Distribuição de Notas – 2ª fase – Língua Portuguesa

 

Questões
Geral
Grupo com desempenho Inferior
Grupo com desempenho Intermediário
Grupo com desempenho Superior
Índice de Facilidade
Índice de Discriminação
Extremos da prova
Média
DP
1
2,4
1,1
1,7
2,4
2,9
0,6
0,3
2
1,7
1
1,2
1,7
2,2
0,4
0,3
3
1,6
1,1
0,9
1,6
2,3
0,4
0,4
4
1,6
1,1
1
1,6
2,2
0,4
0,3
5
3,2
0,7
2,9
3,3
3,6
0,8
0,2
Mais fácil, menor discriminação
6
1,5
0,9
1
1,5
2
0,4
0,3
7
2,4
1,3
1,2
2,6
3,2
0,6
0,5
8
1,6
1,1
0,6
1,7
2,5
0,4
0,5
9
1,9
0,9
1,2
2
2,5
0,5
0,3
10
1,7
1
0,9
1,7
2,5
0,4
0,4
11
1,2
1,3
0,3
1,1
2,4
0,3
0,5
Mais difícil, mais dispersa, maior discriminação
12
2
1,3
0,9
2,2
3
0,5
0,5

Na prova de Língua Portuguesa e Literaturas houve duas coincidências. A questão mais fácil da prova foi também aquela que menos discriminou os candidatos: a questão 5, com nota média de 3,2 pontos em 4 (IF igual a 0,8 e ID igual a 0,2). Já a questão 11 foi a mais difícil da prova e também a que mais contribuiu para discriminar os candidatos, com nota média de 1,2 ponto (IF igual a 0,3) e um índice de discriminação de 0,5. As questões solicitavam aos candidatos, respectivamente, a interpretação do novo acordo ortográfico, a partir de uma tirinha de história em quadrinhos, e de um trecho do livro as Cidades e as Serras, de Eça de Queirós.

Versão para impressão