Introdução

As disciplinas de Filosofia e Sociologia, recentemente adotadas nas orientações curriculares para o ensino médio, ainda não estão totalmente integradas aos currículos de muitos dos sistemas e escolas. Assim sendo, não é possível, no momento, detalhar seus conteúdos no que se segue abaixo. Tradicionalmente, o Vestibular Unicamp traz conteúdos dessas disciplinas incorporadas a questões de História e/ou de Geografia, o que será, gradativamente, aprofundado, até que os sistemas de ensino médio tenham adotado e desenvolvido plenamente tais disciplinas em todo o seu currículo. A proposta da Unicamp é que essas novas áreas de conhecimento venham a se integrar de forma mais aprofundada com o passar do tempo, mas sempre de acordo com o que se pratica no ensino médio, em particular naquele do sistema público.

 

Prova de Geografia

As questões envolvendo a disciplina de Geografia do Vestibular Unicamp procuram avaliar em que medida o candidato tem uma visão integrada na abordagem da natureza e da sociedade, dado que o espaço geográfico é fruto desta interação. A visão global da realidade, considerada importante, não deverá comprometer o conhecimento de seus aspectos mais específicos, que podem explicar as diferenciações regionais ou locais. Para tanto, espera-se que o candidato seja capaz de compreender a espacialização dos fenômenos a partir da interpretação de textos, gráficos, tabelas, cartogramas e mapas, ou seja, que revele capacidade para utilizar os instrumentos que a geografia dispõe para compreender e interpretar o mundo.

 

Programa

  • Projeções Cartográficas
  • Fuso Horário
  • Escala
  • Cartografia e novas tecnologias (sensoriamento remoto)
  • Dinâmicas geológica, geomorfológica e pedológica
  • Dinâmica atmosférica, a zonalidade climática e os tipos de tempo associados
  • Oceanos e mares
  • Domínios morfoclimáticos
  • Bacias hidrográficas
  • Domínios da vegetação
  • Recursos naturais
  • Riscos ambientais
  • Interferência do Homem na dinâmica dos processos naturais
  • Áreas de risco e ocupação humana
  • Gestão pública dos recursos naturais
  • A inserção do Brasil no diálogo internacional sobre meio ambiente
  • As escalas de análise geográficas e sua articulação
  • A organização político- territorial em escala mundial
  • Globalização e regionalização mundial (África, América, Ásia, Europa, Oceania)
  • Geopolítica e geoeconomia mundial: poder estatal, militar e econômico
  • Conflitos territoriais, étnicos, militares, ambientais e econômicos
  • Evolução das trocas internacionais e especialização do comércio internacional
  • Organizações multilaterais, regionais e a ONGs internacionais
  • A população no mundo: conceitos e evolução demográfica, movimentos populacionais e estrutura populacional
  • A urbanização mundial, as cidades globais e megacidades: condições de vida nas cidades e estruturação urbana
  • Os circuitos da produção mundial: indústria e agropecuária
  • Globalização financeira e produtiva e a divisão territorial do trabalho e da produção
  • Movimentos sociais mundiais e as populações tradicionais
  • A dimensão cultural na globalização
  • Geografia das redes: fluxos materiais e imateriais na globalização
  •  O meio ambiente e os recursos naturais nas relações internacionais
  •  Apropriação, ocupação e produção territorial do Brasil: gênese, consolidação e dinâmica territorial
  •  Conceitos chaves: território, espaço, paisagem, região e lugar
  •  O Brasil e sua inserção no sistema-mundo
  •  A organização político territorial do Brasil e políticas territoriais
  •  Divisão regional no Brasil
  •  A população brasileira
  •  Economia e território: industrialização e terciarização
  •  Produção agropecuária e questão agrária no Brasil
  •  Urbanização e estrutura urbana: redes, hierarquias e análise intra-urbana
  •  Infraestrutura produtiva: energia, telecomunicações, transportes
  •  Movimentos sociais no campo e nas cidades
  •  Política externa brasileira e a inserção do Estado brasileiro em organizações supranacionais
  • Questão ambiental no Brasil
  • O homem como ser social.
  • A inserção em grupos sociais: família, escola, vizinhança, trabalho.
  • Relações e interações sociais.
  • Etnias; classes sociais; gênero; geração.
  • A população brasileira: diversidade nacional e regional.
  • O estrangeiro do ponto de vista sociológico.
  • Migração, emigração e imigração;  aculturação e assimilação.
  • Diversidade e identidade cultural no Brasil
  • Cultura e comunicação de massa: música, televisão, internet, cinema, artes, literatura.
  • Desenvolvimento, mercado de trabalho, emprego e renda
  • Divisão social do trabalho.
  • Processo de trabalho e relações de trabalho.
  • Transformações no mundo do trabalho.
  • Emprego e desemprego na atualidade.
  • Segregação socioespacial e violência no Brasil
  • Violências simbólicas, físicas e psicológicas.
  • Reprodução da violência e da desigualdade social.
  • Razões para a violência.
  • Sociedade no Brasil: cidadania e democracia
  • Direitos civis, direitos políticos, direitos sociais e direitos humanos.
  • Formas de participação popular na história do Brasil.
  • Movimentos sociais contemporâneos
  • Estado e governo.
  • Sistemas de governo.
  • Organização dos poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.
  • Eleições e partidos políticos.

 

Prova de História e Filosofia

A abordagem da disciplina de História no Vestibular da Unicamp tem como objetivo valorizar a habilidade do candidato de compreender de forma crítica documentos, seus contextos e suas relações com os tempos históricos. Almeja-se, assim, destacar a criticidade em relação ao tempo presente, sempre embasada na historicidade dos temas abordados. Na prova de História também estão incluídas leituras próprias da disciplina Filosofia. Entende-se que essas disciplinas são autônomas, mas absolutamente cruciais para a compreensão de um presente de forma complexa.

 

Diversidades e complexidades do conhecimento histórico: eixos norteadores dos recortes temáticos.

  • O tempo presente e os usos do passado.
  • Leitura crítica do documento histórico e análise reflexiva dos contextos em questão.
  • Os procedimentos de uma história não eurocêntrica: povos, sociedades e culturas em um contexto plural.
  • A noção de cidadania e os direitos civis, sociais e políticos.

 

Antiguidade Clássica

  • O conceito de Antiguidade.
  • O surgimento do Estado e as formas de poder político na Antiguidade.
  • As civilizações da Antiguidade clássica: Grécia e Roma – aspectos sociais, políticos, econômicos e culturais.
  • O surgimento da filosofia e seus pensadores.
  • A passagem do mundo antigo para o período medieval: crise social e movimentos migratórios; formação e desenvolvimento do feudalismo europeu; o comércio e a vida urbana.

 

Período medieval

  • Significados e usos do conceito de medievo.
  • Poder político e imaginário cristão; organização social, arte e cultura; fé e razão no pensamento medieval.
  • As relações entre o ocidente medieval, o império bizantino e o mundo árabe.
  • Islamismo: origens, expansão, processos sociais, econômicos e culturais.
  • A diversidade política, social e cultural da África antes dos processos coloniais: os impérios da costa ocidental e as cidades-estado da costa oriental.
  • A crise do feudalismo e as origens do capitalismo na Europa Ocidental.

 

Período moderno

  • Renascimento e Reformas: fundamentos artísticos, científicos e religiosos; conflitos culturais e religiosos.
  • O pensamento moderno: filosofia, religiosidade e ação política O Estado Moderno: a formação das monarquias confessionais, o absolutismo e o mercantilismo.
  • Expansão marítima europeia; descobrimentos e choques culturais; formação dos impérios coloniais.
  • Conquista e colonização das Américas: religião, política, cultura, economia  e sociedade coloniais.
  • Indígenas e africanos: missionação, identidades, formas de resistência e de interação no mundo colonial americano.
  • Iluminismo: correntes filosóficas e experiências sociais.
  • A crise do Antigo Regime europeu:  Liberalismo e revoluções burguesas.

 

Período contemporâneo

  • A crise dos impérios coloniais, os processos de independência e a formação dos Estados-nações nas Américas.
  • A consolidação do Estado burguês; nacionalismo e revoluções no século XIX.
  • As transformações do mundo do trabalho: a formação do sistema fabril e do trabalhador assalariado; industrialização e urbanização; as doutrinas socialistas; abolicionismos e a crise do escravismo; permanências e rupturas nas formas de escravidão; as migrações em massa.
  • Pensamento e cultura no século XIX: filosofia, arte e política.
  • O imperialismo europeu; expansão industrial e nova partilha colonial.
  • O pensamento filosófico no século XIX.
  • O Brasil no século XIX – da chegada da corte portuguesa à proclamação da República: aspectos políticos, econômicos, sociais e culturais.
  • Intelectuais, imprensa e protagonismos politico-culturais nas Américas.
  • A questão da escravidão e do tráfico transatlântico: processos e legados.
  • A República no Brasil até 1930: política, movimentos sociais, economia, crises e cultura.
  • O Brasil entre 1930-1945: política, movimentos sociais, economia, crises e cultura.
  • As revoluções no século XX: México, Rússia, China, Cuba.
  • A crise do liberalismo político e econômico após 1929.
  • Fascismos e regimes totalitários.
  • As guerras mundiais e a formação de um mundo polarizado.
  • A guerra fria e as zonas de tensão internacional.
  • Populismos na América Latina e na Europa.
  • Origens históricas dos conflitos no Oriente Médio. A criação de Israel e a questão palestina.

 

História do tempo presente

  • Os processos de descolonização na África e na Ásia.
  • A ditadura civil-militar no Brasil (1964-1985): estado de exceção, processos sociais, políticos, culturais, a questão das memórias e a violação dos direitos humanos.
  • O Brasil após-1985: política, movimentos sociais, economia, crises e cultura.
  • Cultura de massas, artes, movimentos alternativos, militarismo, ditaduras e redemocratizações na América Latina.
  • O fim dos regimes comunistas na Europa e a nova ordem mundial.
  • Transformações no mundo árabe.
  • O processo de globalização: dinâmicas e tensões.
  • Protagonismos, conquistas femininas e debates de gênero.
  • Multiculturalismo, transformações sociais, comportamentais e culturais no século XXI.