Vagas pelo Enem

Leia o Edital Enem 2020!

A prestação de informações falsas ou a apresentação
de documentação inidônea pelo estudante, apurada
posteriormente à matrícula, em procedimento que lhe
assegure o contraditório e a ampla defesa, ensejará
o cancelamento da sua matrícula junto à Unicamp. 

 

 

 

 

 

 

 

 

                     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                    

Caso seja comprovada alguma fraude quanto à autodeclaração,
mesmo posteriormente à matrícula, o desligamento será
automático a qualquer instante da vida acadêmica
do estudante.

A Unicamp vai preencher 639 vagas (20% das vagas existentes) para ingresso nos cursos de graduação em 2020 por meio do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio. Consulte as vagas por curso. Veja a quem se destinam essas vagas: 1. candidatos que tenham cursado integralmente o ensino médio em escola pública ou que tenham obtido a certificação do ensino médio pelo Enem até o ano de 2016 ou exames oficiais (candidatos devem declarar não ter cursado o período realizado no ensino médio em escola particular); 2. candidatos autodeclarados pretos e pardos; 3. candidatos que tenham cursado integralmente o ensino médio em escola pública ou que tenham obtido a certificação do ensino médio pelo Enem até o ano de 2016 ou exames oficiais (candidatos devem declarar não ter cursado o período realizado no ensino médio em escola particular) e sejam autodeclarados pretos, pardos ou indígenas. A distribuição de vagas segue os seguintes percentuais por curso:

50% do total de vagas de cada curso para o segmento 1.

25% do total de vagas de cada curso para o segmento 2.

25% do total de vagas de cada curso para o segmento 3.

 

 

 

Os candidatos que concorrem à reserva de vagas de escola pública deverão comprovar, no momento da matrícula, pertencer a um dos três casos previstos, mediante entrega de cópia, autenticada em Cartório ou acompanhada do original, de:

I – Histórico Escolar completo do Ensino Médio realizado em estabelecimentos da rede pública brasileira (federal, estadual, municipal), ou;

II – Certificado ou declaração de conclusão do Ensino Médio por meio do Enem (até 2016) ou ENCCEJA, ou;

III – Histórico Escolar do Ensino Médio supletivo, EJA, modalidades presencial, semipresencial e a distância, realizado em estabelecimentos da rede pública nacional, de forma que o documento possua, no original, visto confere emitido pelas Secretarias Estaduais ou Municipais de Educação. Tendo cursado algum dos anos do Ensino Médio regular antes da realização do Exame, o candidato deverá apresentar declaração e Histórico Escolar que comprovem não ter cursado o referido período em escola privada.
IV – Declaração de que não cursou, em nenhum momento, parte do Ensino Médio em
escola particular, mesmo como bolsista, conforme modelo previsto no Anexo V do Edital.

O candidato convocado que não apresentar os documentos comprobatórios exigidos
estará eliminado da seleção e terá a matrícula na Unicamp negada.

 

 

 

 

Para ter direito à ação afirmativa por critério étnico-racial, os estudantes selecionados que concorreram às vagas reservadas aos autodeclarados pretos ou pardos deverão possuir traços fenotípicos que os caracterizem como negro, de cor preta ou parda. A autodeclaração a ser assinada e entregue no ato da matrícula deve seguir o modelo indicado no Anexo III do Edital. Os optantes pelas vagas indígenas neste edital deverão apresentar declaração seguindo o modelo no Anexo IV do Edital. As informações apresentadas quanto à autodeclaração étnico-racial são de responsabilidade dos candidatos.

Caso um candidato apresente informações inverídicas, a qualquer instante, está sujeito às normas legais relacionadas às leis de reserva de vagas.

Os candidatos optantes pelas cotas autodeclarados pretos, pardos e indígenas poderão ser submetidos a uma Comissão de Averiguação, designada pela Diretoria Executiva de Direitos Humanos, a qualquer momento do processo seletivo ou, caso aprovados, de seu vínculo acadêmico com a instituição, preservando-se o direito a recursos e regras estabelecidas pela Unicamp.

 

 

 

 

 


 

Formulário de inscrição e alteração

As inscrições para o processo seletivo Enem-Unicamp 2020
são feitas exclusivamente na página da Comvest,
de 21/10 a 21/11 de 2019.

 

                       

As inscrições serão feitas pelo Formulário de Inscrição Enem (que estará disponível nesta página), a partir das 9 horas do dia 21 de outubro até as 17 horas do dia 21 de novembro de 2019 (horário de Brasília).

