04/11/2009 / Em: Clipping

 


Redação correta  (Jornal da EPTV – 03/11/2009)

Como escrever bem uma redação no Vestibular?

Profissionais e estudantes discutem como elaborar o texto na hora da prova. Entre eles, a coordenadora de redação do Vestibular da Unicamp, Meirelen Salviano Almeida.

Confira aqui a matéria

Procura pelos cursos da FCA supera expectativa da Unicamp  (EPTV – Virando Bixo – 30/10/09)

O Vestibular 2010 da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) recebeu um número recorde de inscrições: 55.475. O número de candidatos é 12,5% superior ao do vestibular passado, quando a Unicamp teve 49.322 inscritos. O recorde anterior havia sido registrado no vestibular de 2005, com 53.756 candidatos. Os cursos da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA), instalados no novo campus de Limeira, inaugurado no ano passado, tiveram participação significativa no aumento na demanda, de 41% em média em relação a 2009. O destaque ficou por conta do curso de Engenharia de Manufatura, com mais de 800% de crescimento: a concorrência passou de 1,5 para 14,3 candidatos por vaga. Já Ciências do Esporte subiu quase 200%, passando de 1,8 para 5,3 candidatos por vaga. Nos cursos de Gestão de Empresas, Gestão do Comércio Internacional e Nutrição, a demanda cresceu aproximadamente 18%. No total, a FCA oferece 480 vagas, sendo 60 em cada um de seus oito cursos. Com exceção de Engenharia de Produção, em todos eles há mais candidatos neste vestibular do que na edição passada. A expectativa é de que a concorrência para as carreiras oferecidas no novo campus limeirense da Unicamp se torne mais acirrada na medida em que as instalações vão se solidificando. Já estão em andamento novas fases de implantação do campus e outros cursos estarão à disposição dos candidatos nos próximos anos, alcançando a meta de oferecer 960 vagas. Segundo o professor João Paulo Borin, coordenador associado de Graduação da FCA, a Unicamp já tinha a expectativa de aumento na procura pelos cursos do novo campus de Limeira, mas não na proporção em que aconteceu. “Foi uma grata surpresa. Trabalhamos todo este ano para consolidar os cursos iniciados e isso deu uma repercussão boa”, avaliou. Para Borin, o projeto pedagógico da FCA, que privilegia a interdisciplinaridade, funciona como um atrativo. Todos os alunos passam pelo Núcleo Básico Geral Comum, assim algumas disciplinas são cursadas por estudantes de carreiras diferentes. Só depois disso é que entram as matérias específicas de cada área. “Isso teve uma aceitação muito boa dos alunos”, afirma o coordenador. O professor também destaca o bom relacionamento que alunos e funcionários da FCA vêm mantendo com a comunidade. “Muitos alunos chegaram dizendo que tinham gostado de Limeira, que era interior, mas perto de grandes centros”, conta. “Está havendo uma boa vontade de ambas as partes. As poucas reclamações que ouvimos de pais de calouros se diluíram na segunda semana de aulas”. A Unicamp já está colocando em prática o plano de expansão da FCA. Atualmente, estão sendo construídos os prédios que abrigarão os laboratórios de ensino e pesquisa. “Vamos ampliando de acordo com a necessidade de cada curso. A próxima etapa é a construção do refeitório”, antecipa Borin. A universidade também já planeja a instalação de novos cursos. “Devem ser abertos mais quatro cursos, sendo que dois deles devem ser de Psicologia e Fisioterapia”, informa o coordenador. “O plano era termos esses cursos em 2012, mas isso depende de verba do Estado”.