02/06/2010 / Em: Clipping

 


Unicamp decide participar da avaliação do Enade  (Folha Online – Educação – 01/06/10)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) decidiu participar do Enade, exame do governo federal que avalia o desempenho dos universitários, a partir deste ano. A decisão foi tomada em reunião da Comissão de Ensino, Pesquisa e Extensão na tarde desta terça-feira. A sugestão de participar do exame foi de um grupo de dez professores que estuda desde o ano passado avaliações de cursos de graduação, além de receber representantes do Ministério da Educação que participaram da elaboração do Enade. Agora, a USP (Universidade de São Paulo) é a única instituição que não participa do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, regulamentado em abril de 2004 em substituição ao antigo Provão. “Tínhamos uma série de críticas à implantação e metodologia do novo sistema, como a prova por amostragem e a não adoção das visitas in loco e de outros indicadores consolidados no Provão. Ainda temos críticas e sugestões, mas o exame foi bastante aprimorado”, afirmou Marcelo Knobel, pró-reitor de graduação da Unicamp.

Unicamp decide participar de avaliação do Enade (Folha de S.Paulo – Cotidiano – 02/06/10)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) decidiu participar do Enade, exame do governo federal que avalia o desempenho dos universitários, a partir deste ano. A decisão foi tomada em reunião da Comissão de Ensino, Pesquisa e Extensão na tarde de ontem. Agora, a USP é a única instituição que não participa do sistema de avaliação, regulamentado em abril de 2004 em substituição ao antigo Provão. “Ainda temos críticas e sugestões, mas o exame foi bastante aprimorado”, afirmou Marcelo Knobel, pró-reitor de graduação da Unicamp.
Neste ano, serão avaliados pelo Enade cerca de 4.500 cursos de graduação do país. Participam do exame estudantes ingressantes e concluintes.

Ensino médio (Folha de S.Paulo – Editorial – 02/06/10)

É bem-vinda a alusão do candidato José Serra ao tema do ensino médio. Em palestra a empresários, o postulante tucano à Presidência defendeu a ampliação do número de escolas técnicas no país e a concessão de bolsas a alunos de cursos profissionalizantes. As medidas, ele diz, poderiam ser vinculadas ao Bolsa Família -e representar uma “porta de saída”, algo que, de fato, o programa precisa oferecer. A carência de educação de qualidade no Brasil, no entanto, ultrapassa o universo dos que recebem complementação de renda. Por constituírem um direito dos brasileiros e uma prioridade do país, é recomendável que iniciativas como as mencionadas pelo candidato não se restrinjam a grupos específicos de cidadãos.
Universalizar o ensino médio deveria ser o principal objetivo do próximo presidente da República no âmbito da educação. A necessária ampliação do acesso a esse nível de escolaridade não ocorreu na última década. Praticamente todas as crianças entre 7 e 14 anos frequentam os bancos escolares, mas quase 20% dos adolescentes entre 15 e 17 anos estão fora da escola -parcela que mudou pouco desde 2001. Mesmo entre os matriculados, grande parte não cursa o ano letivo adequado à sua idade. A baixa qualidade educacional reflete-se no fraco desempenho do país em exames internacionais de avaliação, nos quais os resultados são inferiores aos de nações com nível de renda similar. Não surpreende que estudantes sintam-se desmotivados com aulas que falham em prepará-los para entrar tanto na universidade quanto no mundo do trabalho. O crescimento da economia brasileira a taxas mais expressivas já esbarra no gargalo da educação. Empresas em busca de mão de obra capacitada são compelidas a promover o treinamento de candidatos a profissionais -pois saem da escola despreparados. Ainda que as credenciais de Serra e do PSDB não sejam as melhores nesse setor, consideradas as carências da rede estadual de ensino paulista, o candidato acerta ao abordar um tema estratégico para o futuro do país.



