17/02/2017 / Em: Clipping

 


Por que cada vez mais alunos da rede pública entram na Unicamp e na Unesp? (UOL – Educação – 17/02/2017)

Depois de tentar pelo segundo ano consecutivo e estudar a vida inteira em escola pública, Iryna conseguiu estar entre os 49,1% de candidatos aprovados no vestibular 2016 da Unesp (Universidade Estadual Paulista) que vêm de escola pública. Vai deixar a casa da mãe, em Vila Maria, na zona norte de São Paulo, para viver em Rio Claro, a quase 160 km da capital paulista, onde funciona o campus da Unesp que oferece o curso dela, e para isso precisará da ajuda da universidade. “Vou tentar arranjar bolsa e as ajudas de custo que a universidade oferece a alunos de baixa renda”, disse, esperançosa. Cada vez mais estudantes com o perfil de Iryna têm conseguido ingressar na universidade estadual. A porcentagem de aprovados na primeira chamada da Unesp foi a maior já obtida no certame. No concurso anterior, a taxa ficou em 42,9%.

A lista dos aprovados no vestibular da terceira melhor universidade do país também trouxe a notícia de que 52% dos que conseguiram nota suficiente para ingressar nos 70 cursos de graduação da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) vieram de escolas públicas, também a maior marca já alcançada pela instituição. Em 2016, o índice foi de 51,9%.

A reportagem também solicitou informações sobre o desempenho desse público na primeira lista de aprovados da Fuvest, que seleciona os estudantes que ingressam na USP (Universidade de São Paulo), também estadual, mas foi informada de que esses dados “são gerados após a última chamada e divulgados no questionário socioeconômico dos aprovados.” Por que cada vez mais alunos de escola pública têm conseguido ingressar nessas duas universidades? Para pró-reitores de graduação, responsáveis pela organização dos vestibulares das duas instituições e especialistas na área de educação ouvidos pela reportagem, as políticas de inclusão executadas pela Unicamp e pela Unesp são a resposta para o questionamento. Embora distintas entre si quanto à metodologia aplicada, elas têm cumprido o papel de abrir as portas dessas instituições para quem vem da rede pública.



Unicamp divulga relação de aprovados na segunda lista do vestibular 2017 (Folha de S. Paulo – Educação – 17/02/2017)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulgou nesta sexta-feira (17) a lista dos aprovados em segunda chamada no vestibular 2017. As notas e a classificação dos candidatos já estão disponíveis para consulta na página da Comvest. A relação completa foi publicada no site da Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp), responsável pelo vestibular. A consulta pode ser feita pela inscrição, nome do candidato ou pela inicial do nome.

A lista, com 3.254 nomes, é composta por todos os candidatos que realizaram a matrícula não presencial no período definido e demais candidatos aprovados, respeitando a ordem de classificação nos cursos. A matrícula presencial dos aprovados nas duas primeiras chamadas será no dia 21 de fevereiro, das 9h às 12h, nos respectivos campi. A Comvest ressalta que a vaga só estará garantida após a matrícula presencial.



Unicamp divulga 2ª chamada de convocados no vestibular 2017; confira (Estadão – Educação – 17/02/2017)

Candidatos deverão realizar a matrícula presencial na terça-feira, data de divulgação da terceira lista

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou na manhã desta sexta-feira, 17, em sua página na internet a lista de convocados em segunda chamada no vestibular 2017 da instituição. A relação, com 3.254 nomes, é composta por todos os candidatos que realizaram a matrícula não presencial no período definido e demais candidatos aprovados, respeitando a ordem de classificação nos cursos.

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) informou que todos os convocados na segunda chamada deverão realizar a matrícula presencial na terça-feira, 21, das 9 horas às 12 horas, nos respectivos câmpus, conforme indicado no manual do candidato: na Faculdade de Odontologia (FOP), em Piracicaba; na Faculdade de Tecnologia, em Limeira; na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA), em Limeira; e demais cursos no câmpus da Unicamp em Campinas, de acordo com tabela disponível na página da Comvest. As notas e a classificação dos candidatos estão disponíveis para consulta na página da Comvest na internet. Com o desempenho, o candidato pode ter ideia da chance de convocação.



