29/11/2017 / Em: Clipping

 

Índice do MEC indica Unicamp como melhor entre as universidades do país (G1 – Campinas e Região – 28/11/2017)

Universidade alcançou maior nota no Índice Geral de Cursos, divulgado na segunda-feira. Condições de ensino e corpo docente estão entre itens avaliados pelo governo.

A Unicamp foi considerada melhor universidade do país no Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado pelo Ministério da Educação na segunda-feira (27). Ela alcançou 4,3 pontos e aparece como a única estadual entre as dez mais bem colocados no ranking – as outras nove são instituições federais. O levantamento inclui dados de 2016 e, com isso, a Unicamp mantém posição conquistada em março, quando houve a divulgação da pesquisa anterior considerando-se estatísticas de 2015. O índice vai de zero a cinco, segundo a pasta, e considera, ao todo, três anos de avaliações da instituição para os seguintes itens: a média do Conceito Preliminar de Curso (CPC), indicador de qualidade da graduação; a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela Capes; e a distribuição dos alunos entre diferentes níveis de ensino. Outros fatores considerados no cálculo são as condições de ensino, corpo docente, instalações físicas, projeto pedagógico dos cursos e o resultado dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Na segunda colocação geral do levantamento está a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que somou 4,2 pontos no IGC.

Resultado inédito

Na semana passada, a Unicamp também foi apontada como melhor brasileira entre universidades do grupo de países que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. De acordo com o ranking QS Brics 2018, a instituição se manteve pelo terceiro ano na 12ª posição, entretanto, ultrapassou a Universidade de São Paulo (USP), que caiu da 10ª para a 13ª posição.

 


MEC divulga ranking das melhores universidade do Brasil (Brasil ao Minuto – Brasil – 28/11/2017)

Unicamp lidera

A Unicamp foi considerada a melhor universidade do país no Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) nessa segunda-feira (27). Com 4,3 pontos, a instituição é a única universidade estadual entre as dez mais bem colocados no ranking. O estudo foi realizado com dados de 2016 e confirma o último levantamento, de 2015, no qual a Unicamp já ocupava a ponta. Confira as dez universidades mais bem colocadas:

1ª. Unicamp – 4,37 pontos

2ª. Universidade Federal do Rio Grande do Sul – 4,28 pontos

3ª. Universidade Federal de Minas Gerais – 4,20 pontos

4ª. Universidade Federal de São Paulo – 4,14 pontos

5ª. Universidade Federal do Rio de Janeiro – 4,11 pontos

6ª. Fundação Universidade Federal do ABC – 4,10 pontos

7ª. Universidade Federal de Santa Catarina – 4,09 pontos

8ª. Universidade Federal de Viçosa – 4,05 pontos

9ª. Universidade Federal de Lavras – 4,04 pontos

10ª. Universidade Federal de São Carlos – 3,98 pontos

Como explica o MEC, o índice vai de zero a cinco e considera três anos de avaliações, sendo a média do Conceito Preliminar de Curso (CPC), indicador de qualidade da graduação; a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela Capes; e a distribuição dos alunos entre diferentes níveis de ensino. Também são levadas em conta as condições de ensino, corpo docente, instalações físicas, projeto pedagógico dos cursos e o resultado dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

 


As melhores faculdades e universidades do Brasil, segundo o MEC (Exame – Carreira – 28/11/2017)

MEC divulgou a classificação anual do Índice Geral de Cursos (IGC), principal indicador da qualidade do ensino superior brasileiro

Entre as universidades e institutos federais, a Unicamp é a instituição que obteve a melhor avaliação do MEC. Os dados do Índice Geral de Cursos (IGC) foram divulgados na segunda-feira, 27, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e a Universidade Estadual de Campinas ficou em primeiro lugar. A universidade também foi a brasileira melhor classificada no ranking de instituições de ensino superior dos BRICS (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), divulgado pela consultoria britânica QS (Quacquarelli Symonds). Na classificação do MEC das faculdades, a melhor nota ficou com a FGV/EPGE (Escola Brasileira de Economia e Finanças) e o Centro Universitário FACEX, do Rio Grande do Norte. A nota do IGC varia de 1 a 5 e as instituições com 4 e 5 são consideradas excelentes e notas abaixo de 3 são insatisfatórias. Instituições que ficam abaixo de 3 não podem se expandir, ou seja, não podem construir novos campi, nem abrir cursos ou aumentar o número de vagas. Cursos autorizados podem sofrer redução de vagas ou ter processos seletivos suspensos, após vistoria de especialistas.

Como é calculado o IGC

O índice, divulgado anualmente pelo MEC, é fruto de média ponderada das notas de cursos de graduação e de mestrado e doutorado. Leva em conta a média dos CPC dos cursos avaliados nos últimos três anos, ponderada pelo número de matrículas em cada um deles, a média dos conceitos da avaliação CAPES dos programas de pós-graduação stricto sensu na última avaliação também trienal e ponderada pelo número de matrículas nos programas. Além disso, também entra no cálculo do IGC, a distribuição de estudantes entre cursos de graduação, pós-graduação (quando há programas stricto sensu). Como o IGC considera o CPC dos cursos avaliados no ano do cálculo e também os CPC dos dois anos anteriores, sua divulgação refere-se sempre a um período de três anos. Dessa forma o IGC compreende a análise de todas as áreas avaliadas previstas no Ciclo Avaliativo do Enade de 2014, 2015 e 2016.

 


As 10 melhores universidades do Brasil são públicas e gratuitas, revela índice do MEC (Carta Campinas – Manchete – 28/11/2017)

As dez melhores universidade do Brasil, segundo avaliação do próprio Ministério da Educação (MEC), divulgada oficialmente nesta terça-feira, 27, são universidades públicas e gratuitas. Nenhuma universidade privada aparece entre as primeiras colocações. A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) foi considerada a melhor universidade do Brasil, segundo o ranking do Índice Geral de Cursos Avaliados (IGC) do Ministério da Educação (MEC), divulgado na segunda-feira (27). A universidade somou 4,3744 pontos e manteve a primeira colocação.

Universidade

Em segundo lugar ficou a Universidade Federal do Rio Grande do Sul com 4,28 pontos. Depois vieram Universidade Federal de Minas Gerais (4,20), Universidade Federal de São Paulo (4,14), Universidade Federal do Rio de Janeiro (4,11), Fundação Universidade Federal do ABC (4,10), Universidade Federal de Santa Catarina (4,09), Universidade Federal de Viçosa (4,05) Universidade Federal de Lavras (4,04) e Universidade Federal de São Carlos (3,98). O cálculo do IGC leva em conta resultados de três anos de avaliações da instituição, considerando a média do Conceito Preliminar de Curso (CPC), um indicador de qualidade da graduação, ponderada pelo número de matrículas em cada um dos cursos computados; a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela CAPES; e distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino. São consideradas ainda as condições de ensino, corpo docente, instalações físicas, projeto pedagógico dos cursos e o resultado dos alunos no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).