07/10/2009 / Em: Clipping

 


Vestibular 2010 da Unicamp não irá utilizar nota do Enem 2009 (UOL – Vestibular – 06/10/09)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) anunciou nesta terça-feira (6) que não irá utilizar a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009 no vestibular 2010. A decisão se deve ao prazo máximo dado pela instituição para que a nota do exame pudesse ser utilizada – 30 de novembro -, que havia sido estipulado no edital do processo seletivo. O prazo seria incompatível com as novas datas do Enem 2009, que será aplicado em 5 e 6 de dezembro. Como no processo seletivo as notas são utilizadas para a composição da nota da primeira fase, não haveria tempo hábil para sua utilização. Segundo a Comvest (Comissão Permanente para os vestibulares), o campo do Enem na inscrição será ignorado. A nota do Enem poderia contar para a prmeira fase do vestibular, valendo até 20% do exame. Os organizadores do vestibular dizem que o impacto da perda do Enem não será muito grande.



Vestibular da Unicamp 2010 não usará nota do Enem  (Terra – Educação – 06/10/09)

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp, Comvest, informou nesta terça-feira que não utilizará a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2009 em seu vestibular, em função das datas eleitas pelo Ministério da Educação (MEC) para a realização deste, dias 5 e 6 de dezembro de 2009. Segundo a Comvest, “a decisão está em conformidade com o Art. 11, Parágrafo 2º do edital do Vestibular 2010 (ver íntegra abaixo), que determina que, se não estiverem disponíveis para a Comvest até 30 de novembro de 2009, as notas do Enem 2009 não serão utilizadas. Como no Vestibular Unicamp as notas do Enem são utilizadas para a composição da nota da primeira fase, não haveria tempo hábil para sua utilização”.  A Comissão informa ainda que os candidatos não devem preocupar-se com o número do Enem, informado na Inscrição, porque este será ignorado automaticamente.  A nota do Enem podia ajudar com até 20% a nota da primeira fase do vestibular da Unicamp, sendo os outros 80% relativos à própria prova. De acordo com a Comvest, o impacto da não utilização do Enem no Vestibular Unicamp 2010 não será grande e não deverá prejudicar os candidatos.



Unicamp não vai usar a nota do Enem no seu vestibular 2010  (Globo.Com – G1 Vestibular – 06/10/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou uma nota oficial nesta terça-feira (6) informando que não usará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em seu vestibular. Após ter sido cancelado por causa de vazamento, o Ministério da Educação confirmou nesta terça que o exame será aplicado nos dias 5 e 6 de dezembro. A primeira fase da Unicamp será no dia 15 de novembro e a instituição afirma que precisará deste prazo para conseguir fazer a convocação no dia 16 de dezembro dos aprovados para a segunda fase, que acontece de 10 a 13 de janeiro. O prazo para se inscrever no vestibular termina nesta terça (6). Os candidatos devem preencher o formulário de inscrição, que está disponível em www.comvest.unicamp.br. Para que a inscrição seja efetivada, a taxa de R$ 115 precisa ser paga também só até esta terça.



Unicamp não vai mais utilizar nota do Enem no Vestibular 2010  (EPTV – Virando Bixo – 06/10/09)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulgou nota nesta terça (6) informando que não mais utilizará o resultado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) no Vestibular 2010. Segundo a universidade, a decisão está em conformidade com o Art. 11, Parágrafo 2º, do edital do Vestibular 2010, que determina que, se não estiverem disponíveis para a Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp) até 30 de novembro de 2009, as notas do Enem 2009 não serão utilizadas. Como no vestibular da Unicamp as notas do Enem são utilizadas para a composição da nota da primeira fase, não haveria tempo hábil para sua utilização, já que o exame foi adiado para os dias 5 e 6 de dezembro . A Comvest informou ainda que vai ignorar automaticamente o campo do Enem presente no formulário de inscrição para o Vestibular 2010. Também reiterou que não é necessário ao candidato fazer nenhuma alteração em seu formulário de inscrição.