Unicamp divulga lista de convocados na 2ª chamada do vestibular (Exame – Brasil – 17/02/2017)

Os candidatos aprovados na segunda chamada devem efetuar a matrícula presencial no dia 21 de fevereiro

A lista de convocados na segunda chamada no vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), divulgada hoje (17), já pode ser consultada no site da instituição. São oferecidas, este ano, 3.330 vagas em 70 cursos de graduação.



Unicamp divulga aprovados na 2ª chamada do vestibular; veja lista (G1 – Campinas e Região – 17/02/2017)

Matrícula presencial ocorre na próxima terça-feira (21) nos campi. Acesse o calendário com as datas das próximas chamadas.

A Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) da Unicamp divulgou, nesta sexta-feira (17), a lista de convocados para a segunda chamada do vestibular de 2017 da Universidade Estadual de Campinas. Além dos candidatos aprovados em segunda chamada, a lista divulgada nesta sexta terá também o nome dos estudantes admitidos na primeira convocação. Isso porque, a partir de agora, eles devem ficar atentos à matrícula presencial que ocorre na próxima terça (21). Os aprovados devem comparecer nos respectivos campi das 9h às 12h, na terça. A vaga só estará garantida após a efetivação da matrícula presencial.



Unicamp divulga 2ª chamada de convocados no vestibular 2017 (Isto É – Economia – 17/02/2017)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou na manhã desta sexta-feira, 17, em sua página na internet a lista de convocados em segunda chamada no vestibular 2017 da instituição. A relação, com 3.254 nomes, é composta por todos os candidatos que realizaram a matrícula não presencial no período definido e demais candidatos aprovados, respeitando a ordem de classificação nos cursos. A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) informou que todos os convocados na segunda chamada da universidade paulista deverão realizar a matrícula presencial na terça-feira, 21, das 9h às 12h, nos respectivos campus, conforme indicado no manual do candidato: na Faculdade de Odontologia (FOP), em Piracicaba; na Faculdade de Tecnologia, em Limeira; na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA), em Limeira; e demais cursos no campus da Unicamp em Campinas, de acordo com tabela disponível na página da Comvest. As notas e a classificação dos candidatos estão disponíveis para consulta na página da Comvest na internet. Com o desempenho, o candidato pode ter ideia da chance de convocação.



Unicamp divulga lista de convocados na segunda chamada do vestibular (Agência Brasil – Educação – 17/02/2017)

A lista de convocados na segunda chamada no vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), divulgada hoje (17), já pode ser consultada no site da instituição. São oferecidas, este ano, 3.330 vagas em 70 cursos de graduação. Os candidatos aprovados na segunda chamada devem fazer a matrícula de modo presencial no dia 21 deste mês, das 9h às 12h, nos respectivos campi: Faculdade de Odontologia em Piracicaba, Faculdade de Tecnologia em Limeira, Faculdade de Ciências Aplicadas em Limeira e demais cursos na Unicamp em Campinas. A terceira chamada será divulgada no dia 21 deste mês e a matrícula para os convocados nesta lista será feita no dia 23. Informações sobre os documentos necessários para a matrícula podem ser consultados pela internet. No dia 2 de março, os matriculados nas três primeiras chamadas, inclusive aqueles que aguardam remanejamento, deverão fazer a confirmação de matrícula nos respectivos campi. Entre 3 e 6 de março, candidatos ainda não convocados e que tenham interesse nas próximas chamadas devem efetuar a declaração de interesse por vagas pela internet. Estão previstas até 11 chamadas de vagas remanescentes.



UNICAMP divulga 2ª chamada do Vestibular 2017 (Seja Bixo – Notícias – 17/02/2017)

Todos os convocados na segunda chamada deverão realizar a matrícula presencial no dia 21 de fevereiro, das 9 horas às 12 horas

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) está divulgando, em sua página na internet (www.comvest.unicamp.br), a lista de convocados em segunda chamada no Vestibular Unicamp 2017. A lista, com 3.254 nomes, é composta por todos os candidatos que realizaram a matrícula não presencial no período definido e demais candidatos aprovados, respeitando a ordem de classificação nos cursos.



UNICAMP CONVOCA CANDIDATOS APROVADOS NA 2ª CHAMADA DO VESTIBULAR 2017 (Brasil Escola – Notícias – 17/02/2017)

Aprovados deverão efetuar a matrícula presencial no dia 21. Confirmação deve ser feita em 2 de março

Os candidatos que participaram do Vestibular 2017 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) já podem conferir a lista de convocados na segunda chamada. As notas e classificação foram disponibilizadas ontem pela instituição. A matrícula presencial deve ser realizada no dia 21, das 9h às 12h, no respectivo campus, mediante apresentação de cópias autenticadas ou simples acompanhadas dos originais dos seguintes documentos:



Unicamp: publicada a 2ª chamada de aprovados no Vestibular 2017 (Super Vestibular – Notícias – 17/02/2017)

No dia 21 de março os convocados devem comparecer para a realização das matrículas.

