17/02/2016 / Em: Clipping

 


Unicamp divulga lista da 2ª chamada de aprovados no vestibular; confira  (Folha Online – Educação 16/02/16)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulgou nesta terça-feira (16) a lista de aprovados em segunda chamada no vestibular 2016. A relação dos nomes foi publicada no site da Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp), responsável pelo vestibular. A consulta pode ser feita pela inscrição, nome do candidato ou pela inicial do nome. A lista é composta por todos os candidatos que realizaram a matrícula não presencial da primeira chamada e os aprovados da segunda, respeitando a ordem de classificação nos cursos. Este ano, são oferecidas 3.320 vagas em 70 cursos de graduação da Unicamp.



Unicamp divulga lista da 2ª chamada de aprovados no vestibular  (Gazeta do Povo/Curitiba – Educação – 16/02/16)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou nesta terça-feira (16) a lista de aprovados em segunda chamada no vestibular 2016. A relação dos nomes foi publicada no site da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest ), responsável pelo vestibular.



Unesp levou ciência para o interior de SP, diz ‘fundador’ da universidade   (UOL – Educação – 17/02/16)

No início da década de 1970 surgiu o debate: o que fazer com os institutos isolados, alguns deles já referência na formação de profissionais no interior de São Paulo? A primeira hipótese, incorporá-los a USP (Universidade de São Paulo) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) foi logo descartada.



Após críticas, MEC amplia história mundial em novo currículo   (O Estado de S.Paulo – Educação – 17/02/16)

Após uma série de críticas, o Ministério da Educação (MEC) decidiu ampliar a parte de história mundial, sem deixar de incluir – ainda que em menor parcela – a parte africana e indígena na primeira revisão da Base Nacional Comum (na prática, o novo currículo das escolas). Outras áreas do conhecimento também sofrerão alterações. A Base vai estabelecer os conhecimentos e habilidades essenciais que todos os estudantes devem aprender na educação básica. História foi uma das áreas mais criticadas, por ignorar alguns pontos de conhecimento geral, para inovar em história indígena e africana.