares de Pequim, durante os Jogos Olímpicos.

Versão para impressão