06/10/2011 / Em: Clipping

 


Unicamp bate recorde e terá 61,5 mil candidatos no vestibular (Estadão – Educação – 05/10/11)

Número de inscritos cresceu pelo terceiro ano consecutivo; Medicina, com 12.584 candidatos, é o curso mais concorrido

A Unicamp recebeu, pelo terceiro ano consecutivo, um número recorde de inscrições para o vestibular. Ao todo, 61.500 estudantes vão disputar as vagas do próximo processo seletivo, que começa em 13 de novembro com a realização da prova de primeira fase. A carreira mais concorrida é Medicina: 114,4 candidatos competem por cada vaga.

Em relação ao ano passado, subiu 12,7% o número de candidatos que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas. Neste vestibular, estão inscritos 16.849 candidatos egressos da rede pública, o que representa 27,4% do total de inscritos no processo.

A universidade latino-americana (Estadão – Opinião – 06/10/11)

As universidades brasileiras – principalmente as públicas e as confessionais – estão entre as melhores instituições de ensino superior da América Latina. A primeira edição do ranking latino-americano foi elaborada por uma empresa britânica de consultoria educacional, a Quacquarelli Symonds (QS), e divulgado pelo site Top Universities.

Realizado com base numa metodologia semelhante à que tem sido utilizada nas avaliações das melhores universidades do mundo, o estudo comparou o desempenho de 200 instituições da região e incluiu 8 universidades brasileiras entre as 20 melhores. A campeã foi a USP, que se destaca em todos os indicadores, tais como proporção de professores com doutorado, produtividade de pesquisa do corpo docente, número de matrículas, reputação acadêmica, reputação entre empregadores, número de publicações por professor, citações em estudos científicos e impacto das pesquisas na internet e investimento em tecnologia.



Vestibular 2012 da Unicamp bate recorde com 61,5 mil inscritos (Portal EPTV.com – Educação – 05/10/11)

Número cresce pelo terceiro ano seguido

O vestibular 2012 da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) bateu recorde este ano depois de receber 61,5 mil inscrições. Esta é a terceira vez que a universidade registra aumento de candidatos. O maior registro havia sido em 2011, com 57.209 candidatos. Os inscritos vão disputar 3.444 vagas de 66 cursos da Unicamp e dois da Famerp (Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto). A relação de candidatos por vaga subiu de 16,6 para 17,9. O curso de medicina é o que tem o maior número de inscritos, desde que a Unicamp criou seu próprio vestibular, com 12.584 candidatos, resultando em 114,4 candidatos por vaga. A Comvest aplicará as provas do Vestibular Unicamp 2012 em 22 cidades do país.



Vestibular da Unicamp 2012 tem recorde de inscritos (Portal RAC – Educação – 06/10/11)

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) recebeu um número recorde de inscrições para o Vestibular Unicamp 2012 e ultrapassou pela primeira vez a marca de 60 mil candidatos, tendo registrado 61.500 inscritos.

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) recebeu um número recorde de inscrições para o Vestibular Unicamp 2012 e ultrapassou pela primeira vez a marca de 60 mil candidatos, tendo registrado 61.500 inscritos. É o terceiro ano consecutivo que a Unicamp registra crescimento do número de candidatos. Nos dois últimos processos (2011 e 2010), o Vestibular Unicamp havia registrado recorde de inscritos, com 57.209 e 55.484 candidatos respectivamente.



Vestibular da Unicamp bate recorde de inscritos e relação candidato por vaga sobe para 17,9 (Portal R7 –  Vestibular e Concursos – 05/10/11)

Aproximadamente 61,5 mil pessoas se cadastram para fazer o processo seletivo
Unicamp (Universidade de Campinas) bateu recorde de inscrições pelo terceiro ano seguido. De acordo com a Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp), aproximadamente 61.500 pessoas se cadastram para fazer o processo seletivo neste ano, ultrapassando a marca de 60 mil inscritos da última edição.



Vestibular Unicamp bate novo recorde e terá 61,5 mil candidatos (Portal Último Segundo– Educação – 05/10/11)

Estudantes vão disputar 3.444 vagas distribuídas em 68 cursos. Medicina é o mais concorrido com 114,4 candidatos por vaga

O vestibular Unicamp 2012 recebeu 61.500 inscrições e bateu pela terceira vez consecutiva o recorde de candidatos inscritos. Em 2011, o processo seletivo teve 57.209 inscritos e em 2010, 55.484 inscrições. Os estudantes vão disputar 3.444 vagas distribuídas em 66 cursos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e dois cursos da Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto (Famerp).



