30/06/2009 / Em: Clipping

 

O sistema unificado de seleção das universidades federais permitirá ao aluno saber em tempo real o curso em que tem mais chances de entrar. Integram o sistema apenas as federais que adotarem o novo Enem como única forma de seleção.  O candidato terá acesso ao sistema ao consultar o resultado do Enem, na internet, em janeiro. Com isso em mãos, será possível selecionar cinco cursos em até cinco universidades. Conforme outros candidatos se inscrevem, forma-se um ranking. Com base na sua posição, o estudante saberá se tem nota suficiente para ser aprovado ou não -a nota de corte do curso será o parâmetro. Se não tiver, poderá optar por outro curso. O mecanismo obrigará o aluno a ficar atento: como o sistema é on-line, se mais alunos escolherem o mesmo curso como primeira opção, entra quem obtiver a maior nota no Enem. O candidato poderá trocar de universidade e/ou curso quantas vezes quiser, dentro de um prazo determinado -cerca de 20 dias. O MEC ainda não divulgou as datas.