01/02/2004 / Em: Releases

 

98 candidatos provenientes de famílias de baixa renda, que tiveram isenção da taxa de inscrição, foram aprovados no Vestibular 2.004 da Unicamp. Outros 166 constam da lista de espera. Os números já superam os do Vestibular passado, quando a Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) registrou 87 aprovados entre os beneficiados com a medida. Neste ano a Comvest dobrou o número de isenções integrais (75 reais) concedidas, passando de 2.674 para 4.592, através da inclusão de todos os candidatos aptos, levando-se em conta os valores totais previstos para o programa e, principalmente, a sua relevância social.

O objetivo da Unicamp é facilitar o acesso ao Vestibular de uma universidade pública gratuita e de qualidade a estudantes provenientes de famílias de baixa renda, que provavelmente teriam dificuldades em pagar a inscrição.
Para ter direito à isenção o candidato deveria preencher alguns requisitos como ter cursado o ensino fundamental (1º grau) e médio (2º grau) integralmente em instituições das redes públicas de educação, estar integrado a domicilio com renda bruta correspondente a R$ 389,39 mensais por morador, já ter concluído ou estar concluindo este ano o ensino médio e ser residente e domiciliado no Estado de São Paulo.

A Comvest ressalta que, uma vez matriculados, estes estudantes têm a possibilidade de serem contemplados pelo Programa de Bolsas-Auxílio para que tenham condições de se manter economicamente. O Serviço de Apoio ao Estudante (SAE) da Unicamp realizará análise socioeconômica familiar e visita domiciliar para o processo de seleção dos candidatos às Bolsas Moradia, Alimentação, Trabalho e Transporte. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones do SAE: (19) 37886532 / 37886507.