06/01/2009 / Em: Clipping

 


Unicamp divulga notas da 1ª fase do vestibular 2009  (Terra – Vestibular – 05/01/09)

Candidatos do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) já podem ter acesso às notas obtidas na primeira fase do processo seletivo 2009. A consulta é feita na página eletrônica da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) – www.comvest.unicamp.br. A partir do próximo domingo, 11 de janeiro, 16.885 candidatos devem realizar a segunda fase do vestibular em 22 cidades do País. Esta etapa, que ocorre entre os dias 11 e 14 de janeiro, está constituída de oito provas de natureza dissertativa com 12 questões cada uma: Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa e Ciências Biológicas no primeiro dia; Química e História no segundo dia; Física e Geografia no terceiro dia e Matemática e Inglês no quarto dia. A Comvest ressalta que os locais das provas não são necessariamente os mesmos da primeira fase do processo seletivo. Além dos locais, também há mudança de cidade em três casos: os candidatos que fizeram a primeira fase em Sumaré e Valinhos farão a segunda fase em Campinas; e aqueles que fizeram a primeira fase em São Bernardo do Campo farão a segunda em Santo André. Ao total, 47.066 estudantes realizaram a prova da primeira etapa do vestibular, disputando 3.434 vagas oferecidas pela universidade. O índice de abstenção foi de 4,5%, o equivalente a 2.256 vestibulandos. O exame da primeira etapa incluiu uma redação e 12 questões gerais de natureza discursiva das disciplinas do núcleo comum do Ensino Médio. Os candidatos tiveram quatro horas para a realização do teste.



Unicamp libera notas dos candidatos na 1ª fase do vestibular 2009  (SejaBixo – Mural – 05/01/09)

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) está liberando o acesso dos candidatos ao desempenho obtido na primeira fase do Vestibular Unicamp 2009. Para ter acesso às notas, os candidatos acessar o site www.comvest.unicamp.br e digitar o número de inscrição e a senha. A tabela com as notas de corte para a correção da Redação também está disponível no site da Comvest.

Segunda Fase

A partir do próximo domingo, 11 de janeiro, 16.885 candidatos devem realizar a segunda fase do vestibular em 22 cidades do país. A segunda fase acontece entre os dias 11 e 14 de janeiro de 2009. A Comvest ressalta que os candidatos devem ficar atentos aos locais das provas, já que eles não são necessariamente os mesmos onde o candidato realizou a primeira fase. Além dos locais, também há mudança de cidade em três casos: os candidatos que fizeram a primeira fase em Sumaré e Valinhos farão a segunda fase em Campinas; aqueles que fizeram a primeira fase em São Bernardo do Campo farão a segunda em Santo André. Nos cadernos de prova da segunda fase, os candidatos aos cursos com provas de aptidão (que acontecem entre 19 e 22 de janeiro) vão receber as orientações para a realização dos exames.

A segunda fase é constituída de oito provas de natureza dissertativa:

* 11/01 – Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa e Ciências Biológicas;

* 12/01 – Química e História;

* 13/01 – Física e Geografia;

* 14/01 – Matemática e Inglês.

As provas de cada disciplina valem 48 pontos e são constituídas de 12 questões. Este ano, o Vestibular Unicamp recebeu 49.322 inscrições para 3.434 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp – Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.



Unicamp divulga desempenho dos candidatos na primeira fase (O Estado de S.Paulo – Educação – 05/01/09)

A partir do domingo, candidatos começam a fazer as provas da segunda fase do vestibular