Somente é possível realizar uma inscrição por CPF, tanto para candidatos pagantes da taxa de inscrição, como para candidatos isentos do pagamento da taxa de inscrição. Em caso de necessidade de alteração de dados da inscrição, os candidatos deverão acessar e preencher o Formulário Eletrônico de Alteração de Dados. Em caso de alteração, será considerado válido apenas o último formulário de alteração preenchido dentro do prazo determinado. 

Candidatos de nacionalidade brasileira e candidatos estrangeiros, portadores do CRNM – Carteira de Registro Nacional Migratório, deverão informar o número do CPF ao preencher o Formulário de Inscrição. Será aceito exclusivamente o número do CPF do candidato, não podendo ser utilizado o CPF de responsável. Além do número do CPF, deverá ser informado o número de um documento de identificação com fotografia, podendo ser cédula de identidade (RG), passaporte, CRNM, carteira expedida por Ordens ou Conselhos reconhecidos por lei ou Carteira Nacional de Habilitação que contenha a foto do candidato.

O valor da taxa de inscrição é de 30 reais. Para candidatos inscritos no Vestibular Unicamp 2020, que efetuaram pagamento integral, a taxa será de 15 reaisCandidatos que foram contemplados com a isenção da taxa por critério socioeconômico na Isenção 2020 terão a isenção validada também para este processo seletivo. A efetivação da inscrição se dará, para os não contemplados com a isenção, após o pagamento do boleto exclusivamente na rede bancária até o dia 25 de novembro de 2019. A situação da inscrição deverá ser consultada pelo candidato, a partir de 72 horas após o pagamento da taxa. Qualquer irregularidade deverá ser comunicada imediatamente à Comvest.

Cada candidato deverá se inscrever em apenas um dos segmentos definidos acima. Cada candidato poderá se inscrever em até dois cursos de graduação, declarando a ordem de sua opção (1ª ou 2ª opção). Consulte as vagas por curso. Em cada curso, serão convocados por ordem decrescente da Nota Final Enem, os candidatos que optaram pelo curso em 1ª opção. Havendo vagas não preenchidas, serão convocados por ordem decrescente da Nota Final Enem todos os candidatos que optaram pelo curso como 2ª opção.

 

 

Provas e classificação

 

 

              

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os candidatos inscritos poderão utilizar sua pontuação
no Enem considerando-se, exclusivamente, as duas
edições do Enem anteriores ao ano de ingresso na Unicamp.
 

 

As provas do Enem, bem como os programas, formato e conteúdos, são de responsabilidade do Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa Anísio Teixeira (INEP), vinculado ao Ministério da Educação (MEC). As datas e locais de prova são definidos pelo INEP/MEC. A Comvest é responsável apenas pela sistematização das inscrições, classificação de acordo com os critérios definidos pelos cursos e pela convocação dos candidatos selecionados.

 

Para efeito de composição da nota final Enem do candidato (NFE), a nota de Redação será padronizada. A padronização atribuirá 500 pontos à média e 100 pontos ao desvio padrão. A nota padronizada de Redação (NR) do candidato será dada por:

NR = 500 + (N – M) x 100/DP, onde

  1. N é a nota obtida pelo candidato informada pelo INEP na prova de Redação;
  2. M é a média das notas na prova de Redação de todos os candidatos inscritos que obtiveram nota maior do que 0. M será arredondada para uma casa decimal com precisão de 0,5;
  3. DP é o desvio padrão da distribuição de notas da prova de Redação de todos os candidatos inscritos que obtiveram nota maior do que zero. DP será arredondado para uma casa decimal com precisão de 0,5;
  4. a nota padronizada NR de cada candidato será arredondada para uma casa decimal com precisão de 0,1.

 

 

 

 

Ao candidato será atribuída a Nota Final ENEM (NFE) por opção de curso. A NFE será dada por:

NFE = (p_m NM + p_LC NLC + p_CN NCN + p_CH NCH + p_R NR) / (p_m + p_LC + p_CN + p_CH + p_R). Em que:

NM, NLC, NCN e NCH são as notas das provas de Matemática, Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza e Ciências Humanas informadas pelo INEP. NR é a nota padronizada da prova de Redação, enquanto p_m, p_LC, p_CN, p_CH e p_R  são os respectivos pesos, conforme a tabela. A nota Final ENEM será arredondada para uma casa decimal com precisão de 0,1.

A cada curso são associadas notas mínimas de corte de acordo com a tabela de pesos e notas mínimas. Os candidatos que não atingirem os critérios de nota mínima serão eliminados do processo.

