02/08/2011 / Em: Clipping

 


Em busca de talentos, Unicamp recebe alunos de escolas públicas (Terra – Vestibular – 01/08/11)

“Oportunidade para um novo horizonte”, é assim que a estudante Amanda de Oliveira Santana, 16 anos, resumiu a expectativa de integrar a quarta edição do Programa de Iniciação Científica Júnior (PICJr) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Com ela, são 300 estudantes do ensino médio de escolas públicas de Campinas, Piracicaba e Limeira, no interior de São Paulo, que a partir desta segunda-feira vão dedicar oito horas semanais em projetos que visam descobrir novos talentos. O projeto será realizado até janeiro de 2012 e terá o acompanhamento de uma comissão designada pela Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP). Cada aluno selecionado para participar do programa receberá uma bolsa de R$ 100 e terá direito de usar o restaurante universitário. Amanda e os três amigos moradores em Piracicaba sabem que o desafio é grande.



Lista de isentos da taxa do Vestibular Unicamp 2012 sai em 17/08  (SejaBixo – Mural – 02/08/11)

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) vai divulgar a lista dos estudantes contemplados com a isenção da taxa de inscrição do Vestibular Unicamp 2012 no dia 17 de agosto, no site www.comvest.unicamp.br. Também a partir desta data, os contemplados começam a receber – exclusivamente via correio eletrônico – um comunicado de que foram beneficiados. Importante: Os contemplados não são automaticamente inscritos no Vestibular Unicamp 2012. É preciso, posteriormente, fazer a inscrição no vestibular, utilizando o código de isento fornecido pela Comvest. Para efetuar sua inscrição no Vestibular Unicamp, os candidatos isentos deverão utilizar um formulário específico.



‘O aluno deve apreciar a área de Exatas, mas não pode desgotar das Biológicas’  (O Estado de S.Paulo – Educação – 01/08/11)

Acompanhar a elaboração industrial dos produtos que terminam na mesa de cada consumidor é a principal função do engenheiro de alimentos. “É o profissional que vai entender todos os processos na indústria alimentícia”, diz o coordenador da graduação na área na Faculdade de Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Flávio Luis Schmidt. O profissional formado pode atuar até no meio da cadeia produtiva, em indústrias de insumos, cujo produto é destinado a outras atividades. O professor também enxerga boas oportunidades para jovens profissionais em redes de supermercados e empresas de fast-food, no gerenciamento da logística de recebimento e estocagem dos produtos alimentícios. Flávio Luis Schmidt cita ainda a atuação de graduados em instituições bancárias. Lá os engenheiros de alimentos realizam avaliação da viabilidade de projetos da área.