Os candidatos ao vestibular 2009 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) podem consultar seu desempenho e notas da primeira fase e locais de prova da segunda fase na página eletrônica da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest). O candidato deverá digitar número de inscrição e senha para ter as informações, individualmente. A partir do próximo domingo, 11, 16.885 candidatos deverão fazer os exames de segunda fase, em 22 cidades brasileiras. A Unicamp recebeu 49.322 inscrições para 3.434 vagas em 66 cursos da universidade e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) no vestibular deste ano. A segunda fase vai até o dia 14 de janeiro. A Comvest informou que os locais de prova não serão necessariamente os mesmos em que os candidatos fizeram a primeira fase. Em alguns casos, haverá mudança de cidade, como ocorrerá para os estudantes que fizeram o exame de primeira fase em Sumaré e Valinhos e farão a segunda fase em Campinas. Quem fez a prova em São Bernardo do Campo terá de se deslocar até Santo André para o exame de segunda fase. No primeiro dia de provas serão aplicados testes dissertativos de Língua Portuguesa, Literaturas de Língua Portuguesa e Ciências Biológicas; no segundo dia, Química e História; Física e Geografia vão ser avaliadas no terceiro dia; e o vestibular termina com as provas de Matemática e Inglês. Os exames têm 12 questões e cada disciplina vale 48 pontos.



Vestibular – Segunda fase da Unicamp tem início neste domingo (Correio Popular – Cidades – 06/01/09)

Mais de 16,8 mil estudantes foram aprovados para esta etapa dos exames

Os vestibulandos que já começaram a disputar uma das mais de 10 mil vagas na Universidade de São Paulo (USP) e também foram selecionados para a segunda fase do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) terão apenas dois dias para descansar entre um vestibular e outro. Isso porque a maratona da segunda fase da USP, aplicada pela Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), vai até quinta-feira e, no domingo, já começam a ser aplicadas as provas da Unicamp. O exame vai até o dia 14. Mesmo tendo um dia a menos — o vestibular da Fuvest ocorre em cinco dias —, a segunda fase da Unicamp pode ser considerada mais puxada, já que é obrigatória a presença do aluno em todos os dias, diferentemente do que ocorre na Fuvest, em que o candidato realiza as provas dessa fase de acordo com a área escolhida. Mas os 16.885 candidatos aprovados para a segunda fase da Unicamp terão de driblar o cansaço e o estresse, causado após tantos dias seguidos de avaliações se quiserem conquistar uma vaga no vestibular. Afinal, serão oferecidas apenas 3.434 vagas (nos 66 cursos da Unicamp e nos dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto), ou seja, quase cinco candidatos em busca de uma única vaga. Na Fuvest, o número de candidatos por vaga é de 3,5. A segunda fase da Unicamp é composta por oito provas dissertativas. No domingo, os candidatos serão submetidos às de língua portuguesa e literatura, e ciências biológicas. No dia seguinte, serão aplicados os exames de química e história. No terceiro dia, os vestibulandos farão física e geografia e, para terminar a maratona, terão os conhecimentos de matemática e inglês testados. As provas de cada disciplina têm 12 questões, com dois itens cada, que valem dois pontos. No total, cada prova vale 48 pontos. O tempo máximo para realização do exame, com início às 14h, é de quatro horas. Os portões abrem às 13h e fecham às 13h45. O candidato será automaticamente eliminado caso se ausente ou tire nota zero em alguma das provas.

Dedicação

E, para não zerar em nenhuma disciplina, o vestibulando Caio Cesar Garcia, de 19 anos, que está prestando o vestibular da Fuvest e irá concorrer a uma das vagas no curso de economia da Unicamp, prioriza os estudos em química e física, onde não tem tanta habilidade. “O peso maior será nas disciplinas de história e matemática, mas preciso ter algum diferencial entre os meus concorrentes e estar bem preparado para todas as disciplinas”, explicou. Essa é a segunda vez que ele presta os dois vestibulares, mas, na primeira, só passou para a segunda fase da USP. “Dessa vez será mais puxado, pois não terei muitos dias para descansar entre um vestibular e outro. Contudo, estou mais preparado”, disse o estudante, que fez um ano de cursinho. A vestibulanda Olívia Soares de Camargo, de 18 anos, também concorre a uma das vagas para o curso de engenharia agrícola nas duas universidades e acredita que desta vez conseguirá passar em alguns dos vestibulares. “Estou confiante e me dediquei muito neste ano para conseguir passar. Me privei até das festas de final do ano para não perder o foco nos estudos, mas acho que valerá a pena”, disse a candidata, que também se preparou em um cursino. Apesar da pressão, Olívia ressaltou que não abre mão de um período de descanso. “Estou dando uma lida nos resumos de estudo e, à tarde, dou uma relaxada.”

