08/11/2013 / Em: Clipping

 


Candidato do vestibular da Unicamp terá embalagem para guardar celular   (Globo.Com – G1 Vestibular – 08/11/13)

A Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) mudou as regras sobre os aparelhos celulares durante a primeira e a segunda fase do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) 2014. Ao contrário da edição do ano passado, os candidatos poderão levar os celulares até os locais de prova, mas assim que entrarem nas salas, deverão desligá-los, colocá-los em uma embalagem disponibilizada pela organização e entregá-los aos fiscais. De qualquer forma, a comissão orienta que os vestibulandos deixem o equipamento em casa. A mudança faz parte de uma adequação das regras por parte da Comissão Permanente para os Vestibulares, seguindo a tendência dos outros vestibulares nacionais. A alteração, segundo a assessoria de imprensa da Comvest, foi definida para garantir a lisura do processo, além de reduzir a possibilidade de fraudes e evitar prejuízos aos candidatos, já que, segundo a Comvest, muitos vestibulandos não se informaram previamente sobre as regras na edição 2013 e acabaram sendo eliminados. No vestibular passado, foram 103 estudantes excluídos do processo porque levaram o celular para o local de prova. A Comvest ressalta que para outros equipamentos eletrônicos, como rádios e gravadores, a proibição continua. Caso seja desrespeitada, o candidato será eliminado do vestibular.

Paixão por livros faz aposentado de 68 anos prestar filosofia na Unicamp   (Globo.Com – G1 Vestibular – 08/11/13)

O sonho de trocar as ferramentas por livros não foi esquecido pelo metalúrgico aposentado Alexis Gazzoli. Aos 68 anos, ele decidiu prestar o vestibular para ingressar no curso de filosofia na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e será um dos 73,8 mil candidatos que farão neste domingo (10) a prova da primeira fase do vestibular 2014. O aposentado carrega a paixão pelos estudos e pela leitura desde a adolescência, mas tornou-se metalúrgico para ajudar a família e trabalhava até 12 horas por dia. “Eu chegava cansado do trabalho, ainda pegava no batente em casa e estudava. Foi uma vida de labuta e sempre tive apreço na área intelectual”, conta o vestibulando. Com dois filhos já criados e um neto de 2 anos, Gazzoli afirma que continuar os estudos é um exemplo também para a família. “Eu sinto que, no lugar deles, ficaria orgulhoso. E faz com que eles também se sintam impulsionados a não parar pelo caminho”, reflete.



Unicamp: redação é diferencial no vestibular que será aplicado no domingo   (Terra – Vestibular – 07/11/13)

Com número recorde de inscritos, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) realiza no dia 10 de novembro a primeira fase do vestibular. Serão 73.818 vestibulandos buscando o ingresso na universidade classificada como a 5ª melhor do País pelo Datafolha. Já é o quinto ano consecutivo que o vestibular apresenta crescimento no número de inscritos. A prova é peculiar principalmente pela redação. Para garantir uma das 3.460 vagas dos 69 cursos da Unicamp ou dos dois da Faculdade Pública de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto (Famerp), os candidatos precisam dominar a escrita em diversos gêneros. Serão duas redações logo na primeira fase. O diretor pedagógico da Oficina do Estudante, Célio Tasinafo, diz que a prova costuma ir além da clássica dissertação, podendo solicitar que sejam escritos resumos ou verbetes, por exemplo. “Todos os tipos de gêneros textuais podem ser cobrados na prova. Então o aluno deve estar apto para formatar o texto ao padrão solicitado. Essa tem sido a maior dificuldade”, afirma. Normalmente treinado para desenvolver narrações, dissertações ou cartas, o concorrente deve estar muito atento e se ater ao que é pedido no enunciado, caso contrário pode esbarrar na exigente banca. Até 2011, eram cobradas três redações na primeira etapa.  



A dois dias da Unicamp, alunos devem dormir bem e evitar comidas gordurosas   (IG – Educação – 08/11/13)

Não é uma tarefa fácil segurar a ansiedade a dois dias de um vestibular importante, como da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que acontece neste domingo (10). Para especialistas ouvidos pelo iG, os alunos devem tomar cuidado com a alimentação e se preparar psicologicamente para a prova. Se é preciso estudar e saber os conteúdos pedidos na prova, também é necessário que o aluno se prepare fisicamente para o exame. Neste momento, o indicado é que o candidato comece a diminuir o ritmo de estudos e durma bem. Prestar atenção na alimentação também é essencial. O estudante deve manter uma alimentação balanceada, com frutas, verduras e legumes. O chocolate pode ser consumido, mas com moderação.