Ministro quer 10 milhões de universitários no País (IG – Último Segundo/Educação – 01/06/10)

O ministro da Educação, Fernando Haddad, acredita que a meta de universitários do Brasil na próxima década deve ser de 10 milhões. A afirmação foi feita durante abertura do seminário internacional Cursos Superiores de Tecnologia: Educação e o Mundo do Trabalho, que termina nesta terça-feira em Brasília. “É necessário que pelo menos 50% dos jovens entre 18 e 24 anos cursem a educação superior”, ressaltou. Hoje, 5,8 milhões de estudantes estão matriculados nas instituições de ensino superior em 25 mil cursos. Segundo ele, a tendência é que, nos próximos anos, a oferta de cursos superiores de tecnologia e na modalidade a distância aumente e, com isso, seja mais fácil alcançar a meta. “Estamos criando um paradigma de qualidade com a Universidade Aberta do Brasil e com os institutos federais de educação, ciência e tecnologia”, salientou. De acordo com o Censo da Educação Superior de 2008, há 5.080.056 matrículas na graduação presencial (412.027 em cursos de tecnologia) e 727.961 na educação a distância. Os cursos presenciais chegam a 24.719 (4.355 de tecnologia) e os da educação a distância, 647. Haddad também lembrou que tramita no Congresso Nacional projeto de lei que regulamenta a profissão de tecnólogo. Ele acredita que a regulamentação aumentará a procura de cursos superiores de tecnologia. “Nosso esforço, hoje, é para dar mais visibilidade a esse tipo de curso. Em alguns países desenvolvidos, os cursos de tecnologia respondem por mais de 50% da oferta no nível superior”, disse. O seminário, que tem a presença de representantes de países como Uruguai, Argentina, Canadá, França e Chile, mostra experiências internacionais na área e vai apresentar propostas para o setor.



Unicamp divulga calendário do processo seletivo 2011 para vagas remanescentes  (UOL – Vestibular – 01/06/10)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) já divulgou o calendário do processo de vagas remanescentes 2011. As inscrições serão realizadas no período de 12 a 23 de agosto, na página da Comvest. O número de vagas será publicado no início das inscrições.  Poderão participar desta seleção, alunos matriculados em cursos de graduação da Unicamp e de outras instituições de ensino superior, além de portadores do diploma reconhecido de curso superior diferente do curso pretendido. O processo seletivo será realizado em três fases: exame de conhecimentos gerais, análise de compatibilidade de currículo e prova específica de conhecimento. Os candidatos dos cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música farão também exames de habilidades específicas. A prova de conhecimentos gerais, obrigatória a todos os candidatos, será aplicada em 12 de setembro e terá 40 questões de múltipla escolha das seguintes disciplinas: língua portuguesa, inglês, matemática, física, química, ciências biológicas, geografia e história. A partir das notas obtidas no exame de conhecimentos gerais, os candidatos serão classificados em ordem decrescente. Para a análise de compatibilidade de currículo será convocado um número de candidatos que equivale ao máximo de três vezes o número de vagas existentes no curso.



Unicamp divulga calendário para Vagas Remanescentes 2011  (Terra – Vestibular – 01/06/10)

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) abrirá no dia 12 de agosto de 2010 as inscrições do Processo Seletivo Aberto para as Vagas Remanescentes 2011 da Universidade. Os interessados podem se inscrever até o dia 23 de agosto na página da instituição. Os cursos disponíveis serão divulgados no início das inscrições. Para concorrer às vagas, o candidato precisa estar matriculado em cursos de graduação da Unicamp ou de outras instituições de ensino superior.   O processo seletivo é composto de três etapas: Exame de Conhecimentos Gerais (ECG), que acontece no dia 12 de setembro; Análise de Compatibilidade de Currículo e Prova Específica de Conhecimento. Para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música, além destas fases, há provas de Habilidades Específicas.  Os convocados para a Análise de Compatibilidade de Currículo precisam entregar a documentação exigida entre os dias 4 e 8 de outubro na Diretoria Acadêmica, em Campinas.

