Perfil dos candidatos e inscrições

As provas serão elaboradas, aplicadas e corrigidas                                    pela Comvest.

 

 

Consulte o Edital com todas as regras.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                      

 

 

 

 

 

 

 

O RANI ou a Declaração de Etnia deverão ser entregues
no dia da prova
.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O candidato não poderá alegar falhas decorrentes de                      problemas técnicos de acesso à internet, dos provedores                utilizados ou de sistemas e equipamentos que venham a          impossibilitar ou atrasar o envio ou transmissão do pedido                  de inscrição.

 

 

 

 

 

Esta seleção destina-se exclusivamente a candidatos(as) das etnias indígenas do Brasil. O processo de seleção para candidatos(as) indígenas vai classificá-los(as) segundo o seu desempenho nas avaliações realizadas. Os estudantes indígenas matriculados em cursos da Unicamp poderão ingressar pelo Vestibular Indígena em apenas mais uma edição. O desempenho será avaliado considerando-se a capacidade do(a) candidato(a) para:

  1. expressar com clareza;
  2. organizar suas ideias;
  3. estabelecer relações;
  4. interpretar dados e fatos;
  5. elaborar hipóteses;
  6. demonstrar domínio dos conteúdos das áreas de conhecimento desenvolvidas no ensino médio.

Todas essas capacidades deverão ser demonstradas em língua portuguesa.

 

O Vestibular Indígena Unicamp 2020 oferece 96 vagas, em vários cursos, distribuídas conforme tabela, sendo 31 vagas regulares (subtraídas do Vestibular Unicamp 2020) e 65 vagas adicionais.

 

O(a) candidato(a) deverá comprovar que pertence a uma das etnias indígenas do território brasileiro, por meio da documentação especificada no Edital, a ser entregue no dia da prova.

Os(as) candidatos(as) devem ter cursado o ensino médio integralmente na rede pública (municipal, estadual, federal), ou em escolas indígenas reconhecidas pela rede pública de ensino ou ter obtido a certificação do ensino médio pelo ENEM ou exames oficiais (por exemplo, o Enceja). São consideradas escolas indígenas reconhecidas pela rede pública de ensino aquelas devidamente cadastradas, nesta condição, junto ao Ministério da Educação. Candidatos com certificação por exames oficiais precisam declarar não terem cursado nenhum período em escola particular.

 

 

As inscrições serão realizadas gratuitamente no período de 2 a 30 de setembro de 2019, por meio do preenchimento do Formulário de Inscrição Vestibular Indígena, disponibilizado na página da Comvest.

Veja o calendário completo do Vestibular Indígena Unicamp 2020.

O(a) candidato(a) deverá realizar uma única inscrição, podendo indicar até dois cursos, em ordem de preferência.

Faça sua inscrição!

 

 

Atenção: O(a) candidato(a) deverá apresentar, no dia da prova, um dos documentos abaixo:
I ― Registro Administrativo de Nascimento Indígena – RANI (original e cópia).
OU
II ― Declaração de Etnia e de Vínculo com Comunidade Indígena (original), na qual será obrigatório:
a) informar se o(a) candidato(a) reside na terra ou comunidade indígena à qual declara estar vinculado;
b) apresentar justificativa de como seu vínculo com essa terra ou comunidade indígena pode ser comprovado, caso indique não residir na terra ou comunidade indígena;
c) indicar o nome completo das três lideranças indígenas diferentes que assinarão a Declaração de Etnia e de Vínculo com Comunidade Indígena à qual o(a) candidato(a) declara pertencer e vincular-se;
d) informar dados de contato das mesmas três lideranças indígenas (telefone, e-mail ou outra informação por meio da qual seja possível identificar ou contatar essas lideranças);
e) indicar nome do órgão regional da Funai cujo representante poderá atestar a existência e a localização da comunidade indígena à qual o(a) candidato(a) afirma estar vinculado(a).

O(a) candidato(a) que comparecer para a realização da prova e não estiver de posse do RANI ou da Declaração de Etnia e de Vínculo com Comunidade Indígena na via original, em papel, devidamente preenchida e contendo as assinaturas indicadas, de acordo com o modelo contido no Anexo II da Resolução, como condição para realizar a prova, assinará Termo de Compromisso que ficará retido pela universidade. Nesse termo, assumirá a responsabilidade integral de remeter tal documento à Unicamp no prazo de até dez dias úteis, a contar do dia subsequente à aplicação da prova, por meio de carta registrada ou Sedex para o seguinte endereço: Universidade Estadual de Campinas – Unicamp -Comvest – Comissão Permanente para os Vestibulares (Ingresso – Indígenas 2020). Av. Érico Veríssimo, 1280 Cidade Universitária “Zeferino Vaz” Barão Geraldo – Campinas/SP CEP 13083-851

O(a) candidato(a) que descumprir as instruções sobre o Termo de Compromisso deixará de ter sua prova corrigida e será automaticamente eliminado do processo de seleção.