 

Em cada segmento, os candidatos serão classificados em ordem decrescente da Nota Final ENEM, considerando-se as exigências de cada curso quanto à nota mínima e pesos de cada prova. As notas mínimas e os pesos, para cada curso, estão indicados aqui e no Anexo II do Edital.

Primeiramente, serão convocados os candidatos que optaram pelo curso em 1ª opção (Grupo 1). Havendo vagas não preenchidas pelo critério acima, serão convocados candidatos que optaram pelo curso como 2ª opção (Grupo 2).

 


 

Convocação nos vários sistemas de ingresso

 

Importante:

Ao efetivar a sua matrícula em dos sistemas pelo qual foi
convocado, o candidato será excluído, automaticamente,
da lista de classificação dos demais sistemas de ingresso
nos quais tenha se inscrito.

 

Os candidatos poderão se inscrever concomitantemente em mais de um dos sistemas de seleção para 2020 (Vestibular Unicamp, modalidade Enem-Unicamp, Vestibular Indígena, modalidade Vagas Olímpicas).

Caso um candidato tenha sido convocado para matrícula em um mesmo curso, na mesma chamada, no Vestibular 2020 e em outro(s) sistema(s) de seleção, a vaga a ser preenchida será a do vestibular.

Caso um candidato tenha sido convocado para matricula em cursos diferentes, na mesma chamada, no Vestibular 2020 e em outro(s) sistema(s) de seleção, o candidato fará opção, no momento da matrícula, pelo curso em que se matriculará.

Atenção: caso um candidato inscrito no mesmo curso seja convocado em qualquer sistema e não realize sua matrícula quando for convocado, seu nome será excluído das chamadas em outros sistemas.

 


 

Chamadas e Matrículas Enem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os candidatos ao ingresso pelo Enem serão convocados por ordem decrescente da Nota Final ENEM. Primeiramente, serão convocados os candidatos que optaram pelo curso em 1ª opção. Havendo vagas não preenchidas, serão convocados candidatos que optaram pelo curso como 2ª opção.

 

Haverá até cinco chamadas para matrícula por curso e por segmento de inscrição (Escola Pública, Pretos e Pardos ou Escola Pública+Pretos, Pardos ou Indígenas). A matrícula será realizada em duas etapas: as três primeiras matrículas serão eletrônicas (nessa página) e a partir da quarta chamada, de forma presencial, na unidade sede do curso.

Importante: os matriculados nas três primeiras matrículas eletrônicas deverão comparecer presencialmente para confirmação de matrícula, conforme as datas do calendário do Vestibular Unicamp 2020.

 

Durante o período de chamadas e matrículas online, os candidatos poderão cancelar a matrícula efetivada, conforme o calendário divulgado na página da Comvest. O cancelamento da matrícula é irreversível e expressa a desistência do candidato à vaga para a qual havia sido convocado, permitindo que a Comvest convoque outros candidatos para essa vaga.

As matrículas que não forem efetivadas, pelo não comparecimento dos candidatos ou por indeferimento de acordo com os critérios de reservas de vagas, permitirão a convocação nas sucessivas chamadas em cada um dos segmentos. Caso haja vagas não preenchidas após as cinco matrículas, estas serão transferidas para o Vestibular Unicamp 2020.

 

As vagas destinadas ao segmento EP serão transferidas para o grupo de vagas oferecidas em ampla concorrência do Vestibular 2019. As vagas destinadas aos segmentos PP e EP+PPI serão transferidas para o grupo de vagas reservadas para cotas étnico-raciais no Vestibular 2019.

 

O calendário para as chamadas e matrículas é o mesmo do Vestibular Unicamp 2020, bem como os procedimentos. Consulte aqui!

Consulte a documentação necessária para matrícula no Edital.

A Comvest adotará um procedimento de identificação civil dos candidatos mediante verificação do documento de identidade indicado no Formulário de Inscrição e da coleta da assinatura e das impressões digitais de cada candidato, durante a matrícula. Os candidatos que, por qualquer motivo, se recusarem a seguir esse procedimento deverão assinar três vezes uma declaração onde assumem a responsabilidade por essa decisão.

A autodeclaração para pretos, pardos e indígenas poderá ser submetida à apreciação de comissão instituída especificamente para esse fim.

Atenção: Candidatos que tenham concluído algum curso de graduação ou pós-graduação em instituição pública (federal, estadual, municipal) não poderão concorrer a nenhuma das vagas disponibilizadas por este processo seletivo.