Relaxamento

Para a orientadora vocacional do cursinho Objetivo, Maria Francisca de Mello, relaxar é a melhor opção nesta época de grande carga emocional. “O período é muito curto para estudar, então, o melhor é usar o tempo para fazer caminhadas, ouvir músicas instrumentais e evitar esportes agressivos.” Outra dica é evitar pessoas negativas. “Esse é o momento do candidato e ele precisa estar confiante em todas as situações”, disse a psicóloga. “A família também tem papel fundamental e só deve motivar o vestibulando. O importante é pensar: essa vaga já é minha. E pronto”, orientou.

SAIBA MAIS – Datas das provas da Unicamp

11/1 – Provas de língua portuguesa, literatura e biologia
12/1 – Provas de química e história
13/1 – Provas de física e geografia
14/1 – Provas de matemática e inglês
19/1 a 22/1 – Provas de aptidão para os cursos de arquitetura, artes cênicas, artes visuais, dança e música.
5/2 – Divulgação dos resultados no site da Comvest (www.comvest.unicamp.br) e no Ciclo Básico 2
10/2 – Matrícula e divulgação da primeira chamada

Locais de provas em Campinas

Os locais de provas não são necessariamente os mesmos onde o candidato realizou a primeira fase. Além dos locais, também há mudança de cidade em três casos: os candidatos que fizeram a primeira fase em Sumaré e Valinhos farão a segunda em Campinas; aqueles que fizeram a primeira fase em São Bernardo do Campo farão a segunda em Santo André. Confira os locais de provas em Campinas:

Locais – Candidatos

Cepre Gabriel Porto – 13
Ciclo Básico da Unicamp 2 – 1.090
Unip Campus 2 Bloco C – 1.250
Unip Campus 2 Bloco D – 978
Unip Campus 2 Bloco E – 1.372

Provas específicas de aptidão são eliminatórias

Os candidatos dos cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música também deverão fazer uma prova específica de aptidão. Nessa etapa, quem zerar será desclassificado da opção e a ausência significa eliminação do vestibular. As provas de aptidão serão aplicadas de 19 a 22 deste mês. Os vestibulandos receberão mais orientações nos cadernos de provas da segunda fase.



Sem tempo pra respirar (Diário do Povo – Cidade – 06/01/09)

Ritmo alucinante Vestibulandos que disputam vaga na USP e também estão na 2ª fase da Fuvest terão só 2 dias de descanso

Os vestibulandos que já começaram a disputar uma das mais de 10 mil vagas na Universidade de São Paulo (USP) e também foram selecionados para a segunda fase do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) terão apenas dois dias para descansar entre um vestibular e outro. Isso porque a maratona de provas da segunda fase da USP, aplicada pela Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), vai até quinta-feira e no domingo, dia 11, já começam a ser aplicadas as provas da Unicamp. As provas vão até o dia 14.  Mesmo tendo um dia a menos — o vestibular da Fuvest é composto por cinco dias —, a segunda fase da Unicamp pode ser considerada mais puxada, já que é obrigatória a presença do aluno em todos os dias de prova, diferente do que ocorre na Fuvest, onde o candidato realiza as provas dessa fase de acordo com a área escolhida. Mas os 16.885 candidatos aprovados para a segunda fase da Unicamp terão de driblar o cansaço e o estresse, causado após tantos dias seguidos de avaliações, se quiserem conquistar uma vaga no vestibular. Afinal, serão oferecidas apenas 3.434 vagas (nos 66 cursos da Unicamp e nos dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto). Ou seja, quase cinco candidatos em busca de uma única vaga. Na Fuvest, o número de candidatos/vaga é de cerca de 3,5. Para quem ainda não conhece, a segunda fase da Unicamp é composta por oito provas dissertativas, realizadas em quatro dias consecutivos. No domingo, dia 14, os candidatos serão submetidos as provas de língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa e ciências biológicas e no dia seguinte as de química e história. No terceiro dia, os vestibulandos fazem as provas de física e geografia e para terminar a maratona, as provas de matemática e inglês. As provas de cada disciplina são compostas por 12 questões, com dois itens cada, que valem dois pontos. No total, cada prova vale 48 pontos. O tempo máximo para realização da prova é de quatro horas. Os portões abrem às 13h e fecham às 13h45. A prova começa às 14h. Vale ressaltar, ainda, que o candidato será automaticamente eliminado caso se ausente ou tire nota zero em algumas das provas.

