04/05/2012 / Em: Clipping

 


Unicamp oferece curso para estudantes da rede pública  (Porvir – Comentários – 24/04/12)

Troque as aulas tradicionais de biologia, química e física pelas de corpo humano, evolução e engenharia do ambiente. Pegue sociologia e filosofia e substitua por bioética e juventudes, cidadania e psicologia. O resultado dessa equação é o Profis (Programa de Formação Interdisciplinar Superior), um curso de formação geral de dois anos que a Unicamp oferece a alunos de escolas públicas de Campinas como forma de viabilizar a sua entrada na universidade sem que precise passar pelo vestibular tradicional. As vagas do Profis são preenchidas por no mínimo um e no máximo dois alunos de cada escola pública de Campinas, segundo o resultado obtido no Enem. A ideia não é selecionar os 120 melhores alunos de escolas públicas da cidade, mas ter bons estudantes de todos os colégios. Ao fim de dois anos, eles têm lugar garantido na universidade, respeitando-se o número de vagas que a Unicamp disponibiliza por curso. “O Profis é inovador por dois motivos. O primeiro é o próprio modelo de formação geral interdisciplinar, o segundo é o acesso à universidade”, diz Francisco Gomes, coordenador do programa, lançado no ano passado e ainda sem turma concluída. No momento da elaboração do curso, afirma Gomes, a preocupação principal era que ele fosse abrangente e ajudasse a diminuir a lacuna existente entre os alunos de escola pública e a Unicamp. Uma equipe de professores de diferentes faculdades e institutos da própria universidade criou, então, uma grade curricular com disciplinas bem diferentes das do ensino médio. “Era preciso adaptar o modelo que queríamos com o que é permitido pelo MEC. Foi assim que chegamos ao Profis”, afirma.