Página Inicial


 

Geografia - Vestibular 2009

A prova de Geografia do Vestibular Unicamp tem por objetivo contribuir para selecionar os candidatos mais adequados ao perfil do aluno desejado por esta Universidade.  Para tanto, examinará a capacidade destes candidatos em analisar, compreender e interpretar o espaço geográfico a partir dos processos e das formas de produção, de estruturação e de organização do mesmo.

Para isso, irá avaliar se o aluno adquiriu no ensino médio os conhecimentos e as habilidades necessárias para localizar, interpretar, relacionar e analisar os fatos geográficos ou os fenômenos necessários para formar uma visão ampla e crítica sobre o mundo contemporâneo, indispensável para o exercício da cidadania.

As questões de Geografia da primeira fase versarão sobre os aspectos mais gerais do programa, numa interação com as demais disciplinas que compõem esta prova de conhecimentos gerais.  Na segunda fase, a prova exigirá as mesmas habilidades apresentadas acima, porém irá verificar a aprendizagem de conteúdos mais específicos da disciplina, conforme o programa aqui apresentado.

As provas privilegiarão uma visão integrada na abordagem da natureza e da sociedade, dado que o espaço geográfico é fruto desta interação.

A visão global da realidade, considerada importante, não deverá comprometer o conhecimento de seus aspectos mais específicos, que podem explicar as diferenciações regionais ou locais. Para tanto, espera-se que o candidato seja capaz de compreender a espacialização dos fenômenos e a partir da interpretação de textos, gráficos, tabelas, cartogramas e mapas, ou seja, que revele capacidade para utilizar os instrumentos que a geografia dispõe para compreender e interpretar o mundo.

Enfim, espera-se que o candidato demonstre capacidade de:

- Interpretar a época contemporânea situando-se concretamente diante dos problemas deste período histórico, a partir do entendimento dos processos sócio-espaciais e sócio-ambientais;
- Identificar os processos sociais e ambientais que orientam a dinâmica de produção e organização do espaço geográfico;
- Compreender o processo de ocupação e transformação do espaço geográfico como parte do processo de desenvolvimento da sociedade a partir das interferências realizadas na natureza, na paisagem, no lugar, na região, no território, no mundo;
- Compreender a sociedade a partir das intervenções realizadas por ela no espaço geográfico;
- Analisar o espaço geográfico como produto da ação humana sobre a natureza, identificando os principais agentes sociais envolvidos na dinâmica e na transformação do espaço geográfico;
- Compreender as interferências do desenvolvimento científico e tecnológico na produção e na organização do espaço geográfico, assim como na forma como a sociedade se relaciona com o mesmo;
- Compreender as peculiaridades e as diversidades do espaço geográfico, por meio do entendimento do modo de produção e das contradições sociais que os produzem;
- Explicar de forma integrada os processos sociais e naturais, na produção do espaço geográfico;
- Interpretar os fatos do cotidiano, relacionando-os com a dinâmica e as especificidades geográficas na qual se inserem;
- Explicar as diferenciações escalares e suas articulações no mundo moderno.

Com o objetivo de melhor orientar os estudos apresentamos o seguinte roteiro:

I. A produção do espaço mundial: as transformações na divisão sócio-espacial do trabalho e a atual regionalização do mundo

1. O espaço geográfico e sua representação cartográfica.
1.1.  As escalas cartográficas; as projeções cartográficas, as coordenadas geográficas e os fusos horários;
1.2.  As geotecnologias e o sensoriamento remoto na investigação do espaço geográfico.

2. A dinâmica do espaço geográfico no mundo contemporâneo
2.1. O desenvolvimento sócio-econômico e as transformações do espaço geográfico a partir das mudanças de significado (da importância) dos setores de atividades econômicas;
2.2. O processo de industrialização e a redefinição da atividade industrial na dinâmica sócio-espacial
2.2.1 A urbanização, a terceirização e as condições de vida na cidade;
2.3. A relação cidade-campo e as suas transformações;
2.3.1. A atividade agrária: persistência das atividades de subsistência e as atividades agro-pastoris mais avançadas;
2.3.2. As atividades extrativas: tradição e mudanças;
2.3.3. O processo de permanência, de exclusão ou de incorporação dos povos e economias tradicionais às economias modernas;
2.4. A natureza do poder internacional: o poder militar e a lógica do poder econômico;
2.5. A evolução das trocas internacionais e a especialização do comércio internacional;
2.6. Os atores internacionais: Estados, Empresas, Organizações Não Governamentais e Organismos multilaterais;
2.7. Os blocos econômicos e os blocos regionais.