A segunda chamada de aprovados no Vestibular 2017 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) foi publicada na manhã desta sexta-feira, dia 17 de fevereiro. Os 1.039 estudantes convocados devem realizar as matrículas presenciais na próxima terça-feira, dia 21. A lista divulgada hoje relacionou 813 novos aprovados e outros 226 candidatos convocados na primeira chamada e que foram remanejados. Aqueles que foram aprovados em 1ª chamada e que fizeram a pré-matrícula pela internet também devem comparecer neste dia 21 para realizar o registro acadêmico. Será necessário que os estudantes apresentem Certificado de Conclusão e Histórico Escolar do Ensino Médio, além da documentação pessoal, listada abaixo:



Exclusão de disciplinas na nova lei do ensino médio pode afetar formação do aluno (O Globo – Notícias – 16/02/2017)

O Ministro da Educação, Mendonça Filho, que participou nesta quinta-feira da cerimônia de sanção da nova Lei do Ensino Médio, no Palácio do Planalto, afirmou que os conteúdos de Filosofia e Sociologia poderão ser lecionados dentro da disciplina de História. A mudança polêmica em questão se deve ao fato de que as disciplinas supracitadas eram obrigatórias na grade educacional desde 2008, bem como artes e educação física. De acordo com o ministro, embora sancionada, as propostas deverão acontecer de forma gradual. Isso porque o Ministério da Educação ainda está em processo de discussão do terceiro texto da Base Nacional Comum Curricular, que deverá ser finalizado no fim deste ano. Espera-se que mesmo com a exclusão das disciplinas de filosofia e sociologia – sendo, portanto, aplicadas como conteúdo dentro de outras disciplinas -, a carga horária destinadas a elas em sala de aula não seja reduzida. Um dos principais pontos da reforma é justamente o aumento de 800 horas do ano letivo para 1.400 horas.



Para ministro, reforma do ensino médio beneficia estudantes mais pobres (Palácio do Planalto – Notícias – 16/02/2017)

Educação integral vai diminuir “injustiça social” e aproximar ensino público do privado, segundo titular do Ministério da Educação, Mendonça Filho

O ministro da Educação, Mendonça Filho, afirmou que as mudanças no ensino médio brasileiro vão beneficiar principalmente os estudantes brasileiros mais pobres. Sancionada nesta quinta-feira (16) pelo presidente da República, Michel Temer, a legislação tem como intenção melhorar o desempenho dos alunos e fortalecer os estudos em período integral. Na visão do ministro, o aumento da carga horária exigida das escolas já ajuda a produzir mais equidade entre os alunos. “O modelo atual produz injustiça, pois há uma diferença muito grande entre a carga horária da rede pública e da privada”, afirmou Mendonça Filho.



Cresce número de matrículas no ensino médio integral (Portal Brasil – Educação – 16/02/2017)

Enquanto as matrículas no ensino médio regular subiram 0,7% de 2015 para 2016, no ensino médio integral, elas avançaram 8,6%

Os dados do Censo Escolar 2016, divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Ministério da Educação, mostram que as matrículas no ensino médio integral avançaram 8,6% de 2015 para 2016, enquanto as matrículas no ensino médio regular subiram 0,7% no mesmo período. O percentual de alunos em tempo integral passou de 5,9% em 2015 para 6,4% em 2016. A educação em tempo integral figura nas metas do Plano Nacional de Educação (PNE) e o desafio proposto é atingir, ao menos, 50% dos alunos de toda a educação básica. Já as matrículas em tempo integral do ensino fundamental caíram 46% em 2016 e o  percentual de alunos em tempo integral passou de 16,7% em 2015 para 9,1% em 2016. O Censo revela desafios para a universalização do acesso a todos os níveis de ensino no País. Segundo o documento, os anos de investimento ainda não provocaram mudanças significativas na educação brasileira. As tendências dos anos anteriores permanecem inalteradas e ainda distantes das metas do Plano Nacional de Educação.