13/11/2008 / Em: Clipping

 


Oficinão será transmitido ao vivo pelo Cosmo On Line   (Cosmo On Line – Educação – 13/11/08)

Evento promovido pela Oficina do Estudante é aberto aos interessados e dá dicas para os candidatos da Unicamp

A Oficina do Estudante, cursinho pré-vestibular de Campinas, promove no próximo sábado o 7º Oficinão, com dicas para os alunos que disputam o Vestibular Unicamp 2009, no dia seguinte. A aula será das 9h às 12 no Teatro TIM, localizado no Shopping Dom Pedro, e é aberta aos alunos de outras instituições.  Este ano, pela primeira vez, a aula terá transmissão ao vivo e para acessar basta entrar no Portal Cosmo On Line pelo endereço www.cosmo.com.br e clicar no link que vai estar disponível na página.  O Oficinão tem o objetivo de passar informações para ajudar na hora da prova, além de descontrair os candidatos no dia que antecede o Vestibular. Serão dadas dicas de História, Geografia, Biologia, Química, Física e Matemática, além de Redação. Cada disciplina conta com a participação de dois professores que falarão por 20 minutos. Eles abordarão a melhor maneira de solucionar as questões e os principais conceitos cobrados na prova, que é temática e interdisciplinar.  De acordo com Daniela Migliorini, coordenadora pedagógica da Oficina do Estudante, durante todo o mês os estudantes tiveram o ‘aulão’ e outras atividades que trabalharam questões específicas de cada disciplina. ‘O Oficinão é o fechamento de tudo o que foi estudado e é muito esperado porque os alunos querem ouvir dos professores dicas e sugestões de temas que possam cair na prova’, diz. O aluno Igor Pavesi Cardillo, de 20 anos, tenta pela terceira vez uma vaga em Medicina e já participou do evento em anos anteriores. ‘Como o Vestibular da Unicamp é mais de habilidade e o emocional tem que estar bem e preparado, os professores ensinam com descontração’, afirma. Camila Grippi, de 18 anos, que vai prestar pela primeira vez vestibular para Direito, acha que é importante ter uma aula que dá as últimas dicas. ‘Como tem muito aluno tenso e que até pensa em desistir da prova, esse tipo de aula estimula e descontrai’, indica.  ‘A expectativa do aluno é grande porque agrega o conhecimento através de informações importantes que são transmitidas de forma mais leve. Os alunos saem confiante e preparados’, ressalta Antônio Talli, diretor de Marketing da Oficina do Estudante.  O interessado no Oficinão deve se inscrever pelo telefone (19) 3241-6688 ou pelo site www.oficinadoestudante.com.br.



Quase 50 mil inscritos farão o vestibular Unicamp domingo (IG – Último Segundo – 13/11/08)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) registrou 49.287 inscritos para seu processo seletivo de 2009. A prova da primeira fase ocorre já neste domingo, na qual serão disputadas 3.434 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp – Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.

Os candidatos deverão consultar, no site da Comvest – Comissão Permanente para os Vestibulares –, o local onde irão fazer as provas. O Vestibular Unicamp ocorre em 24 cidades: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos. Os portões serão abertos às 13h e fechados pontualmente às 13h45. A Comvest orienta que os candidatos saiam de casa com antecedência, já que poderão encontrar congestionamento em alguns locais como PUC Campinas Campus I e UNIP Campinas Campus II. As provas começam às 14h. No dia da prova, os candidatos deverão levar o original do documento indicado na inscrição e material necessário para a realização a prova, não sendo obrigatório levar o comprovante de inscrição. Nos Estados onde não há ‘horário de verão’, a Comvest seguirá o horário local e não o horário de Brasília.

Mudanças

Para o vestibular 2009 da Unicamp, os candidatos vão perceber algumas mudanças. São elas:

  • Novo formato gráfico da prova: ela deixa de ter um caderno separado para as respostas, que passarão a ser feitas no próprio Caderno de Questões;
  • A criação de oito novos cursos que serão ministrados no novo campus de Limeira;
  • Ao invés de três os candidatos puderam fazer até duas opções de cursos;
  • O curso de Odontologia não exigirá mais a prova de aptidão;
  • O tempo mínimo de permanência nas salas nos dias de provas passa de duas horas para duas horas e meia;
  • Haverá apenas uma nota de corte (NMO) para as provas prioritárias de cada curso e os critérios para convocação e classificação dos candidatos estão mais simples;
  • Porto Alegre não abrigará mais as provas do vestibular Unicamp.


Opinião: Um pouco de ansiedade ajuda a ficar atento à prova  (Globo.Com – G1 Vestibular – 13/11/08)

Se o nervosismo for muito elevado, no entanto, só tende a atrapalhar.
Para fazer bem uma prova, é importante que a mente esteja descansada.

