19/01/2009 / Em: Clipping

 

Provas de aptidão da Unicamp começam nesta segunda-feira  (UOL – Vestibular – 18/01/09)

Ao todo, 761 candidatos estão aprovados para fazer as provas de aptidão da Unicamp, que começam nesta segunda-feira. O exame é obrigatório para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música. Veja calendário:

·  Segunda-feira (19): música (10h às 17h) e artes visuais (9h às 15h);

·  Terça-feira (20): artes cênicas (14h30 às 17h); Quarta-feira (21): Dança (09h até 17h) e Arquitetura (16h até 17:30).

A Comvest (Comissão de Vestibular) orienta os candidatos a consultar informação detalhada sobre locais e horários dos exames de aptidão em sua página eletrônica. Alguns exames acontecem em apenas um dia, outros são compostos de várias provas e realizados em vários dias, portanto, a consulta ao site da Comvest é fundamental. No manual do candidato está disponível a indicação do material que os estudantes precisam levar para as provas de aptidão. As provas são classificatórias, ou seja, os candidatos apenas não podem zerar.

Resultados

A lista de aprovados em primeira chamada será divulgada dia 05 de fevereiro, a partir do meio-dia. A matrícula dos convocados na primeira lista será dia 10 de fevereiro, nos respectivos campi. As notas dos candidatos na segunda fase serão divulgadas dia 09 de fevereiro.

 

Unicamp divulga padrão de respostas oficial da prova de história e química  (UOL – Vestibular – 16/01/09)

A Comvest (Comissão de Vestibular) divulgou, nesta sexta-feira (16), o padrão de respostas oficial da prova de história e química aplicada na segunda fase da Unicamp (Universidade estadual de Campinas) na última segunda-feira (12),.  Para professores, história foi “previsível” e química “trabalhosa” Os professores de cursinho ouvidos pelo UOL Vestibular consideraram a prova de química da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) “trabalhosa” e “cansativa”. Já história, segundo eles, estava “boa para o aluno que estudou” e “previsível, dentro dos padrões da Unicamp”.  De acordo com o professor do cursinho da Poli, Márcio Novaes, “o nível de dificuldade da prova de química foi elevado devido à falta de tempo”. Para ele, “ficou difícil para o vestibulando conseguir responder a prova inteira. As questões não tinham cálculos simples. Deveria ser uma prova de química e não de matemática”, criticou. Para o professor, entretanto, metade do exame estava “fácil”. “Quem estudou conseguiu resolver seis das doze questões sem problemas. Era impossível zerar a prova”, arriscou. O professor do Anglo, João Usberco, concorda com o colega na crítica à falta de tempo. “Havia muitos cálculos complexos desnecessários, o que fez o aluno demorar muito nas questões. A prova não deveria ser para avaliar habilidade matemática, mas sim conhecimento de química”.Mas o docente elogiou a escolha do tema central da prova de química da Unicamp, as olimpíadas. “A prova foi excelente por ser contextualizadora”, opinou. O coordenador de história do Curso e Colégio Objetivo, Daily de Matos Oliveira, considerou a prova de história da Unicamp “muito fácil”, se comparada às dos anos anteriores. “A prova da Unicamp sempre foi considerada um ‘bicho Papão’ pelos estudantes, mas neste ano não teve terror”, opinou.  Para ele, a prova não apresentou dificuldade por contar com muitos textos de apoio, que ajudaram a encontrar a resposta. “Os intens a eram só de interpretação de texto; não era preciso conhecimento histórico para respondê-los. Já os itens b exigiam um conhecimento de história, mas nada muito complexo”.O professor ressaltou o fato de a Unicamp não ter se pautado sobre datas comemorativas. “Caiu 1.808, mas não a vinda da família real para o Brasil. Eles trataram da proibição do tráfico negreiro”, sublinhou. Já o professor do cursinho da Poli, Elias Feitosa, criticou o pouco espaço que o estudante teve para responder às questões. “A Unicamp limitou a resposta em 18 linhas. O vestibulando precisou ser muito conciso para conseguir responder a dois itens nesse espaço”.  