Estudantes indígenas ingressantes pelo Vestibular Indígena 2020 devidamente matriculados estão dispensados de apresentação da documentação descrita neste artigo.

Na inscrição, o(a) candidato(a) deverá preencher  o questionário socioeducacional. Em hipótese alguma, as informações prestadas pelo(a) candidato(a) no questionário socioeducacional serão utilizadas para fins de classificação no processo de seleção, estando seu uso restrito para levantamento de perfil socioeconômico de estudantes ingressantes por meio dessa seleção específica.

 


 

Provas

 

                

Haverá uma única etapa de provas (1/12/2019), com a aplicação das seguintes avaliações, todas em Língua Portuguesa:

a) Linguagens e códigos, com 14 questões de múltipla escolha;

b) Ciências da Natureza, com 12 questões de múltipla escolha;

c) Matemática, com 12 questões de múltipla escolha;

d) Ciências Humanas, com 12 questões de múltipla escolha;

e) Redação.

 

O conteúdo programático das provas está contido no Anexo III da Resolução.

As provas serão aplicadas nas cidades de Bauru/SP, Campinas/SP, Caruaru/PE, Dourados/MS, São Gabriel da Cachoeira/AM e Tabatinga/AM. Os locais de prova serão divulgados exclusivamente na página da Comvest no dia 9/11/2019.

A prova terá início às 13 horas (horário LOCAL) e os candidatos deverão chegar com antecedência, pois o acesso aos locais de prova será permitido somente até as 13 horas, impreterivelmente. A duração da prova é de quatro horas. O tempo mínimo de permanência é de duas horas. O que levar: o documento de comprovação indicado no Edital, o original do documento de identidade indicado na inscrição, caneta de cor preta em material transparente, lápis preto, borracha. O candidato poderá usar relógio para controlar o tempo, mas todos os relógios deverão ficar no chão, ao lado da carteira. Água e pequenas embalagens de alimentos deverão ficar no chão, junto à carteira. É vedada a utilização de aparelhos celulares ou quaisquer outros equipamentos eletrônicos, relógios digitais, corretivos de qualquer tipo, lapiseira, caneta marca-texto, bandana/lenço, boné, chapéu, ou outros materiais estranhos à prova.

Os(as) candidatos(as) ao curso de Licenciatura em Música, além das provas citadas acima, realizarão a Prova de Conhecimento e Habilidade em Música. Essa prova consistirá no envio de arquivo digital para a página eletrônica da Comvest, entre os dias 9 e 16/9/2019, conforme as instruções específicas contidas no Manual do Ingresso do Vestibular Unicamp 2020. Clique aqui para enviar o vídeo.

 


 

Classificação e resultados

Candidatos(as) ausentes em qualquer uma das
provas ou aqueles(as) que deixarem de cumprir
com o estabelecido na Resolução não serão
classificados.

 

Os resultados da seleção são válidos apenas para o
ano letivo a que se refere.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A classificação dos(as) candidatos(as) será realizada por curso. Os candidatos serão convocados por ordem decrescente da nota final. Primeiramente serão convocados os candidatos que optaram pelo curso em 1ª opção e, havendo vagas não preenchidas, serão convocados os candidatos que optaram pelo curso em 2ª opção.  

Nas diferentes provas, o valor de cada questão objetiva de múltipla escolha é de 1,5 pontos e na prova de Redação, o valor máximo é de 25 pontos. a prova de Habilidades específicas em Música terá o valor máximo de 10 pontos. A pontuação final do(a) candidato(a) é igual à soma dos pontos obtidos em todas as provas.

Para fins de classificação, somente serão considerados habilitados (as) os(as) candidatos(as) que tenham acertado, no mínimo, dez questões de múltipla escolha e obtido nota igual ou superior a cinco na prova de Redação.

Para fins de classificação para o Curso de Licenciatura em Música, somente serão considerados habilitados os(as) candidatos(as) que, além do critério estabelecido acima, tenham obtido pontuação superior ou igual a cinco. 

Candidatos ausentes em qualquer uma das provas ou aqueles que deixarem de cumprir as regras anteriores não serão classificados.

 

Se ocorrer empate na classificação final, prevalecerão, sucessivamente, para efeito de classificação:

a) total de pontos obtidos na Prova de Redação;

b) total de pontos na Prova de Linguagens e Códigos;

c) total de pontos na Prova de Ciências Humanas;

d) total de pontos na Prova Ciências da Natureza;

e) total de pontos na Prova de Matemática;

f) candidato com a maior idade.

 

Os(as) candidatos(as) classificados(as) serão convocados(as) para a matrícula de acordo com o calendário estabelecido no Edital. As comunicações oficiais pertinentes, inclusive a divulgação das relações nominais e a ordem de classificação, serão divulgadas exclusivamente nesta página.

O não cumprimento por parte do(a) candidato(a) dos prazos e horários estabelecidos para requerer a matrícula resultará na perda do direito à vaga.