Inicia-se a temporada de vestibulares. No domingo, dia 16, já temos a primeira fase da Unicamp e, no outro, a tão temida Fuvest. É hora de manter a cabeça no lugar. O que se podia fazer, está feito. Nada de pânico. Um certo nervosismo é natural. Há anos, os jovens estão se preparando para essas mais de quatro ou cinco horas de prova.  O vestibular é mais do que um exame que envolve cultura, conhecimento e raciocínio. Ele significa a possibilidade de se iniciar uma nova etapa da vida – a do mundo do trabalho profissional e a inserção na esfera adulta. Se ser avaliado não é nada agradável por deixar em evidência a capacidade de uma pessoa, que dirá com esse peso que carrega. E, para muitos jovens, a ansiedade extrapola. Um certo nível de ansiedade é bem-vindo – ela nos ajuda a sermos mais cuidadosos na nossa ação. Mas, se for muito elevada, só tende a atrapalhar, impedindo a concentração e o pensar. Um fator que contribui para deixar o jovem nervoso é que, ao fazermos uma prova que envolve conhecimento, não temos bem noção do nosso saber, daquilo que aprendemos. São tantas coisas, das mais variadas áreas, que perdemos um pouco o parâmetro. Porém, não funcionamos apenas num nível consciente, tem muito conhecimento guardado fora desse nível mais imediato de consciência. Basta termos um tempo para que aquilo que está mais escondido possa vir à tona. Por isso, o primeiro passo para realizar o vestibular com segurança é confiar no que estudou e aprendeu. Às vezes, às vésperas de uma prova, o estudante se depara com coisas de que não se lembra e a angústia aumenta. Isso pode levar a dois caminhos: ou ao desespero total, levando o jovem a jogar a toalha antes do tempo, ou a fazer uma revisão daquilo que não sabe – e, quanto mais se procura, mais coisas que não sabe ele vai encontrar. O que será exigido do jovem não é um conhecimento solto, mas, sim, que resolva problemas ligados aos conteúdos pedidos. Isso permite que se use um mecanismo importante do pensamento – a associação. Por vezes, algum detalhe colocado na questão permite que se faça associações chegando a uma conclusão. Deste modo, ao resolver a prova, nada de perder tempo com o que não sabe. Após ler uma questão e não conseguir resolver, passe para outra. Faça primeiro as questões que sabe. Assim, irá se animar ao ver que dá conta de muitas coisas, além de abrir um intervalo de tempo para que a mente trabalhe nas outras mais difíceis. Depois de resolver as mais fáceis, passe com calma para as outras, sempre procurando associar as informações com o que sabe. Algumas, não vai saber mesmo. Certos momentos do vestibular poderão parecer muito confusos, sem nenhuma possibilidade de concentração. Algo que poderá ajudar é dedicar uns dois ou três minutos para ‘sair’ um pouco daquela situação. Basta fechar os olhos e se imaginar num lugar agradável. Ou, então, tomar uma água ou comer um chocolate. Esses poucos minutos ajudam a tomar fôlego e organizar um pouco o pensamento. Os dias que antecedem o vestibular exigem um certo recolhimento. Como os jogadores de futebol, os vestibulandos devem entrar em concentração. O que não significa ficar estudando adoidado. Para fazer bem uma prova, é importante que a mente esteja alimentada de informação, mas descansada. Boa prova a todos.



Quase 50 mil fazem 1ª fase da Unicamp domingo  (EPTV – Virando Bixo – 13/11/08)

Veja todas as informações que você saber para fazer sem problemas a prova, que será aplicada em 24 cidades

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) realiza neste domingo (16), às 14h, a primeira fase de seu Vestibular 2009. O processo seletivo registrou 49.287 inscritos. Eles vão disputar 3.434 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto).  Os candidatos devem consultar, em www.comvest.unicamp.br, o local onde irão fazer as provas. A Unicamp realiza as provas do Vestibular 2009 em 24 cidades do Brasil: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos.

Mudanças

Já na primeira fase, os candidatos vão perceber uma das mudanças deste ano: o novo formato gráfico da prova. Ela deixa de ter um caderno separado para as respostas, que passarão a ser feitas no próprio Caderno de Questões.

Além desta alteração, outras novidades são:

– Criação de oito novos cursos que serão ministrados no novo campus de Limeira;
– Em vez de três, os candidatos puderam fazer até duas opções de cursos;
– Odontologia não exigirá mais a prova de aptidão;
– O tempo mínimo de permanência nas salas nos dias de provas passa de duas horas para duas horas e meia;
– Haverá apenas uma nota de corte (NMO) para as provas prioritárias de cada curso e os critérios para convocação e classificação dos candidatos estão mais simples;
– Porto Alegre não abrigará mais as provas do Vestibular Unicamp.

Principais orientações para a primeira fase

A orientação é para que os candidatos cheguem ao local de prova às 13h, já que os portões serão fechados impreterivelmente às 13h45. Sair de casa com antecedência é importante, tendo em vista que o candidato poderá encontrar trânsito e congestionamento em alguns locais, como PUC Campinas Campus I e Unip Campinas Campus II.  Nos Estados onde não há horário de verão, o vestibular seguirá o horário local e não o de Brasília. O tempo de prova é de quatro horas e o tempo mínimo de permanência nas salas na primeira e na segunda fases é de 2 horas e 30 minutos.

Comprovante de Inscrição

Os candidatos não precisarão levar o comprovante de inscrição ou o comprovante de pagamento no dia da prova. Para se certificar de que estão inscritos, os candidatos devem consultar o link “Situação de Inscrição”, no site www.comvest.unicamp.br.  No dia da prova, os candidatos deverão levar o original do documento indicado na inscrição, lápis, caneta azul ou preta, borracha e uma pequena régua. É vedada a utilização de calculadora, celulares e pagers, corretivo líquido e relógio com calculadora. Também é proibido o uso de boné ou chapéu, ou quaisquer outros materiais estranhos à prova.