22/05/2015 / Em: Clipping

 


Unicamp encerra nesta sexta pedidos de isenção da taxa do vestibular 2016   (Globo.Com – G1 Vestibular – 22/05/15)

Termina nesta sexta-feira (22) o prazo de solicitação de isenção da taxa de inscrição do vestibular da Unicamp 2016. Os pedidos são feitos exclusivamente pela internet na página da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest). Para finalizar o processo, segundo a organização, é necessário ainda enviar a documentação necessária [descrita no edital], pelos Correios, para a Comvest até o dia 25 de maio. O candidato será excluído do processo caso não faça o envio ou falte algum documento solicitado. Segundo a Unicamp, o valor da taxa de inscrição não foi definido ainda. A Comissão Permanente Para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), responsável pela prova, anunciou duas mudanças nas determinações para a isenção este ano.



Unicamp fecha inscrições para isenção de taxa do vestibular 2016   (UOL – Vestibular – 22/05/15)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) fecha nesta sexta-feira (22) as inscrições para isenção de taxa do vestibular de 2016. Os interessados poderão realizar o cadastro no site da Comvest. As isenções são oferecidas em três modalidades:



Isenção da taxa do vestibular da Unicamp termina neste sexta-feira   (CBN – Notícias – 22/05/15)

O prazo para pedir de isenção da taxa de inscrição do vestibular da Unicamp 2016 vence nesta sexta-feira, 22 de maio. O processo é feito exclusivamente pela internet no site da Comvest. Além disso o interessado tem que encaminhar os documentos exigidos até o dia 25 deste mês pelos correios. Para o próximo vestibular os os ingressantes em cursos de licenciatura em período noturno que estudaram em escolas particulares também terão o direito.



Instituto do Rio Grande do Sul usa política de cotas para promover inclusão social   (Ministério da Educação –  20/05/15)

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) estabeleceu a reserva de vagas para cotistas negros, indígenas e pessoas com deficiência para os próximos processos de seleção. A medida abrange todos os cursos de graduação, técnicos e de pós-graduação, além dos concursos públicos de servidores que vierem a ser realizados. O IFRS já oferecia vagas no sistema de cotas para os cursos de graduação e técnicos. Agora, passa a oferecer também nos dois de pós-graduação — mestrado em tecnologia e engenharia de materiais, ofertado pelos campi de Caxias do Sul, Farroupilha e Feliz, e mestrado em informática na educação, no campus de Porto Alegre.