 


 

Matrículas

 

O candidato (a) deverá apresentar Certidão de
Nascimento ou Casamento e a Cédula de
Identidade, para fins de identificação
.

 

A matrícula terá duas etapas: Etapa virtual, pela internet, nessa página, para as 1ª, 2ª e 3ª chamadas; e Etapa presencial, no campus de Barão Geraldo, em Campinas, dia 27/2/2020.

O(a) candidato(a) que não realizar a matrícula presencialmente perderá a vaga.

O calendário para as chamadas prevê a realização de 4ª. e 5ª chamadas, em caso de não preenchimento das vagas, para matrículas presenciais, na Unicamp.

A matrícula dos(as) candidatos(as) convocados(as) para os cursos de graduação da Unicamp cabe exclusivamente à Diretoria Acadêmica – DAC, exigindo-se, neste ato, a entrega de uma cópia autenticada em cartório ou cópia acompanhada dos originais dos documentos relacionados nos itens I, II e III abaixo.

I – Diploma ou Certificado de Conclusão do Ensino Médio, ou equivalente.

II – Histórico Escolar completo do Ensino Médio.

O(a) candidato(a) que, no ato da matrícula, apresente certificado de conclusão com base no resultado do Enem, do Enceja ou de outros exames de certificação de competência ou de avaliação de jovens e adultos realizados pelos sistemas estaduais de ensino, como condição para requerer essa matrícula, deverá assinar declaração de próprio punho cujo teor ateste a informação de que, em nenhum momento, tenha cursado qualquer parte do ensino médio na rede privada, mesmo como bolsista, conforme modelo no Anexo V da Resolução.

A mesma condição citada acima será aplicada para o caso de candidatos que apresentem documento comprobatório de conclusão do ensino médio em que não conste de forma expressa a informação de que esse nível de ensino foi integralmente cursado em estabelecimento da rede pública de ensino.

III – Certidão de Nascimento ou Casamento e Cédula de Identidade Nacional, originais ou cópias autenticadas em cartório, para fins de identificação.

A matrícula presencial pode ser feita por procuração, nos seguintes termos:

a) Por instrumento particular, se o outorgante for maior de 18 anos.

b) Por instrumento público e com assistência de um dos genitores ou do responsável legal, se o outorgante for menor de 18 anos.

A Comvest adotará, durante a matrícula, um procedimento de identificação civil dos candidatos mediante verificação do documento de identidade indicado no Formulário de Inscrição e da coleta da assinatura e das impressões digitais de cada candidato. Os (as) candidatos (as) que, por qualquer motivo, se recusarem a seguir esse procedimento deverão assinar três vezes uma declaração onde assumem a responsabilidade por essa decisão.

Em caso de dúvidas quanto à identificação ou à documentação do candidato, a Unicamp poderá requerer laudos de especialistas, incluindo exames grafotécnicos sobre assinaturas, provas ou outros documentos considerados relevantes.

Uma vez regularmente matriculado, e no prazo de até 30 dias, o aluno deverá, utilizando o seu nome de usuário (username) e senha, recebidos no ato da matrícula, carregar no Sistema Acadêmico (SIGA) os documentos a seguir, os quais constarão de seu Processo de Vida Acadêmica:

I – Certidão de Nascimento ou Casamento.

II – Cédula de Identidade Nacional.

III – Cadastro de Pessoa Física – CPF. Não será aceito CPF de responsável.

IV – Título de Eleitor, para os brasileiros maiores de 18 anos.

V – Certificado de Reservista ou Atestado de Alistamento Militar ou Atestado de Matrícula em CPOR ou NPOR, para os brasileiros maiores de 18 anos, do sexo masculino.

VI – Certificado de Conclusão do Ensino Médio.

VII – Histórico Escolar completo do Ensino Médio realizado em estabelecimentos da rede pública nacional.

VIII – Certificado ou declaração de conclusão do Ensino Médio por meio do Enem (até 2016) ou Enceja, ou; Histórico Escolar do Ensino Médio supletivo, EJA, modalidades presencial, semipresencial ou à distância.

O aluno menor de 18 anos deve carregar os documentos mencionados nos itens IV e V tão logo esteja de posse deles ou até o final do segundo semestre letivo do ano de ingresso.

A matrícula só poderá ser efetuada nos dias e horários estipulados. O (a) candidato (a) que não apresentar a documentação exigida, não terá sua matrícula efetuada. Não se admite, em hipótese alguma, matrícula condicional.

Nos termos da Lei nº 12.089 de 11/11/2009, é proibido uma mesma pessoa ocupar, na condição de estudante, simultaneamente, no curso de graduação, duas vagas, no mesmo curso ou em cursos diferentes, em uma ou mais instituição pública de ensino superior em todo o território nacional.

 

Veja a lista de documentos necessários para solicitar as bolsas-auxílio na Unicamp.