Vestibular nacional Unicamp 2012 passa dos 60 mil inscritos e bate recorde histórico (Portal Planeta Universitário – 05/10/11)

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) recebeu um número recorde de inscrições para o Vestibular Unicamp 2012 e ultrapassou pela primeira vez a marca de 60 mil candidatos, tendo registrado 61.500 inscritos. É o terceiro ano consecutivo que a Unicamp registra crescimento do número de candidatos. Nos dois últimos processos (2011 e 2010), o Vestibular Unicamp havia registrado recorde de inscritos, com 57.209 e 55.484 candidatos respectivamente.



Unicamp bate recorde de inscritos no vestibular 2012 (Portal Guia do Estudante – 05/10/11)

Universidade recebeu mais de 61 mil inscrições; Medicina é o curso mais concorrido do processo seletivo
A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) recebeu um número recorde de inscrições para o processo seletivo 2012. De acordo com a Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest), empresa responsável pela elaboração e aplicação do vestibular da Unicamp, foram registradas 61.500 inscrições.



Veja os dez cursos mais concorridos no vestibular 2012 da Unicamp (Portal G1 – Vestibular – 05/10/11)

Medicina é o mais procurado, com 114,4 candidatos por vaga.
Este ano universidade teve recorde de inscritos com 61,5 mil estudantes.

Com 114,4 candidatos por vaga, o curso de medicina é o mais concorrido do vestibular 2012 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A relação candidato/vaga dos cursos foi divulgada nesta quarta-feira pela instituição. Com 110 vagas disponíveis, medicina registrou 12 584 inscritos, uma procura 10,1% maior em relação ao vestibular passado, que teve 11.428 concorrentes.



Novo recorde: vestibular da Unicamp tem mais de 60 mil inscritos (Portal Terra – Educação – 05/10/11)

O vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Uniucamp) registrou novo recorde de inscrições para a seleção de 2012, ultrapassando pela primeira vez a marca de 60 mil candidatos. A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) recebeu 61,5 inscrições.



Vai prestar vestibular longe de casa? Veja como se planejar (Portal Universia – Destaque – 05/10/11)

Quem vai prestar vestibular longe de casa deve visitar o local da prova um dia antes do exame. No dia do vestibular, chegar com antecedência pode ajudar o candidato a realizar a prova com tranqüilidade.



USP volta a aparecer entre as 200 melhores do mundo (Folha de S. Paulo – Cotidiano – 06/10/11)

Universidade é a única da América Latina presente no ranking da THE

Avaliação, criada há 8 anos, está entre as mais respeitadas do mundo; pesquisa impulsionou melhora de brasileira

VAGUINALDO MARINHEIRO
DE LONDRES

A Universidade de São Paulo volta a ocupar posição entre as 200 melhores universidades do mundo no ranking da THE (Times Higher Education), um dos mais respeitáveis internacionalmente. Após figurar em 232º no ano passado, está agora em 178º.

Em outro ranking, só de latinas, Brasil tem 3 entre as 10 primeiras (Folha de S. Paulo – Cotidiano – 06/10/11)

SABINE RIGHETTI
DE SÃO PAULO

Em outro ranking divulgado nesta semana, pelo QS (Quacquarelli Symonds), também do Reino Unido, a USP está em primeiro lugar numa lista de 200 universidades da América Latina.

Há três brasileiras entre as dez primeiras: a USP, a Unicamp e a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).
Diferentemente do THE, o principal indicador do QS (50% da nota que cada instituição recebe) é a “percepção” que cientistas e empresários têm das universidades.

Brasileiras mais bem colocadas têm orçamento em alta (Folha de S. Paulo – Cotidiano – 06/10/11)

Verba de USP e Unicamp vem de cofres públicos e não há estratégia clara para obter financiamento privado

Para representantes das universidades, não estar em um país de língua inglesa prejudica desempenho

DE SÃO PAULO

O orçamento das principais universidades brasileiras está apontando para cima nos últimos anos. Mas a fonte dos recursos continua a mesma: os cofres públicos.

Diferentemente das instituições que estão no topo da lista da THE, a USP e a Unicamp não têm uma estratégia clara para obtenção de fontes privadas de recursos.

Impacto da produção das universidades do país ainda é bastante medíocre (Folha de S. Paulo – Cotidiano – 06/10/11)

ELIZABETH BALBACHEVSKY
ESPECIAL PARA A FOLHA

A equipe responsável pelo ranking produzido pela Times Higher Education devotou um ano para coletar dados sobre um número imenso de instituições.

Evidentemente, pode-se esperar algumas distorções ou imprecisões dos dados informados pelas instituições.
Mas o ranking aponta com clareza as instituições que disputam os primeiros lugares na escala de prestígio acadêmico internacional.