27/09/2012 / Em: Clipping

 


Alunos de Medicina da Unicamp lançam abaixo-assinado contra prova do Cremesp  (O Estado de S.Paulo – Educação – 27/09/12)

Estudantes da Unicamp lançaram um abaixo-assinado nesta quarta-feira, 26, contra o exame do Conselho Regional de Medicina (Cremesp) que visa a avaliar a qualidade do ensino no Estado. A partir deste ano, a prova será obrigatória para todos os alunos no final do 6.º ano do curso. A concessão do registro profissional estará condicionada à participação no exame, independente do desempenho do candidato. Para o Centro Acadêmico Adolfo Lutz, que representa os alunos de Medicina da Unicamp, a avaliação do Cremesp “não melhorará a educação médica e a qualidade da saúde do País”. “A prova trará malefícios aos currículos, que passarão a seguir menos as diretrizes curriculares do MEC (Ministério da Educação) e mais os macetes para sua aprovação”, diz o texto do abaixo-assinado, que pode ser acessado no link http://caalunicamp.com.br/examedocremesp.