12/11/2010 / Em: Clipping

 


Pós-graduação nova no Brasil (Folha de S.Paulo – Opinião – 12/11/10)

A universidade brasileira vive raro momento de inovação e expansão, propício para rever práticas e repensar estruturas. Nesse contexto, vale destacar a criação de novas modalidades de graduação, compatíveis com o “college” norte-americano e o “bachelor” de Bolonha, na Europa. A UFABC (Universidade Federal do ABC) foi inaugurada em 2005 com o bacharelado em ciência e tecnologia, um primeiro ciclo de três anos com onze opções de segundo ciclo. Em 2007, a UFBA (Universidade Federal da Bahia) aprovou a oferta de bacharelados interdisciplinares como primeiro ciclo para 81 opções de graduação. Dentro do Reuni, outras instituições seguem essa tendência inovadora: UFSC, UFRN, Ufersa, UFCG, UFRB, UFJF, Unifal, UFVJM, UFSJ, Unifei, UFV, UFRJ, Ufac e Ufopa. A Unesp abre o bacharelado em ciências exatas, curso de três anos com opções de segundo ciclo, e a Unicamp inicia um programa interdisciplinar de dois anos, primeiro ciclo geral para formação profissional específica. Em 2011, mais de 10 mil estudantes estarão matriculados em 26 cursos de graduação de primeiro ciclo, em algumas das melhores universidades brasileiras. A graduação se renova, portanto. Não obstante, se quisermos avançar no desejado processo de internacionalização, precisamos agora recriar o modelo nacional de pós-graduação. Para isso, antes de tudo, o abismo entre graduação e pós-graduação, que trava a educação superior brasileira, herança do Parecer Sucupira de 1966 e da reforma universitária de 1968, deve ser removido. Assim, poderemos integrar graduação e mestrado, diferenciando-os do doutorado. Mestrado é educação em métodos, conhecimentos e práticas, enquanto doutorado implica formação em pesquisa e criação. Por isso, a matriz curricular do doutorado, efetivamente focada na produção orientada de conhecimento e inovação, terá o mínimo de cursos. Em todos os níveis, componentes curriculares serão organizados não por titulação, mas por nível de profundidade. Flexíveis, estarão abertos a qualquer aluno, de graduação ou de pós, que demonstre estar habilitado a cursá-los. Enfim, haverá relativa autonomia entre processos formativos e processos avaliativos (exames de qualificação, teses e dissertações), com bancas compostas por examinadores externos aos programas, que, excluindo o orientador, permitirão maior controle de qualidade acadêmica. Essas propostas articulam soluções consagradas em países com tradição universitária consolidada. A estrutura curricular mínima define o modelo inglês de doutorado. A centralidade do trabalho de pesquisa, criação ou inovação inspira-se no modelo alemão. A sequência de exames de qualificação tem como referência o modelo norte-americano dos “graduate studies”. A avaliação da tese por examinador externo antes da defesa tem base no modelo francês, com a figura do “rapporteur”. Renovada, a arquitetura curricular dos programas de pós-graduação será mais orgânica ao ciclo atual de crescimento da pesquisa nacional. Isso facilitará a inserção internacional da universidade brasileira, contribuindo para o desenvolvimento soberano do país.

NAOMAR DE ALMEIDA FILHO, pesquisador 1-A do CNPq, é professor titular do Instituto de Saúde Coletiva e do Instituto Milton Santos de Humanidades, Artes e Ciências da Universidade Federal da Bahia, da qual foi reitor.



Unicamp divulga locais de prova da primeira fase do vestibular (Globo.Com – G1 Vestibular – 11/11/10)

A Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou nesta quinta-feira (11) a consulta dos locais de prova da primeira fase do vestibular, que ocorre em 21 de novembro. Os candidatos devem acessar o site www.comvest.unicamp.br. Para a consulta é necessário apenas digitar o nome ou o número de inscrição no vestibular. A Unicamp realiza as provas em 24 cidades do país: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos.