DEDICAÇÃO. E para não zerar em nenhuma disciplina, o vestibulando Caio Cesar Garcia, de 19 anos, que está prestando o vestibular da Fuvest e irá concorrer a uma das vagas no curso de economia da Unicamp, prioriza os estudos em química e física, onde não tem tanta habilidade. “O peso maior será nas disciplinas de história e matemática, mas preciso ter algum diferencial entre os meus concorrentes e estar bem preparado para todas as disciplinas”, explicou. A vestibulanda Olívia Soares de Camargo, de 18 anos, também concorre a uma das vagas para o curso de engenharia agrícola nas duas universidades e acredita que desta vez conseguirá passar em alguns dos vestibulares. “Estou confiante e me dediquei muito nesse ano para conseguir passar. Me privei até das festas de final do ano para não perder o foco nos estudos, mas acho que valerá a pena”, disse a candidata, que também se preparou para a maratona na Oficina do Estudante.

APTIDÃO

Os candidatos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música também deverão fazer uma prova específica de aptidão. Nessa etapa, quem zerar será desclassificado da opção e a ausência significa eliminação do vestibular. As provas de aptidão serão aplicadas de 19 a 22 desse mês. Os vestibulandos receberão mais orientações nos cadernos de provas da segunda fase.

FIQUE POR DENTRO

Datas das provas da Unicamp

11/1 – Provas de língua portuguesa, literatura e biologia.

12/1 – Provas de química e história

13/1 – Provas de física e geografia

14/1 – Provas de matemática e inglês

19/1 a 22/1 – Provas de aptidão para os cursos de arquitetura, artes cênicas, artes visuais, dança e música.

5/2 – Divulgação dos resultados no site da Comvest (www.comvest.unicamp.br) e no Ciclo Básico 2

10/2 – Matrícula e divulgação da 1ª chamada

Locais de provas em Campinas

Os locais de provas não são necessariamente os mesmos onde o candidato realizou a primeira fase. Além dos locais, também há mudança de cidade em três casos: os candidatos que fizeram a primeira fase em Sumaré e Valinhos farão a segunda fase em Campinas; aqueles que fizeram a primeira fase em São Bernardo do Campo farão a segunda em Santo André. Confira os locais de provas em Campinas:

Locais – candidatos

CEPRE Gabriel Porto – 13

Ciclo Básico da Unicamp 2 – 1.090

UNIP Campus 2 Bloco C – 1.250

UNIP Campus 2 Bloco D – 978

UNIP Campus 2 Bloco E – 1.372



Unicamp cobra todas as disciplinas   (Folha de S.Paulo – Fovest – 06/01/09)

Portões fecham às 13h45; metade das questões de português aborda livros obrigatórios

