26/01/2009 / Em: Clipping

 

 

Exames de aptidão encerram maratona de provas da Unicamp  (SejaBixo – Mural – 23/01/09)

Os 761 candidatos aprovados para fazer as provas de aptidão encerraram na quinta-feira (22/01) a maratona de provas do Vestibular Unicamp 2009. As provas de Aptidão que aconteceram entre os dias 19 e 22 de janeiro são exigidas para os candidatos aos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música. Habilidade, desenvoltura e técnica foram requisitos muito explorados pelos avaliadores dos cinco cursos. No curso de Arquitetura e Urbanismo, uma pequena mudança na aplicação das provas possibilitou ao candidato um ganho extra de tempo já que não foi necessária a manipulação de maquetes como nos anos anteriores, permitindo assim que o candidato demonstrasse melhor sua capacidade de criação. O exame de Artes Cênicas cobrou do candidato o conhecimento detalhado da área, em uma prova que vem sendo intensificada a cada ano. Artes Visuais exigiu um conhecimento prévio em História da Arte e análises de obras de artistas renomados.
Os movimentos das danças brasileiras foram, certamente, o maior fator de complexidade encontrado pelos candidatos ao Curso de Dança, já o Curso de Música avaliou a percepção oral, escrita, entre outros conhecimentos específicos de música que exigiram anos de estudos dos candidatos a cada uma das modalidades oferecidas. A primeira lista de aprovados será divulgada dia 05 de fevereiro, às 12 horas no site da Comvest e no Saguão do Ciclo Básico II, campus da Unicamp em Campinas. As notas dos candidatos na segunda fase serão divulgadas dia 09 de fevereiro. A matrícula dos aprovados em primeira chamada acontece dia 10 de fevereiro nos respectivos campi. Os candidatos concorrem a 3.434 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp – Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.


USP quer ampliar para redes municipais programa que dá bônus no vestibular  (Globo.Com – G1 Vestibular – 23/01/09)

A Universidade de São Paulo (USP) quer estender o Programa de Avaliação Seriada (Pasusp) para as redes municipais do estado de São Paulo a partir deste ano. Pelo programa, os estudantes fazem uma prova e os pontos obtidos são revertidos em bônus de até 3% na nota do vestibular da Fuvest. Em outubro de 2008, puderam participar da prova alunos do terceiro ano do ensino médio da rede pública regular de São Paulo. Dos 48.862 inscritos, porém, somente 7.889 estudantes (16,14% do total), compareceram para fazer a prova, que não é obrigatória e foi aplicada em parceria com a Secretaria Estadual de Educação em caráter experimental. A pró-reitora de graduação da USP, Selma Garrido Pimenta, avalia que um dos principais motivos para o baixo comparecimento foi a auto-exclusão dos alunos de escolas públicas, que não se sentem motivados a prestar o vestibular da USP. “Ainda assim, o número de quase 8.000 alunos é expressivo”, afirma. “A USP avaliou a experiência como muito positiva. Nós fomos procurados por diversas secretarias municipais que têm ensino médio, em especial a de São Paulo, interessadas em fazer parte do programa, que pretendemos consolidar neste ano.” Ainda não há definições sobre o molde da prova nem se será aplicada a outras séries do ensino médio, conforme plano inicial da USP. Nós recebemos quase 2.000 e-mails, que foram respondidos um a um, perguntando sobre o programa. Foi até por esse motivo que decidimos prorrogar o prazo de inscrições em uma semana para a prova do ano passado”, afirma a pró-reitora.  O Pasusp faz parte da política da universidade de tentar aumentar o número de estudantes da rede pública aprovados no vestibular. A rede estadual representa 85% das matrículas, mas 27% dos aprovados no exame. “Pretendemos também desenvolver mais as ações afirmativas de divulgação nas escolas. A ideia é enfrentar a auto-exclusão para que o aluno da rede pública não desista de fazer o vestibular por achar que não tem condições de ser aprovado.”  Segundo a pró-reitora, a definição do que será feito depende de uma avaliação dos resultados de 2008 por parte da USP e da secretaria estadual.  “As definições sobre o vestibular acontecem neste período até maio, para, em junho, a Fuvest divulgar os dados sobre o vestibular do fim do ano.”

Vestibular 2010

Entre as mudanças que a USP estuda para o vestibular 2010 está a realização da inscrição pela internet. No sistema atual, os candidatos têm de comprar o manual e a ficha de inscrição em agências bancárias. Depois, precisam levar pessoalmente a ficha até um dos postos credenciados. No ano passado, os vestibulandos puderam se inscrever no site da Fuvest para consultar o seu desempenho nas provas. O cadastro era gratuito e optativo. Outras instituições, como a Unicamp e a Unesp, já fazem a inscrição pela internet para os vestibulares.