Unicamp divulga calendário para transferências  (IG – Último Segundo/Educação – 01/06/10)

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) vai abrir, a partir de 12 de agosto, inscrições para que estudantes de outras universidades se transfiram para a universidade de Campinas ou para os que estudam na própria instituição mudem de curso. A quantidade de vagas remanescentes não foi divulgada, mas a lista será liberada no início das inscrições. O prazo para o cadastro vai até 23 de agosto e poderá ser feito exclusivamente no site da Comvest. Além dos alunos matriculados em cursos de graduação da Unicamp e de outras instituições de ensino superior, podem participar do processo pessoas já formadas em cursos superiores diferentes dos cursos pretendidos. O processo de transferência será realizado em três fases: prova de conhecimentos gerais, análise de compatibilidade de currículo e prova específica de conhecimento.



Unicamp divulga datas de processo para preencher vagas remanescentes  (EPTV – Virando Bixo – 02/06/10)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) definiu as datas do processo seletivo para preencher as vagas remanescentes do Vestibular 2010. As inscrições serão abertas no dia 12 de agosto e poderão ser feitas até o dia 23 do mesmo mês, exclusivamente pelo site www.comvest.unicamp.br. As vagas oferecidas serão divulgadas no início das inscrições. Podem se inscrever no processo alunos matriculados em cursos de graduação da Unicamp e de outras instituições de ensino superior, além de portadores de diploma reconhecido de curso superior diferente do curso pretendido. As informações sobre os programas das provas e critérios de avaliação de cada curso já estão disponíveis no site www.comvest.unicamp.br. O processo se realizará em três fases: Exame de Conhecimentos Gerais (ECG), Análise de Compatibilidade de Currículo e Prova Específica de Conhecimento. Além dessas três fases, há provas de Habilidades Específicas para os seguintes cursos: Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música. O ECG, obrigatório a todos os candidatos, será realizado no dia 12 de setembro e é constituído de 40 questões de múltipla escolha das seguintes disciplinas: Português, Inglês, Matemática, Física, Química, Biologia, Geografia e História. O conteúdo das questões inscreve-se nas áreas do conhecimento desenvolvidas no ensino médio. Os candidatos serão classificados em ordem decrescente, a partir das notas obtidas no ECG.



Unicamp divulga calendário do processo de vagas remanescentes 2011  (Correio Braziliense – Eu Estudante – 01/06/10)

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) abrirá no dia 12 de agosto de 2010 as inscrições do Processo Seletivo Aberto para as Vagas Remanescentes 2011 na universidade. As inscrições serão feitas até 23 de agosto exclusivamente na página da Comvest. As vagas oferecidas serão divulgadas no início das inscrições. Podem se inscrever no processo, alunos matriculados em cursos de graduação da Unicamp e de outras instituições de ensino superior, além de portadores do diploma reconhecido de curso superior diferente do curso pretendido. As informações sobre os programas das provas e critérios de avaliação de cada curso já estão disponíveis nesta página. O processo será realizado em três fases: exame de conhecimentos gerais, análise de compatibilidade de currículo e prova específica de conhecimento. Além dessas três fases, há provas de habilidades específicas para os seguintes cursos: arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música. O exame de conhecimentos gerais, obrigatório a todos os candidatos, será realizado em 12 de setembro e é constituído de 40 questões de múltipla escolha das seguintes disciplinas: língua portuguesa, inglês, matemática, física, química, ciências biológicas, geografia e história. O conteúdo das questões inscreve-se nas áreas do conhecimento desenvolvidas no ensino médio. Os candidatos serão classificados em ordem decrescente a partir das notas obtidas no exame. 



Unicamp divulga calendário 2011  (Jornal dos Concursos – Vestibulando&  – 02/06/10)

A Comvest, organizadora do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), divulgou esta semana o calendário para o processo de preenchimento das vagas remanescentes de 2011. As inscrições serão feitas somente por meio do site da Comvest (www.comvest.unicamp.br) entre os dias 12 e 23 de agosto de 2010. O processo seletivo contará com etapas de exame de conhecimentos gerais, análise de compatibilidade de currículo e prova de conhecimentos específicos.