Curso forma profissionais colaborativos para atuar nas várias instâncias da criação cênica

Pensando o teatro

 

O curso de Artes Cênicas da Unicamp tem o objetivo de formar profissionais, aptos a trabalhar nos diversos campos abertos às atividades de artes cênicas, conscientes de seu papel na sociedade e capazes de dialogar com as diversas questões individuais e coletivas do homem contemporâneo. A pesquisa teatral, que reflete sobre as possibilidades da arte na sociedade contemporânea, tem se alimentado do diálogo com diversas áreas de conhecimento numa perspectiva mais ampla para a atividade da cena. Nessa direção, o aluno, em sua formação de artista da cena, é introduzido em discussões que relacionam sua prática com um largo campo de questões e incentivado a uma complementação autônoma com experiências comunitárias, intercâmbios e diversas e articulação de saberes.

Projeto pedagógico
O projeto pedagógico do curso de Artes Cênicas da Unicamp pauta-se no trabalho do ator, na formação de um artista capaz de compor a cena “por dentro”, a atuação estando no princípio do teatro. Situado no centro desse saber, o artista da cena conhece as práticas de atuação e amplia seu olhar para toda a concepção da linguagem.

Nos dois primeiros anos do curso, o aluno entrará em contato com conhecimentos variados relacionados ao fazer e ao pensar teatro. Essa etapa inclui o aprendizado experimental de práticas específicas, corporais e vocais, e um cabedal de informações, em diversos tipos de linguagens, de modo a capacitá-lo na ampliação e aperfeiçoamento de seu vocabulário expressivo e presença cênica, que envolvem, inclusive, os aspectos de brasilidade de nossa vivência cultural. Nessa direção, a formação teórico-crítica do aluno nessa fase foca a compreensão do fenômeno teatral, tanto em sua universalidade como em sua especificidade.

Na segunda fase do curso, que compreende os dois últimos anos, o aprendizado do aluno-artista ocorre por meio de projetos integrados de criação cênica e experiências do fazer teatral que se desenvolvem da concepção de uma ideia à apresentação pública de um espetáculo ou exercício cênico. São quatro momentos sucessivos, um a cada semestre, e que têm início com uma montagem cênica de fonte não dramatúrgica, seja ela literária, iconográfica ou de tradição oral, entre outras possibilidades, priorizando o aprendizado de práticas de construção da escrita cênica. No semestre seguinte, o trabalho é focado em uma fonte dramatúrgica de tradição narrativa, tal como tragédia, teatro épico, comédias clássicas, farsas, autos etc; no terceiro, os trabalhos de encenação e atuação concentram-se nos aspectos individualizantes da personagem propiciando aos atores a criação de indivíduos com coerência psico-física; finalmente, no último semestre do curso, os próprios alunos irão desenvolver seus projetos finais, com a orientação de um ou mais professores.

O perfil do profissional formado pelo curso é de um artista colaborativo, com funções flexíveis dentro de uma equipe de trabalho, com múltiplas possibilidades de atuação nas várias instâncias da criação cênica.

 

 

 

 

 

 

Vida Acadêmica

 

 



Galeria de imagens
INSTITUTO DE ARTES