3. As transformações do mundo contemporâneo:
3.1. O desenvolvimento tecnológico e as novas territorialidades, meios de transporte e comunicação;
3.1.1. A “globalização” da economia: as relações entre as escalas local, nacional e global;
3.2. As transformações políticas e as novas territorialidades;
3.2.1. As relações entre os diferentes grupos de países: as alianças e disputas entre as grandes potências;
3.2.2. Interdependência e desigualdade nas relações entre as grandes potências e os demais países;
3.2.3. Conflitos territoriais, religiosos e por recursos naturais contemporâneos.
3.3. As migrações internacionais – causas e conseqüências.

4. Sociedade e natureza no mundo contemporâneo:
4.1. O processo de desenvolvimento e transformação da natureza;
4.2. A dinâmica atmosférica, a zonalidade climática e os tipos de tempo associados;
4.3. O aquecimento climático global: mecanismos, processos e conseqüências sócio-ambientais;
4.4. A zonalidade morfoclimática, as tipologias de processos e formas associadas;
4.5. A geopolítica dos recursos naturais e energéticos no contexto do mundo contemporâneo;
4.6. Catástrofes e riscos sócio-ambientais;
4.7. Os recursos naturais e as especificidades na sua distribuição;
4.8. As políticas para o aproveitamento dos recursos naturais;
4.9. Recursos naturais, novas tecnologias e mercado;
4.10. Os dilemas do mundo contemporâneo:
4.10.1. Produção alimentar e economia de mercado;
4.10.2. Os resultados das intervenções da sociedade na natureza;
4.10.3. A dilapidação dos recursos e as conseqüências sócio-espaciais.

II - Processo de ocupação e valorização territorial do Brasil, apropriação e produção do espaço

1. O Brasil atual: suas desigualdades e sua inserção no mundo

2. A estruturação do espaço geográfico brasileiro:
2.1. A atuação do capital privado e o papel do Estado nas políticas territoriais;
2.2. A dinâmica sócio-espacial - regionalização, metropolização, urbanização: interdependência e complementaridade;
2.3. O processo de industrialização e a redefinição da atividade industrial na dinâmica sócio-espacial;
2.3.1. Urbanização, metropolização e a qualidade de vida urbana;
2.4. As transformações nas relações cidade-campo;
2.5. Geografia regional do Brasil: histórico e dinâmica econômica, social e ambiental recente nas regiões brasileiras;
2.6. As atividades extrativas: formas tradicionais e modernas;
2.7. O setor terciário da economia e sua interferência na dinâmica geográfica;
2.8. As populações tradicionais, o diálogo de saberes e os conteúdos do espaço geográfico;
2.9. Modernização da agricultura, agronegócio e seus impactos econômicos, sociais e ambientais;
2.10.  A agricultura camponesa e os movimentos sociais no campo.

3. Sociedade e natureza no espaço brasileiro:
3.1. O quadro natural brasileiro: geologia, clima, relevo, solos, formações vegetais e hidrografia;
3.2. Os domínios morfoclimáticos: fisiologia da paisagem e tipologia de formas associadas;
3.3. A compartimentação e a classificação geomorfológica do relevo brasileiro;
3.4. Os recursos naturais e as especificidades na sua distribuição;
3.5. As políticas para o aproveitamento dos recursos naturais;
3.6. As conseqüências das intervenções da sociedade na natureza;
3.7. O uso dos recursos e do patrimônio natural e as conseqüências sócio-espaciais;
3.8. A dinâmica da natureza e a questão ambiental;
3.9. O meio ambiente urbano.
Obs.: na elaboração das questões serão consideradas as áreas e os países onde os temas relacionados a este roteiro tenham maior relevância.

 

   Você está em: Página inicial: Vestibular 2009: Manual do Candidato
Dúvidas & Fale conosco