Unicamp divulga locais de prova da 1ª fase (Universia Brasil – Pré-Universitário – 11/11/10)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulgou nesta quinta-feira, 11 de novembro, os locais de prova da primeira fase do vestibular 2011. Os estudantes devem fazer a consulta pela Internet, com a identificação do nome ou do número de inscrição no processo seletivo.  As provas estão previstas para ser aplicadas no dia 21 de novembro, a partir das 13h, em 24 cidades brasileiras. Os candidatos serão submetidos a questões de múltipla escolha de Matemática, Ciências Humanas e Artes e Ciências da Natureza. Também serão obrigados a produzir três textos de gêneros textuais diversos.  No dia 20 de dezembro será liberada a lista dos convocados para a segunda etapa, que está agendada para os dias 16, 17 e 18 de janeiro.



Disputa para entrar na USP é menor que na Unicamp e na Unesp (IG – Educação – 11/11/10)

Com 132.993 inscritos, o vestibular da Universidade de São Paulo (USP) é o maior do País. A relação candidato-vaga divulgada nesta quarta-feira, no entanto, mostra que ela não é a mais concorrida, mesmo dentro do Estado. Em média há 12,37 pessoas por vaga, enquanto na Universidade Estadual Paulista (Unesp) a proporção é de 12,39 e na Universidade de Campinas (Unicamp), 16,6. Quando se observa apenas o curso mais concorrido – Medicina nos três casos – a USP também é a que tem a menor concorrência, são 49,25 inscritos para cada vaga, menos da metade dos 103,90 da Unicamp e dos 128,90 da Unesp. O segundo curso mais concorrido, Publicidade, que tem 44,44 candidatos por vaga, já foi muito mais disputado. Em 2005, eram 52,76 para cada lugar e, em 2001, 70,40. “Diante da quantidade de oferta de ensino superior, especialmente na nossa área, acho um feito mantermos esta marca”, diz a vice-coordenadora de Publicidade e Propaganda, Clotilde Perez. O terceiro lugar, Relações Internacionais, também caiu desde que foi criado em 2002 com 50 candidatos por vaga. Para o professor José Coelho Sobrinho, coordenador de Comunicação do vestibular da USP, a Fuvest, a instituição continua tendo a maioria em inscritos e não há disputa com as outras universidades sobre candidatos-vaga. “São variáveis que não estão em vista”.

Divulgados os locais de prova da 1ª fase do vestibular da Unicamp  (IG – Educação – 11/11/10)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou na internet nessa quinta-feira os locais de prova da primeira fase do vestibular de 2011, que será realizada no dia 21 de novembro. Para a consulta, os candidatos que irão disputar as 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto devem digitar o nome ou o número de inscrição no vestibular. Com recorde de inscritos neste ano – 57.201 candidatos –, a Unicamp realizará as provas em 24 cidades do Brasil: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos. Os candidatos devem chegar ao local de prova às 12h, e os portões serão fechados às 13 horas.



Unicamp divulga locais de prova do vestibular 2011 (O Estado de S.Paulo – Educação – 11/11/10)

A Unicamp divulgou nesta quinta-feira os locais de prova da primeira fase do vestibular 2011. Os candidatos devem consultar na internet o local de prova, que será realizada dia 21 de novembro. Para a consulta é necessário apenas digitar o nome ou o número de inscrição no vestibular.  A Unicamp fará provas em 24 cidades: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos.



Unicamp divulga os locais de prova da primeira fase (Correio Popular – Cidades – 12/11/10)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou ontem os locais de prova da primeira fase do processo seletivo 2011, que será realizado no dia 21 de novembro. A relação pode ser conferida no site www.cosmo.com.br. Para a consulta, é necessário digitar o nome ou o número de inscrição no vestibular. A Unicamp realiza as provas em 24 cidades. Segundo a universidade, este ano o vestibular teve um número recorde de inscritos, alcançando 57.201 candidatos. Eles vão disputar 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). A orientação dos organizadores é para que os candidatos cheguem ao local de prova às 12h. Os portões serão fechados às 13h. Nos estados onde não há horário de Verão, será seguido o horário local. A Comvest orienta os candidatos a fazerem o percurso até o local de provas antes do dia do exame, para conhecerem o caminho. O tempo máximo de prova é de cinco horas e o mínimo de três horas e trinta minutos. Os candidatos deverão levar uma foto colorida 3X4, datada, tirada em 2010 (com nome e número de inscrição anotados no verso), o original do documento indicado na inscrição, lápis, borracha, régua e caneta esferográfica transparente. Não serão permitidas calculadoras, celulares e pagers, corretivo líquido e relógio com calculadora.



