09/08/2013 / Em: Clipping

 


Cursinho realiza palestras gratuitas sobre livros para Fuvest e Unicamp    (UOL – Notícias – 07/08/13)

As obras literárias de leitura obrigatória para os vestibulares de 2014 da Fuvest e da Unicamp serão temas de uma série de palestras no Cursinho XI, em São Paulo. Os encontros são gratuitos, mas antes é preciso se inscrever pelo site www.cursinhodoxi.com.br. O próximo acontece no sábado (10). As palestras serão ministradas pelos professores Raul Marostegan, formado em letras pela USP (Universidade de São Paulo), e Nelson Silva, graduado em história na PUC-SP (Pontifícia Universidade católica de São Paulo). Os eventos começam sempre às 15h30, na avenida Brigadeiro Luís Antônio, 277, 5º andar. Mais informações pelos telefones (11) 3107- 6293 e 3101- 4583.



Hélio Schwartsman
Adesão envergonhada   (Folha de S.Paulo – Opinião – 09/08/13)

A USP decidiu participar do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), o teste do MEC usado para avaliar instituições de ensino superior. É uma boa notícia, já que a USP era a última universidade brasileira que se recusava a submeter-se à prova.  A adesão é meio envergonhada. Os alunos da universidade paulista não serão obrigados a fazer o exame, ao contrário dos de outras instituições, e os resultados obtidos permanecerão secretos nos primeiros anos. Essa foi, imagino, a fórmula encontrada para vencer as resistências internas, que não eram poucas nem despropositadas.



Unicamp tem segundo supercomputador mais rápido na América Latina   (Jornal do Brasil  – Ciência e Tecnologia – 08/08/13)

O Centro Nacional de Processamento de Alto Desempenho em São Paulo (Cenapad-SP), situado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), tem o segundo supercomputador mais rápido na América Latina, o primeiro em performance no Brasil. A avaliação é da edição mais recente do ranking LARTop50, que lista os 50 supercomputadores mais potentes na região. O equipamento, que conta com financiamento da FAPESP, tem capacidade de processamento de 33 teraflops (trilhões de operações de ponto flutuante por segundo). “Isso equivale a algo como 5 mil computadores pessoais, todos trabalhando simultaneamente”, disse Edison Zacarias da Silva, professor do Departamento de Física da Matéria Condensada do Instituto de Física Gleb Wataghin da Unicamp e coordenador do Cenapad-SP de 2003 a junho de 2013.  O supercomputador viabiliza a realização de cálculos complexos para 122 estudos vinculados a 45 instituições no Brasil, além de uma na Colômbia, nas áreas de física, química, engenharia, computação, estatística, zootecnia, biologia, matemática e astronomia. Mais de 360 pesquisadores são beneficiados. “A computação de alto desempenho é usada nas mais variadas aplicações, da fabricação de medicamentos à construção de aviões. É fundamental que a comunidade científica acesse computadores com grande capacidade de processamento e, com isso, possa desenvolver pesquisas cada vez melhores e mais competitivas internacionalmente”, disse Zacarias da Silva. Entre artigos divulgados em revistas, lançamentos de livros e participações em congressos, já são 2.341 produções científicas nacionais e internacionais ligadas a trabalhos que usaram recursos do Cenapad-SP, desde a criação do centro, em 1994. Um dos destaques mais recentes é a publicação de um artigo no Journal of Computational Chemistry, resultado de um estudo conduzido na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O artigo propõe um novo método para calcular as frequências vibracionais de moléculas com muitos átomos, fator importante na compreensão da estrutura eletrônica das moléculas. Outros projetos com cálculos viabilizados pelo Cenapad-SP envolvem, por exemplo, a análise tridimensional de edifícios, o aumento da vida útil de revestimentos e a descrição de nanofios de ouro – estruturas que medem bilionésimos de metro e devem ser usadas na fabricação de componentes para as próximas gerações de computadores.