Unicamp decide que não usará nota do Enem 2009 (Cosmo  On Line – Educação – 06/10/09)

A Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) informou nesta tarde que não utilizará a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2009 em seu vestibular. A decisão foi tomada após a divulgação da nova data de realização da prova do Enem pelo Ministério da Educação. As provas serão aplicadas em 5 e 6 de dezembro. A Comvest informou que sua decisão está amparada pelo artigo 11, parágrafo 2º, do edital do vestibular 2010 da Unicamp, que determina que, se não estiverem disponíveis para a Comvest até 30 de novembro de 2009, as notas do Enem 2009 não serão utilizadas. As notas seriam usadas para a composição da nota da primeira fase do processo seletivo da Unicamp, marcada para 15 de novembro, com prova de redação e 12 questões gerais dissertativas de matemática, física, química, biologia, história e geografia. No dia 15 de dezembro a Comvest vai divulgar a lista dos aprovados para a segunda fase e os locais de prova. A segunda fase será realizada de 10 a 13 de janeiro de 2010, com oito provas dissertativas (duas por dia). As provas de aptidão para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música ocorrerão entre 18 e 21 de janeiro. A primeira chamada será divulgada em 4 de fevereiro.



Nova data do Enem atrapalha outros vestibulares  (O Estado de S.Paulo – Vida& – 07/10/09)

A confirmação nesta terça, 6, da data do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nos dias 5 e 6 de dezembro deve inviabilizar o Uso da nota da prova nas universidades públicas paulistas. Segundo o Estado apurou, o Enem não deverá contar pontos pelo menos na primeira fase da Fuvest, que seleciona para a Universidade de São Paulo (USP).  A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) anunciou que deixará de utilizar a nota. O único exame que pode ainda se manter da mesma maneira é o da Universidade Estadual Paulista (Unesp). A instituição havia divulgado que conseguiria usar o Enem caso as notas dos alunos fossem computadas até 15 de janeiro. No entanto, as provas de habilidades específicas da Unesp – teatro, arquitetura, música, entre outras – cairiam nos mesmos dias do Enem. Nas três instituições,o exame vale entre 10% e 20% da nota. O programa de inclusão da USP permite ainda que o Enem aumente em até 6% a nota da primeira e da segunda fase de alunos de escolas públicas. “O Inclusp não será alterado”, disse ontem a pró-reitora de graduação, Selma Garrido Pimenta, sobre o programa.



Unicamp desiste do Enem e USP deve fazer o mesmo   (Folha de S.Paulo – Cotidiano – 07/10/09)

O Ministério da Educação confirmou que a nova prova do Enem será realizada no primeiro fim de semana de dezembro (dias 5 e 6). A nova data provoca uma série de mudanças nos vestibulares. A Unicamp já anunciou que desistiu de usar o exame em seu vestibular. A USP decide hoje o que fazer, mas a tendência é também descartar o Enem neste ano. A realização do novo exame, que teve de ser remarcado após a prova ter vazado, também afeta o calendário de ao menos 30 instituições, cujos vestibulares estavam previstos para a mesma data. Ao menos quatro faculdades já concordaram em mudar as suas provas: UnB (Brasília), Uerj (Rio), Metodista (SP) e Fatec (Faculdade de Tecnologia) de São Paulo. O próprio ministro Fernando Haddad (Educação) tem consultado universidades sobre a mudança nas datas. Além disso, como o MEC ainda não respondeu quando o resultado será divulgado, muitas instituições não sabem se terão tempo hábil para computá-lo nas suas notas. Além das 45 universidades federais que usam o Enem em seus processos seletivos, a maioria das particulares pretendia utilizá-lo.