Locais de prova já podem ser consultados (Folha Dirigida – Vestibular – 11/11/10)

Os candidatos que irão realizar o vestibular 2011 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) já podem conferir os locais de prova da primeira fase na página online da organizadora, Comvest. Este ano, a Unicamp recebeu número recorde de inscritos, no total, 57.201 candidatos, 3% a mais do que o vestibular anterior. São oferecidas 3.444 vagas, distribuídas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto (Famerp). A relação candidato por vaga geral aumentou, passando de 16,1, no ano passado, para 16,6, nesta edição. O curso mais concorrido é o de Medicina, com 11.427 inscritos, quase 104 candidatos por vaga.

Provas

A primeira fase será realizada no dia 21, penúltimo domingo do mês de novembro, e contará com duas provas, uma de Conhecimentos Gerais, com 48 questões múltipla escolha, e uma Redação, composta de três textos de gêneros diversos, todos de execução obrigatória. Já a segunda etapa acontecerá entre os dias 16 e 18 de janeiro de 2011, com provas relativas às disciplinas de Língua Portuguesa e Literatura Portuguesa, Matemática, Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Artes e Língua Inglesa. A lista de habilitados para a segunda fase será divulgada no dia 20 de dezembro, bem como os respectivos locais de prova. A relação de aprovados em primeira chamada será em 7 de fevereiro de 2011, com matrículas a serem realizadas no dia 10 do mesmo mês.



Unicamp divulga locais de prova da primeira fase do vestibular 2011  (A Tarde/Salvador – Vestibular – 11/11/10)

Já estão disponíveis para consulta na página do processo seletivo (acesse aqui) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) os locais de prova da primeira fase do vestibular, que acontece no dia 21 de novembro, próximo domingo. As provas serão aplicadas em 24 cidades do Brasil, inclusive na capital baiana. Para o vestibular 2011, a Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) da instituição teve número recorde de inscritos. São 57.201 candidatos que disputarão 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e em dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp).


 
57.201 candidatos podem consultar os seus locais de prova (Jornal Agora – Dicas – 12/11/10)

Os estudantes que vão prestar o vestibular da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) já podem consultar o local de prova no site da Comvest. As provas serão realizadas no dia 21 de novembro. No dia, será preciso levar uma foto 3×4, datada e tirada neste ano (no verso devem constar o nome e o número de inscrição), além do documento usado para a inscrição. O aluno deve levar lápis, borracha, régua e caneta azul ou preta.



Unicamp divulga locais de prova da 1ª fase (Jornal Cruzeiro do Sul – Educação – 11/11/10)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) disponibilizou hoje em seu site os locais de prova da primeira fase do vestibular de 2011, que será realizada no próximo dia 21. Para a consulta, os candidatos que irão disputar as 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto devem apenas digitar o nome ou o número de inscrição no vestibular.Com recorde de inscritos neste ano – 57.201 candidatos -, a Unicamp realizará as provas em 24 cidades do Brasil: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos. Os candidatos devem chegar ao local de prova às 12 horas, já que os portões serão fechados impreterivelmente às 13 horas.



Unicamp divulga locais de prova do vestibular 2011  (Diário da Região de S.José do Rio Preto – Educação – 11/11/10)

A Unicamp divulgou nesta quinta-feira os locais de prova da primeira fase do vestibular 2011. Os candidatos devem consultar na internet o local de prova, que será realizada dia 21 de novembro. Para a consulta é necessário apenas digitar o nome ou o número de inscrição no vestibular. A Unicamp fará provas em 24 cidades: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos.



Unicamp divulga locais de prova (Jornal de Jundiaí – Educação – 11/11/10)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) disponibilizou nesta quinta-feira (11) em seu site (www.unicamp.br) os locais de prova da primeira fase do vestibular de 2011, que será realizada no próximo dia 21. Para a consulta, os candidatos que irão disputar as 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto devem apenas digitar o nome ou o número de inscrição no vestibular. Com recorde de inscritos neste ano – 57.201 candidatos -, a Unicamp realizará as provas em 24 cidades do Brasil: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos. Os candidatos devem chegar ao local de prova às 12 horas, já que os portões serão fechados impreterivelmente às 13 horas.