A segunda fase da Unicamp começa neste domingo, três dias após o fim da Fuvest. O candidato deve ficar atento ao horário -os portões abrem às 13h e serão fechados às 13h45 nos quatro dias de prova, que começa todos os dias às 14h. Os exames serão realizados nos dias 11, 12, 13 e 14 de janeiro. Eles têm duração de quatro horas e 24 questões dissertativas cada um (ver box ao lado). No primeiro dia, os alunos respondem a português e biologia. “Seis perguntas de português abordam os livros obrigatórios, como “Dom Casmurro” e “Sagarana'”, afirma Elizabeth Massaranduba, professora de português do Objetivo. O vestibular cobra nomes de personagens e trechos do enredo dos livros, afirma Elizabeth. “Mesmo que o aluno já tenha lido as obras para a Fuvest, é bom rever anotações e estudar um pouco”, diz o professor Eduardo Calbucci, do Anglo. Diferentemente da segunda fase da Fuvest, em que candidatos respondem às disciplinas específicas da carreira e a português, a Unicamp cobra questões de todas as áreas. Segundo Leandro Tessler, coordenador-executivo da Comvest (comissão que organiza o vestibular), isso ocorre para buscar alunos com um grande leque de conhecimento. “Não é porque o candidato concorre a um curso de exatas que não tem que saber história”, afirma.

Escrever de forma clara

Uma dica para a prova é escrever de forma clara, sem deixar nada subentendido, afirma a coordenadora do Objetivo, Vera Lúcia da Costa Antunes. “Tem de imaginar que a banca não sabe nada sobre a questão. Não pode ter receio de escrever uma resposta mais longa, mas cuidado com o exagero”, diz ela.
Também não é necessário se preocupar com redação, já que ela foi feita na primeira fase. “Isso faz com que o aluno relaxe um pouco. O exame é trabalhoso, porque exige escrever muito, mas não tem pegadinha”, afirma Alessandra Venturi, coordenadora do Cursinho da Poli. Prestando arquitetura pela segunda vez, Letícia Tambellini, 21, está tranquila. “Comparei minhas respostas da primeira fase com o gabarito e acho que fui bem”, diz. A única coisa que a preocupa é a prova específica da USP, que ocorre na sexta -ela terá um dia a menos de descanso antes da Unicamp. Ao todo, 16.885 vestibulandos disputam as 3.434 vagas oferecidas pela universidade -incluindo as 124 dos cursos de medicina e enfermagem da Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto). O curso mais disputado neste ano é o de medicina, na própria Unicamp -78,8 candidatos por vaga, menos do que no ano passado (79,5). Na segunda fase, a concorrência para a carreira é de oito candidatos por vaga.

Tempo por questão é menor que na Fuvest  (Folha de S.Paulo – Fovest – 06/01/09)

Em cada um dos dias das provas da Unicamp há 24 questões, divididas igualmente entre duas matérias. Como o exame dura quatro horas, o candidato acaba tendo dez minutos para responder a cada pergunta -quase metade do tempo na Fuvest, que dá 18 minutos por questão na segunda fase. “É bom o aluno começar pela parte em que tem mais facilidade para não perder tempo”, diz Alberto Francisco do Nascimento, coordenador do Anglo. A prova mais trabalhosa costuma ser a do terceiro dia, quando caem questões de geografia e física, diz Vera Lúcia da Costa Antunes, do Objetivo. O fato de a prova poder ser preenchida a lápis vai facilitar a vida do aluno, reflete Vera. “Era difícil passar tudo a limpo, principalmente nas questões de exatas”, diz. Amanda dos Santos Matos, 20, que está prestando engenharia da computação, reclama do tempo. “Quase não dá para responder a todas as questões. É uma pena, porque eu gosto do estilo do vestibular, que relaciona o conteúdo cobrado com o dia-a-dia do aluno.” Na opinião de Leandro Tessler, os candidatos não sentem diferença entre a duração da segunda fase da Fuvest e a da Unicamp. “O tempo nos dois vestibulares é suficiente”, afirma. Segundo ele, é mais importante ficar atento a outras coisas, como não ter nota zero em nenhuma disciplina, o que leva à desclassificação.

