14/08/2006 / Em: Releases

 

Para o Vestibular 2007, 7219 candidatos não vão pagar a inscrição, o que significa 374 a mais que no ano anterior

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) vai beneficiar 7219 candidatos com a isenção da Taxa de Inscrição para o Vestibular 2007. O número supera em 5% o do ano anterior, quando 6845 candidatos se beneficiaram, e é o maior já registrado pela Comvest, com exceção do Vestibular 2005 (7969 isentos). Todos os estudantes que solicitaram isenção e preencheram os requisitos básicos, foram beneficiados. Este ano, a Comvest recebeu 9481 pedidos. A lista de beneficiados está disponível em www.comvest.unicamp.br. Os candidatos beneficiados vão receber carta por correio contendo o código de isento necessário para que façam a inscrição no Vestibular sem precisar pagar a taxa, que será de 100 reais para o Vestibular 2007. As inscrições acontecem de 28 de agosto a 06 de outubro exclusivamente pela internet.

As isenções da Taxa de Inscrição do Vestibular da Unicamp foram oferecidas em três modalidades. A maior parte das isenções concedidas (66%) foi para a modalidade 1, dirigida a estudantes provenientes de família baixa renda, que tenham cursado ensino fundamental e médio em escolas públicas, em que 4833 estudantes receberam o benefício. Já na modalidade 2, para funcionários da Unicamp/Funcamp, 28 candidatos (1%) tiveram isenção da taxa de inscrição. Na modalidade 3, para todos os candidatos aos cursos de Licenciatura em período noturno (Ciências Biológicas, Física, Letras, Licenciatura Integrada Química/Física e Pedagogia-Licenciatura), que tenham feito ensino fundamental e médio em escolas públicas, 2358 (33%) foram beneficiados.

O programa de isenção do Vestibular Nacional da Unicamp é parte do Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (PAAIS), que prevê que estudantes que tenham cursado todo o ensino médio na rede pública brasileira recebam 30 pontos a mais na nota final da segunda fase. Candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas que tenham cursado o ensino médio em escolas públicas também têm, além dos 30 pontos adicionais, mais dez pontos acrescidos à nota final. A participação no PAAIS é opcional e deve ser indicada no formulário de inscrição. Com o PAAIS, o número médio de candidatos isentos matriculados na Unicamp mais do que dobrou, passando de 99 matriculados/ano antes do PAAIS (2003 e 2004) para 213 matriculados/ ano com o PAAIS (2005 e 2006).

Exemplo a ser seguido

Uma mobilização de toda a escola e que deu resultado positivo. Assim pode ser definida a participação da Escola Estadual Professora Marlene Frattini, na periferia de Matão, região de Araraquara, no programa de isenção. A mobilização de alunos, professores, da coordenação pedagógica e direção e até dos funcionários da escola começou quando receberam a informação sobre o calendário da isenção deste ano na Unicamp. A coordenadora pedagógica, Poliana de Souza, conta que para espalhar a notícia entre os cerca de 160 alunos do último ano do ensino médio contou com a ajuda da professora de Química Ana Cristina, ex-aluna de graduação da Unicamp. “Como a professora Ana Cristina conhece bem a Unicamp, motivou muito os alunos a pedirem a isenção da taxa de inscrição para poderem prestar o Vestibular este ano”, conta Poliana.

A partir daí, começou a etapa de preenchimento dos formulários na página eletrônica da Comvest e da coleta dos documentos dos alunos interessados em participar da isenção. Todos puderam usar a estrutura da própria escola. “Para isso, contamos com a ajuda fundamental do nosso secretário, o sr. José Carlos, que nos auxiliava na hora de reunir a documentação necessária. Foi um trabalho de formiguinha, chegamos a ligar na  casa dos alunos à noite para deixar tudo pronto!”, disse Poliana.

O esforço valeu a pena. Dos 42 alunos que decidiram enviar o pedido de isenção, 40 tiveram o pedido aprovado e não vão precisar pagar a taxa do Vestibular Unicamp 2007. “Isso é fundamental, já que a situação financeira dos alunos é difícil e muitas vezes eles acabam não prestando vestibular por causa da taxa de inscrição”, conta Poliana.

De acordo com a coordenadora, a ansiedade para saber o resultado foi compensada com a boa notícia nessa semana. “Tenho certeza que até as famílias ficaram muito felizes com isso”, completou a coordenadora.