07/11/2007 / Em: Releases

 

 

Ao chegar ao quarto ano de vigência, o PAAIS – Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social da Unicamp – se reafirma como instrumento eficaz de inclusão social sem cotas, ao manter ou aumentar a participação de estudantes de escolas públicas na Unicamp, através do vestibular. Neste ano, 13.916 candidatos optaram por participar do Programa, o que representa 28% do total de inscritos do Vestibular Unicamp 2008. O número superou o do ano passado, quando 26,8% dos inscritos (13.470) participaram do PAAIS. O Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social da Unicamp prevê a concessão de 30 pontos adicionais à nota final para candidatos que fizeram todo o ensino médio em escolas da rede pública e outros 10 pontos a mais para aqueles que, além de terem feito o ensino médio em escolas públicas, se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas.

Neste ano, aumentou ligeiramente o número de inscritos que fizeram todo o ensino médio em escolas da rede pública: eles representam 30% (14.703) do total de candidatos do Vestibular Unicamp 2008, contra 29% (14.630) no ano passado – mantendo a tendência histórica de cerca de 30% de participação deste grupo no Vestibular Unicamp. Com relação à etnia/raça, os índices entre os inscritos vêm se mantendo estáveis nos últimos dois vestibulares. O percentual de inscritos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas fica em torno dos 17% (8.493).

Sobre a isenção da taxa de inscrição do Vestibular Unicamp, outro aspecto que integra o PAAIS, 12% dos candidatos (5.771) foram beneficiados e não precisaram pagar a inscrição no vestibular este ano, número ligeiramente superior aos 11% do ano anterior (5.666).