Itens “a” são mais simples e podem beneficiar candidato  (Folha de S.Paulo – Fovest – 06/01/09)

Tempo mínimo na prova agora é de 2 horas e 30 minutos

Todas as questões da Unicamp são divididas em dois itens, e, segundo Leandro Tessler, coordenador da Comvest, os itens “a” são geralmente mais simples de resolver do que os “b” -o que pode garantir alguns pontos para o candidato. “Se o aluno tem dificuldade em física, por exemplo, e tem clareza que os itens “a” estão mais fáceis, pode resolvê-los primeiro”, afirma Alessandra Venturi, coordenadora do Cursinho da Poli. Ela ressalta, entretanto, que isso não é a regra -há alunos que se dão melhor resolvendo uma questão inteira por vez. Cada pergunta vale quatro pontos, e um item vale dois. O máximo de pontos que o aluno pode fazer num dia é 48. Amanda dos Santos Matos, 20, tem dificuldade em história -e tenta resolver o problema estudando até sete horas por dia, fora as manhãs no cursinho. Ela está prestando engenharia da computação. “Estou ansiosa, mas me dediquei e acho que vou conseguir a vaga.”

Mudanças
Com relação ao ano passado, mudaram os critérios de classificação dos aprovados, que estão mais simples. O tempo mínimo de permanência na prova aumentou em trinta minutos: agora, são duas horas e meia. Uma coisa da qual o aluno não pode descuidar é o local onde fará a prova, que pode ter mudado na segunda fase.
Amanda virá de sua casa, em Guarulhos (Grande SP), para fazer o vestibular no prédio da Unip da Aclimação, na região central da cidade. O candidato pode conferir o local de prova no site www.comvest. unicamp.br ou pelo telefone 0/xx/19/3521-7932.

ALUNO PODE VER O SEU DESEMPENHO PELA INTERNET   (Folha de S.Paulo – Fovest – 06/01/09)

O aluno que quiser conferir o seu desempenho na primeira fase da Unicamp pode acessar o site da Comvest (www.comvest.unicamp.br) usando o número de inscrição e sua senha. As notas de corte para a correção da redação também estão no site.



Já estão disponíveis as notas da primeira fase do vestibular 2009 da Unicamp  (Globo On Line – Vestibular – 05/01/09)

Os candidatos ao vestibular 2009 da Universidade de Campinas (Unicamp) já podem consultar as notas obtidas na primeira fase do processo seletivo. Para ter acesso às notas, os vestibulandos precisam do número de inscrição e a senha. Neste domingo e no dia 14 de janeiro, quase 17 mil candidatos devem realizar a segunda fase do vestibular em 22 cidades do país. De acordo com a Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) responsável pelo processo seletivo da Unicamp, os estudantes devem ficar atentos aos locais das provas, já que eles não são necessariamente os mesmos onde o candidato realizou a primeira fase. Além dos locais, também há mudança de cidade em três casos: os vestibulandos que fizeram a primeira fase em Sumaré e Valinhos farão esta etapa em Campinas; aqueles que fizeram a primeira fase em São Bernardo do Campo farão a segunda em Santo André.

Os candidatos aos cursos com provas de aptidão devem fazer o exame nos dias 19 e 22 de janeiro.

Provas da segunda fase:

– língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa e ciências biológicas no primeiro dia;

– química e história no segundo dia;

– física e geografia no terceiro dia;

– matemática e inglês no quarto dia.

As provas de cada disciplina valem 48 pontos e são constituídas de 12 questões disertativas.

Para este processo seletivo, o vestibular da Unicamp recebeu 49.322 inscrições para 3.434 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp – Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.



Unicamp divulga desempenho dos candidatos na primeira fase  (A Tarde – Vestibular – 05/01/09)

Os candidatos que fizeram a primeira fase do vestibular 2009 da Unicamp já podem consultar seu desempenho a partir de hoje. As notas estão disponíveis no site da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest). É necessário informar número de inscrição e senha. A tabela com as notas de corte para a correção da redação também está disponível no site da Comvest. As provas de segunda fase serão a partir do próximo domingo (11), até o dia 14 de janeiro. Serão 16.885 candidatos em 22 cidades do país. Confira aqui a lista de aprovados para a segunda fase. Para os candidatos que farão provas de aptidão, as orientações serão divulgados nos cadernos de prova da segunda fase. As avaliações práticas ocorrerão entre 19 e 22 de janeiro. Mais informações no site da Comvest.



