31/07/2009 / Em: Clipping

 


Enem deste ano será mais difícil, dizem cursinhos  (Tribuna da Bahia – Educação – 30/07/09)

O novo Enem está mais difícil que as versões anteriores por cobrar mais conteúdo, mas se baseia nas matérias dadas no ensino médio, afirmam cursinhos. Por isso, quem já se prepara para o vestibular conseguirá se sair bem na prova, sustentam os preparatórios. Dois deles analisaram o simulado a pedido da Folha. “O Enem vai apresentar questões simples, médias e difíceis. O Enem antigo era essa terça parte fácil. Os outros pedaços são os [destinados às questões] mais difíceis”, afirmou Carlos Eduardo Bindi, diretor do Etapa. Segundo ele, a prova está muito mais parecida com um vestibular moderno, como o das universidades estaduais de São Paulo. “Os assuntos que caíram [no simulado] estão quase todos dentro do nosso material. São questões que o aluno estudou”, diz Ari Herculano de Souza, do Dom Bosco (PR), referindo-se ao material dado aos alunos do ensino médio da rede, vinculada ao mesmo grupo do COC. Souza lembra as semelhanças entre o Enem e o Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos). Substituído pelo Enem a partir deste ano, o Encceja avaliava alunos que completaram o ensino médio nos antigos supletivos e sempre teve caráter interdisciplinar.



Indefinição sobre bônus adia abertura de inscrição na UFMG  (Estado de Minas – Vestibular – 30/07/09)

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) decidiu adiar para 12 de agosto o início das inscrições para o vestibular 2010. A retificação no edital foi publicada no Diário Oficial Minas Gerais desta quinta-feira. Antes, as inscrições começariam no dia 7 de agosto. A Comissão Permanente do Vestibular (Copeve) explica que o Conselho Universitário se reunirá em 4 de agosto para debater a resolução que instituiu o sistema de bônus. “Decidimos alterar a data de abertura das inscrições, porque caso seja aprovada alguma alteração do sistema de bônus pelo Conselho no dia 4, não haverá tempo hábil para publicação de um edital de retificação antes do dia previsto para o início das inscrições, dia 7 de agosto”, justificou a coordenadora da Copeve, Vera Resende. A data de encerramento das inscrições permanece a mesma, 8 de setembro. O sistema de bônus no processo seletivo da UFMG foi adotado, pela primeira vez, no vestibular 2009. Atualmente, no ato da inscrição, o candidato que comprove ter cursado e ter sido aprovado nas quatro últimas séries do Ensino Fundamental e todo o Ensino Médio em qualquer escola pública do país poderá optar por concorrer ao programa de bônus de 10% em sua nota final, em cada uma das etapas do concurso. Além disso, o candidato oriundo de escola pública, que preencha os requisitos acima, e que se autodeclare negro, aí se enquadrando os pardos e pretos, também poderá optar por concorrer pelo Programa de Bônus de 15%, em sua nota final, em cada uma das etapas do Concurso. A avaliação anual do sistema de bônus está prevista na resolução do Conselho Universitário que instituiu esse mecanismo de inclusão. Segundo a resolução, aprovada pela UFMG em 15 de maio de 2008, a avaliação é anual até 2012, e neste período o programa poderá continuar como foi implantado, sofrer modificações ou mesmo ser extinto.