13/12/2018 / Em: Clipping

 

Unesp expulsa 27 estudantes por fraude no sistema de cotas raciais (Folha de São Paulo – educação – 13/12/2018) 

Desligamento ocorre com alunos de outras raças que se autodeclararam pretos e pardos

 

A Unesp (Universidade Estadual Paulista) anunciou nesta quinta (13) o desligamento de 27 alunos que faziam uso de cotas raciais por se autodeclararem pretos e pardos, mas que não atendiam os requisitos previstos em lei. A relação dos alunos será publicada no Diário Oficial desta sexta (14), data quando o grupo será notificado e deixará oficialmente o quadro discente da instituição. Eles estarão proibidos de participar dos vestibulares para ingresso na Unesp pelos próximos cinco anos e poderão ter dificuldades para aproveitar o que já cursaram em outra instituição. Esta foi a primeira vez que alunos são expulsos da Unesp por fraude no sistema de cotas, mas novos desligamentos estão previstos para os próximos meses. A instituição implementou uma comissão permanente para analisar denúncias e apurar suspeitas de irregularidades no processo de ingresso por cotas. A instituição aceita alunos cotistas desde 2014, quando passou a reservar 50% das matrículas anuais para alunos oriundos da escola pública. Desse total, 35% destinam-se a pretos, pardos e indígenas. De acordo com o professor de jornalismo e presidente da comissão da central de verificação das autodeclarações da Unesp, Juarez Xavier, a instituição precisou de tempo para se organizar e agir contra esse tipo de irregularidade. Leia mais.