Estaduais paulistas

A primeira fase do vestibular da Unicamp será em 15 de novembro. A universidade pretendia usar o Enem como parte da nota dessa etapa. Bastante procurada, no ano passado, recebeu 49.322 inscrições, sendo 12.938 delas de candidatos da capital. Os dados deste ano ainda não foram divulgados. Já a primeira fase do vestibular da USP será em 22 de novembro. Segundo a Folha apurou, a universidade avalia que é quase impossível manter o resultado do exame no cálculo da nota da primeira fase. Para isso ocorrer, o resultado do Enem tem de estar disponível antes de 14 de dezembro, quando sai a lista de aprovados para a segunda fase. “Precisamos cumprir esses prazos. Dependendo da data, é impossível [usar o Enem]”, disse Quirino Carmello, pró-reitor de graduação substituto da USP.
A decisão final da USP será tomada hoje pela manhã. A Unesp (Universidade Estadual Paulista) define nos próximos dias se continuará usando o Enem na nota da primeira fase. A decisão da Unicamp foi recebida com desânimo por alguns vestibulandos. Para Fernando Sato, 18, que vai prestar ciências sociais na USP e na Unicamp, a exclusão do Enem diminui as suas chances. “Agora a gente vai ter que ralar um pouco mais”, diz ele, que frequenta o cursinho da Poli. Luiz Gustavo Ribeiro, 18, do Cursinho do XI, também prevê mais dificuldades. “Eu concorri na segunda fase da Fuvest no ano passado devido ao Enem.”



Unicamp descarta uso de nota do Enem  (Jornal Cruzeiro do Sul – Educação – 06/10/09)

A Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) informou nesta tarde que não utilizará a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2009 em seu vestibular. A decisão foi tomada após a divulgação da nova data de realização da prova do Enem pelo Ministério da Educação. As provas serão aplicadas em 5 e 6 de dezembro. A Comvest informou que sua decisão está amparada pelo artigo 11, parágrafo 2º, do edital do vestibular 2010 da Unicamp, que determina que, se não estiverem disponíveis para a Comvest até 30 de novembro de 2009, as notas do Enem 2009 não serão utilizadas. As notas seriam usadas para a composição da nota da primeira fase do processo seletivo da Unicamp, marcada para 15 de novembro, com prova de redação e 12 questões gerais dissertativas de matemática, física, química, biologia, história e geografia. No dia 15 de dezembro a Comvest vai divulgar a lista dos aprovados para a segunda fase e os locais de prova. A segunda fase será realizada de 10 a 13 de janeiro de 2010, com oito provas dissertativas (duas por dia). As provas de aptidão para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música ocorrerão entre 18 e 21 de janeiro. A primeira chamada será divulgada em 4 de fevereiro.



Unicamp não usará notas do Enem em seu vestibular  (O Dia Online – Educação – 06/10/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) decidiu não usar notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em seu vestibular por causa das novas datas da prova. Em nota, a Unicamp explicou que a decisão foi tomada com base no edital de vestibular que determina que as notas do Enem não serão usadas se não estiverem disponíveis até 30 de novembro. Na última quinta-feira (1º) o Enem foi adiado após denúncia do jornal O Estado de S. Paulo de que a prova tinha vazado. Hoje (6), o Ministério da Educação remarcou o exame para os dias 5 e 6 de dezembro. A prova será realizada com apoio da Polícia Federal e dos Correios. A pontuação obtida no Enem podia ajudar com até 20% da avaliação para ingresso na Unicamp. De acordo com a instituição, como a maior parte da nota era composta pelo desempenho na prova do vestibular, “não é grande o impacto da não utilização do Enem”.



Desistência  (Diário de Pernambuco – Vida Urbana – 07/10/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) desistiu de utilizar o Enem este ano para não atrasar seu cronograma. A 1ª fase acontece no dia 15 de novembro. A convocação dos aprovados acontece dia 16 de dezembro e a 2ª fase está marcada para os dias 10, 11, 12 e 13 de janeiro do ano que vem.



Unicamp não vai usar a nota do Enem no seu vestibular 2010    (O Popular – Educação – 06/10/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou uma nota oficial nesta terça-feira (6) informando que não usará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em seu vestibular. Após ter sido cancelado por causa de vazamento, o Ministério da Educação confirmou nesta terça que o exame será aplicado nos dias 5 e 6 de dezembro. A primeira fase da Unicamp será no dia 15 de novembro e a instituição afirma que precisará deste prazo para conseguir fazer a convocação no dia 16 de dezembro dos aprovados para a segunda fase, que acontece de 10 a 13 de janeiro. O prazo para se inscrever no vestibular termina nesta terça (6). Os candidatos devem preencher o formulário de inscrição, que está disponível em www.comvest.unicamp.br. Para que a inscrição seja efetivada, a taxa de R$ 115 precisa ser paga também só até esta terça.