Comvest registra 13 mil inscrições. Veja a relação candidatos-vaga, abaixo.

Calendário – Matrículas – Enem 2022
Instruções para matrícula

Relação candidatos-vaga
Edital 2022
Vagas
Notas mínimas exigidas

 

A Comvest está divulgando o balanço das inscrições no processo seletivo Enem-Unicamp 2022. No total, 13.421 estudantes se inscreveram este ano na modalidade, distribuídos nos três segmentos de inscrição: estudantes que cursaram todo o ensino médio na rede pública (9.252 inscritos); estudantes autodeclarados pretos e pardos (1.639 inscritos); e estudantes de escolas públicas que também se autodeclararam pretos, pardos ou indígenas (2.530 inscritos). O número é cerca de 23% menor do que aqueles registrados nas duas edições anteriores, para ingresso em 2020 e 2019, quando 17.367 e 17.977 estudantes se inscreveram respectivamente. A modalidade não foi oferecida para ingresso em 2021. Acesse a tabela com o total de inscritos por curso e a relação candidatos-vaga.

Entre os cursos mais procurados estão: Medicina (Integral), Arquitetura e Urbanismo (Noturno), Ciência da Computação (Noturno), Comunicação Social – Midialogia (Integral), Enfermagem (Integral), Ciências Biológicas (Integral), Ciências Econômicas (Noturno), Farmácia (Integral), Odontologia (Integral) e História (Integral).

São oferecidas 639 vagas pela modalidade Enem-Unicamp 2022 e os candidatos puderam fazer até duas opções de curso. Os estudantes concorrem com as notas do Enem 2021 e/ou 2020. As inscrições foram realizadas em novembro.

Convocação

Haverá até cinco chamadas para matrícula online. As datas do calendário de matrícula coincidirão com as datas do Vestibular Unicamp 2022, a partir da segunda chamada do Vestibular. Veja o calendário de matrículas do Enem-Unicamp 2022.

Assim como no Vestibular Unicamp, para ter direito às cotas por critério étnico-racial, os estudantes autodeclarados pretos ou pardos deverão possuir traços fenotípicos que os caracterizem como negro, de cor preta ou parda. Esses estudantes deverão assinar e subir no sistema, no ato da matrícula, uma declaração, especificada no Edital. Os candidatos optantes pelas cotas étnico-raciais deverão ser submetidos a uma Comissão de Averiguação, designada pela Diretoria Executiva de Direitos Humanos. Os optantes pelas vagas indígenas também deverão apresentar a declaração e poderão ser submetidos a uma Comissão de Averiguação. Os modelos das declarações estão no Edital e na página da Comvest.

Provas
As provas do Enem são de responsabilidade do Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa Anísio Teixeira (INEP), vinculado ao Ministério da Educação. As notas do Enem 2021 só poderão ser utilizadas para o ingresso na Unicamp, caso o INEP disponibilize o cadastro e as notas em tempo hábil para a classificação dos candidatos. Isso não interfere no uso das notas do Enem 2020 daqueles candidatos que desejarem utilizá-las, dado que já estão disponíveis.

Modelos de declaração

Autodeclaração Pretos e Pardos ENEM 2022

Autodeclaração Indígenas ENEM 2022

Autodeclaração Escola Pública ENEM 2022

Histórico Enem-Unicamp

Para ingresso em 2021, a Comvest não realizou a modalidade de ingresso Enem-Unicamp, tendo em vista que a mudança de datas do exame pelo Instituto Nacional de Educação e Pesquisa (Inep), que impossibilitou que a Comissão recebesse os resultados a tempo das matrículas na Unicamp em 2021. Todas as 639 vagas previstas pelo edital foramtransferidas para o Vestibular Unicamp 2021. Os percentuais de reserva de vagas do edital Enem-Unicamp de 15% para candidatos de escola pública (sendo 10% para candidatos de escola pública e 5% para candidatos de escola pública autodeclarados pretos e pardos) e de 10% para candidatos autodeclarados pretos e pardos (sendo 5% para candidatos de escolas públicas e 5% para candidatos das demais escolas) ficaram garantidos no Vestibular Unicamp. Para informações sobre o último processo Enem-Unicamp realizado, acesse.