04/06/2013 / Em: Clipping

 


Provab: 55% dos municípios que buscam médico não conseguem   (Terra – Vestibular – 03/06/13)

Cerca de 41% dos municípios da Região Nordeste que solicitaram médicos por meio do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), do Ministério da Saúde, não conseguiram atrair nenhum profissional. O Nordeste é apontado pelo ministério como a de maior carência desses profissionais. O dado está no balanço do Provab divulgado nesta segunda-feira. Em todo o Brasil, 55% dos municípios que buscaram médicos por meio do Provab ficaram sem o profissional. Segundo o balanço do programa, apenas 29% da demanda nacional por 13 mil médicos foi atendida: 3,8 mil participantes foram para 1.307 municípios brasileiros. Mesmo com o resultado, o Nordeste ainda foi a região de melhor desempenho no Provab e a única onde a maioria dos municípios que solicitaram médicos recebeu pelo menos um profissional.



Cotas   (Correio Popular – Coluna do Leitor – 04/06/13)

Maria Benedita das Dores
Aposentada, Valinhos

Carta publicada na coluna em 24/5, no Correio Popular, expressou divinamente o que venho tentando gritar aos quatro ventos: nós, negros, não precisamos de cotas raciais para alcançar nossos objetivos. Não somos menos inteligentes que outra cor de pele. Sou totalmente contra cotas, de qualquer tipo de favorecimento. O que precisamos no Brasil é de uma educação de qualidade desde a base. Não adianta o “desgoverno” brasileiro (que só falta criar o Ministério das Cotas!) tentar encobrir com cotas a vergonha de nosso ensino público, no qual escolas estão sucateadas, com professores mal remunerados,  precisando correr em várias escolas para sobreviver; crianças que só vão às escolas para se alimentar e para que suas famílias recebam a famigerada Bolsa Família. (…) E que os negros que defendem cotas pensem um pouco mais: vocês se julgam mais “burros” que os brancos, amarelos ou azuis?