Para vestibulandos, tempo continuou a ser um obstáculo

Os vestibulandos ouvidos pelo UOL Vestibular consideraram o terceiro dia de provas da segunda fase da Unicamp como o mais tranquilo dessa etapa. Eles afirmaram que a prova de física, apesar de exigir muitos cálculos, não conteve nenhuma questão com elevado grau de dificuldade. Já na prova de geografia, segundo os estudantes, pesou o conhecimento de geopolítica e conceitos específicos de geografia física. Para a candidata ao curso de medicina Isis Fionello as provas desta terça-feira (13) foram “tranquilas”. Segundo a estudante, os cálculos exigidos pela prova de física não foram complexos. “E eles deram as fórmulas mais complicadas”, contou. Segundo Isis, apesar de ter cobrado assuntos diversos – como conceitos de solstício e equinócio, latitude e longitude, Amazônia, diferenças climáticas e vegetação no Brasil -, a prova de geografia “não tinha perguntas muito complicadas. Acho que me dei bem sim”, disse.


Unicamp: provas de aptidão iniciam nesta segunda  (Terra – Vestibular – 18/01/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) realiza a partir desta segunda-feira as provas de aptidão do vestibular 2009. Ao todo, 761 candidatos foram selecionados para realizar o exame, que é obrigatório para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música.

Na segunda-feira, os candidatos ao curso de Artes Visuais serão avaliados das 9h às 15h e, os concorrentes ao curso de Música, das 10h às 17h.

Já na terça-feira é a vez dos candidatos de Artes Cênicas, das 14h30 às 17h. E, na quarta-feira, os interessados ao curso de Dança serão avaliados das 9h às 17h e, para Arquitetura e Urbanismo, das 16h às 17h30. A indicação do material necessário para as provas de aptidão está disponível no manual do candidato. As provas desta etapa serão classificatórias. Na primeira fase do processo seletivo, que ocorreu no dia 16 de novembro de 2008, os vestibulando realizaram uma redação e responderam a 12 questões gerais de natureza discursiva, das disciplinas do núcleo comum do Ensino Médio. Ao total, 47.066 estudantes realizaram a prova da primeira etapa do vestibular, disputando 3.434 vagas oferecidas pela universidade. O índice de abstenção naquela fase foi de 4,5%, o equivalente a 2.256 vestibulandos. Já na segunda fase da seleção, que ocorreu entre os dias 11 e 14 de janeiro, os estudantes realizaram oito provas de natureza dissertativa, com 12 questões cada uma.  O resultado do vestibular 2009 da Unicamp deverá ser divulgado no dia 5 de fevereiro, a partir do meio-dia. A matrícula dos convocados em primeira chamada está prevista para o dia 10 de fevereiro.


Unicamp inicia provas de aptidão nesta segunda-feira  (Globo.Com – G1 Vestibular – 19/01/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aplica, a partir desta segunda-feira (19), as provas de habilidade específica do vestibular 2009. Ao todo, 761 candidatos estão aprovados para fazer as provas de aptidão, obrigatórias para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música.
As avaliações serão realizadas até o dia 22 de janeiro em Campinas. A Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) orienta os candidatos a consultar informação detalhada sobre locais e horários dos exames de aptidão em sua página eletrônica. Alguns exames acontecem em apenas um dia, outros são compostos de várias avalições. O vestibulando deve conferir caso a caso. No site também está disponível, no manual do candidato, a indicação do material que os estudantes precisam levar para as provas de aptidão. As provas são classificatórias, ou seja, os candidatos apenas não podem zerar.  Tradicionalmente, as avaliações de aptidão do vestibular Unicamp reúnem um público que vai além dos candidatos. Provas como a de palco, para artes cênicas, costumam atrair pais, amigos e a comunidade interna da Unicamp. Já no caso de artes visuais e arquitetura, o destaque é para a criatividade na concepção da prova. Em anos anteriores, além dos tradicionais lápis de cor, caneta, régua e lapiseira, os candidatos foram estimulados a criar a partir da leitura de um determinado texto, ou ainda, se utilizaram de objetos como tijolos, potes com anilina e até ovos cozidos durante a realização das provas.  A lista de aprovados em primeira chamada será divulgada dia 5 de fevereiro. A matrícula dos convocados na primeira lista será no dia 10 de fevereiro.