Unicamp divulga notas da primeira fase do vestibular  (Gazeta do Povo – Educação – 05/01/09)

Segunda fase do vestibular 2009 começa no próximo domingo

Os candidatos do vestibular 2009 da Unicamp já podem consultar as notas obtidas na primeira fase do concurso. A partir do próximo domingo (11), 16.885 candidatos devem realizar a segunda fase do vestibular em 22 cidades do país. A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) liberou o acesso dos candidatos ao desempenho obtido na primeira fase do Vestibular Unicamp 2009. A consulta é feita na página eletrônica da Comvest (WWW.comvest.unicamp.br). Para ter acesso às notas, os candidatos precisam digitar o número de inscrição e a senha. A tabela com as notas de corte para a correção da Redação também esta disponível no site da Comvest.  A segunda fase do Vestibular 2009 da Unicamp acontece entre os dias 11 e 14 de janeiro. A Comvest ressalta que os candidatos devem ficar atentos aos locais das provas, já que eles não são necessariamente os mesmos onde o candidato realizou a primeira fase. Além dos locais, também há mudança de cidade em três casos: os candidatos que fizeram a primeira fase em Sumaré e Valinhos farão a segunda fase em Campinas; aqueles que fizeram a primeira fase em São Bernardo do Campo farão a segunda em Santo André. Na segunda fase os candidatos vão responder oito provas dissertativas. No primeiro dia serão aplicadas as provas de Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa e Ciências Biológicas; no segundo dia Química e História; questões de Física e Geografia estão programadas para o terceiro dia do vestibular e questões de Matemática e Inglês encerram a maratona.  As provas de cada disciplina valem 48 pontos e são constituídas de 12 questões.  Nos cadernos de prova da segunda fase, os candidatos aos cursos com provas de aptidão (que acontecem entre 19 e 22 de janeiro) vão receber as orientações para a realização dos exames.  Este ano, o Vestibular Unicamp recebeu 49.322 inscrições para 3.434 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp – Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.



Unicamp libera consulta ao desempenho na 1ª fase do vestibular   (O Popular – Educação – 05/01/09)

A consulta ao desempenho na primeira fase do vestibular da Unicamp 2009 foi liberada nesta segunda-feira (5) pela Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest). Os candidatos devem acessar o site da instituição www.comvest.unicamp.br. Para ter acesso às notas, os candidatos precisam digitar o número de inscrição e a senha. A tabela com as notas de corte para a correção da redação também está disponível no site da Comvest.

Segunda fase

A partir do próximo domingo (11), 16.885 candidatos devem realizar a segunda fase do vestibular em 22 cidades do país. As provas são realizadas até o dia 14 de janeiro.

A Comvest ressalta que os candidatos devem ficar atentos aos locais das provas, porque não são necessariamente os mesmos onde o candidato realizou a primeira fase. Há mudança de cidade em três casos: os candidatos que fizeram a primeira fase em Sumaré e Valinhos farão a segunda fase em Campinas; aqueles que fizeram a primeira fase em São Bernardo do Campo farão a segunda em Santo André.

Provas de aptidão

Nos cadernos de prova da segunda fase, os candidatos aos cursos com provas de aptidão (que acontecem entre 19 e 22 de janeiro) vão receber as orientações para a realização dos exames.

Confira o calendário das provas da segunda fase
São oito provas de natureza dissertativa:
11/1 – Língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa e ciências biológicas
12/1 – Química e história
13/11 – Física e geografia
14/11 – Matemática e inglês

As provas de cada disciplina valem 48 pontos e são constituídas de 12 questões.

Neste ano, houve 49.322 inscrições para 3.434 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp).