20/11/2005 / Em: Releases

 

Dos 49.606 inscritos no Vestibular Unicamp 2006, 47.210 fizeram a prova da primeira fase neste domingo, 20 de novembro, em 25 cidades brasileiras: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Porto Alegre, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos. A abstenção geral registrada, de 4,8%, foi menor do que a da primeira fase do ano passado de 5,4%. O tema da prova foi “meios de transportes”. As propostas para a Redação e as 12 Questões Gerais foram formuladas a partir da temática envolvendo os transportes. A lista de aprovados na primeira fase sai dia 20 de dezembro em www.comvest.unicamp.br, juntamente com os locais de prova da segunda fase, que acontece entre os dias 15 e 18 de janeiro de 2006. As provas de aptidão, para os cursos que as exigem, serão feitas entre 23 e 26 de janeiro, em Campinas e Piracicaba (Odontologia). A prova está disponível na página da Comvest na internet, bem como os índices de abstenção por cidade.

As questões abordaram temas atuais como o biodiesel, gás natural, tsunamis e acidentes com veículos. Para o coordenador do Vestibular, professor Leandro Tessler, a prova temática da Unicamp ajuda a mostrar que o conhecimento não é compartimentado, mas contínuo. Cinco das 12 questões da prova da primeira fase deste ano, além da coletânea de textos para elaboração da redação, usaram imagens gráficas como tabelas, gráficos e esquemas em seus enunciados. As figuras têm relação com a linguagem cotidiana dos jovens, que estão acostumados com imagens nas diversas formas de leituras que fazem.

Este ano, pela primeira vez, a Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp, Comvest, aumentou o tempo mínimo de permanência dos candidatos nas salas, que passou de 1h30m para 2h30m. O objetivo é evitar que as respostas sejam divulgadas muito tempo antes do término da prova, coibindo assim tentativas de fraude. Outro investimento em segurança, que aconteceu pela primeira vez durante a primeira fase, foi o processo de identificação civil dos candidatos através da coleta de impressão digital. O processo já havia sido aplicado no vestibular passado, porém somente na segunda fase.

A prova da primeira fase da Unicamp inclui a redação e 12 questões gerais de natureza discursiva das disciplinas: Matemática, Física, Química, Biologia, História e Geografia. Os candidatos tiveram quatro horas para a realização do exame. 60 pontos são atribuídos à redação e 60 pontos às questões gerais, perfazendo o total de 120 pontos. São eliminados do Vestibular, os candidatos que obtiverem nota 0 (zero) em qualquer um dos dois componentes desta prova: componente 1 – redação e componente 2 – questões gerais. Os candidatos são classificados por ordem decrescente da nota obtida nas questões gerais. Os candidatos mais bem classificados, até oito vezes o número de vagas em cada curso, terão sua redação corrigida. Se os próximos candidatos da lista obtiverem nota maior ou igual a 30 pontos nas questões gerais, também terão sua Redação corrigida, até que seja atingido o limite de 12 vezes o número de vagas em cada curso. Os candidatos cuja redação não for corrigida ficam eliminados do Vestibular.