Justiça dá a cotista da UFPR o direito de continuar no curso (Folha de S.Paulo – Cotidiano – 19/01/09)

Uma estudante de medicina que entrou na UFPR (Universidade Federal do Paraná) pelo sistema de cotas, no vestibular de 2007, e teve a matrícula contestada pela instituição, obteve, em segunda instância, o direito de continuar o curso. Autodeclarada afrodescendente, Ana Gabriela Clemente da Silva, 20, disputou o vestibular pela reserva de 20% das vagas para negros e pardos, mas a comissão de avaliação do sistema da UFPR a excluiu do processo -após as provas- por considerar que ela não tem características físicas que comprovem a afrodescendência. A pontuação da estudante, porém, era suficiente para que fosse aprovada na classificação geral. Ela entrou com ação ordinária na Justiça alegando que a análise sobre sua afrodescendência havia sido “precária”. A candidata, que também teve negado o direito de ingressar no curso pela nota que obteve, garantiu a matrícula por liminar na Justiça Federal, em que obteve decisão favorável.
A UFPR recorreu ao TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região, alegando que, ao se inscrever no sistema de cotas, a candidata teria “abdicado” da concorrência geral, não podendo se matricular. Na última quinta, foi publicado acórdão do TRF, que afastou esse argumento. A reportagem não conseguiu localizar ontem a assessoria nem a advogada da UFPR.


Provas de aptidão do vestibular da Unicamp começam amanhã  (A Tarde/Salvador – Vestibular – 19/01/09)

A partir de amanhã até 22 de janeiro, 761 candidatos do vestibular 2009 da Unicamp farão suas provas de aptidão. As avaliações são obrigatórias para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música. Todos os candidatos farão o processo seletivo em Campinas. As provas são classificatórias, ou seja, o candidato apenas não pode zerar. Para informações sobre locais de prova e horários dos exames, consulte o site da Comvest. No Manual do Candidato constam as orientações sobre o material que os estudantes precisam portar nas provas de aptidão. Resultado – A lista geral de aprovados será divulgada dia 5 de fevereiro, às 12 horas, na página da Comvest e no saguão do Ciclo Básico da Unicamp em Campinas. A matrícula dos convocados em primeira chamada será dia 10 de fevereiro, nos respectivos campi. As notas dos candidatos na segunda fase serão divulgadas dia 09 de fevereiro.


Unicamp anuncia novos livros para 2010  (Tribuna de Santos – Educação – 19/01/09)

O coordenador-executivo da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), Leandro Tessler, anunciou uma importante mudança para o Vestibular 2010 – uma lista de novos livros que deverão ser estudados pelos próximos três anos. As novidades serão os livros: “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo; “Capitães de Areia”, de Jorge Amado; e “Antologia Poética” (com base na segunda edição aumentada), de Vinicius de Moraes. As leituras substituirão Poemas Completos, de Alberto Caeiro (heterônimo de Fernando Pessoa), A Rosa do Povo, de Carlos Drummond de Andrade, e Sagarana, de João Guimarães Rosa.  Os livros sugeridos anteriormente, exceto estes três, continuarão em uso. A decisão parte de uma iniciativa unificada entre Unicamp e USP, que já acontece há quatro anos. As obras preparam o candidato para ter um melhor desempenho e responder de forma clara os enunciados cobrados nas provas de Literatura de Língua Portuguesa. De acordo com a Comvest, nos textos ficcionais, é importante que o candidato se atente à sequência dos acontecimentos, identifique as personagens e seus respectivos papéis na ação, reconhecendo categorias de espaço e tempo entre outros aspectos que favoreçam a compreensão geral das obras. No caso da poesia então, é fundamental que o candidato saiba identificar os elementos de estruturação do texto, como sonoridade, ritmo, rima, estrofe, formas fixas e figuras para que possa hierarquizar a importância desses elementos no texto, identificando os temas, comparando aspectos comuns em diferentes poemas a fim de estabelecer relações entre o poema e aspectos do contexto social e literário da sua época sempre na busca da melhor compreensão.

Datas importantes

5 de fevereiro – 12 horas – Anúncio dos aprovados
10 de fevereiro – Matrículas dos aprovados e divulgação da segunda chamada
2 de março – Início das aulas na Unicamp