06/02/2012 / Em: Clipping

 


Unicamp divulga aprovados na 1ª chamada do vestibular 2012   (Folha Online – Educação – 06/02/12)

A Unicamp divulgou nesta segunda-feira a lista de candidatos aprovados na primeira chamada do vestibular 2012. Ao todo, 3.444 pessoas foram selecionadas. Elas deverão fazer a matrícula no dia 9 de fevereiro, das 9h às 12h, nos respectivos campi. As matrículas dos convocados para os cursos da Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto) poderão ser realizadas em Campinas ou na sede da Famerp, em São José do Rio Preto.



Unicamp libera lista de aprovados no Vestibular 2012  (EPTV – Virando Bixo – 06/02/12)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulgou nesta segunda (6) a lista de aprovados em 1ª chamada no Vestibular 2012. Neste concurso, foram oferecidas 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp (Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto). Esta edição recebeu um número recorde de inscrições: 61.509.



Unicamp divulga primeira lista de aprovados no vestibular  (Veja – Educação – 06/02/12)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou na manhã desta segunda-feira a primeira lista de aprovados no vestibular 2012 da instituição. Ao todo, foram chamados 3.444 estudantes, que devem preencher as vagas oferecidas em 66 cursos da Unicamp e dois da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). Confira aqui a lista com os nomes dos aprovados. Os candidatos convocados deverão efetuar a matrícula na quinta-feira, na unidade para a qual foram selecionados.



Lista de aprovados na Unicamp será divulgada nesta segunda-feira   (Globo.Com – G1 Vestibular – 06/02/12)

A lista de candidatos aprovados na primeira chamada da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) será divulgada nesta segunda-feira (6) pela Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest). Segundo a entidade, o resultado deve ser publicado às 12h no site oficial. As informações também serão afixadas no campus de Campinas, no saguão do Ciclo Básico II. O candidatos convocados para as 3.444 vagas oferecidas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). No total, 61.509 pessoas se inscreveram para o processo seletivo.



Unicamp aprova 3.444 candidatos no vestibular; confira listão   (Terra – Vestibular – 06/02/12)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) publicou na manhã desta segunda-feira, a primeira chamada dos aprovados no vestibular 2012. Confira a relação completa aqui. Os candidatos convocados deverão efetuar a matrícula no dia 9 de fevereiro nos respectivos campi, como consta no manual do candidato. Já as notas dos candidatos na segunda fase serão divulgadas dia 8 de fevereiro. A organização do vestibular da Unicamp prevê 11 chamadas no total. A segunda chamada será divulgada no dia 9 de fevereiro, até as 24h, e a matrícula destes será no dia 14 de fevereiro.



Unicamp divulga primeira lista de aprovados nesta segunda-feira (O Estado de S.Paulo – Educação – 05/02/12)

A lista de aprovados no vestibular 2012 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) será divulgada nesta segunda-feira, a partir do meio-dia. Os nomes dos convocados na primeira chamada podem ser encontrados no site comvest.unicamp.br e também no câmpus de Campinas da instituição, no saguão do Ciclo Básico II. Neste ano, os candidatos concorreram a 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). O vestibular recebeu número recorde de inscrições: 61.509. A matrícula dos convocados na primeira chamada deve ser efetuada na quinta, no câmpus onde o candidato foi aprovado.  A lista da segunda chamada sai também na quinta-feira, junto com os nomes dos candidatos remanejados. A matrícula desses convocados ocorre no dia 14.Na quarta-feira, sai a classificação dos aprovados e as notas da segunda fase do vestibular. No site da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), os candidatos encontram o calendário completo, com todas as chamadas – estão previstas 11. As orientações e os documentos exigidos para a matrícula também estão disponíveis na página na internet.

Unicamp divulga lista de aprovados hoje  (O Estado de S.Paulo – Vida& – 06/02/12)

A lista de aprovados no vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) sai hoje, ao meio-dia. Os nomes dos convocados na primeira chamada podem ser encontrados no site www.comvest.unicamp.br e também no campus de Campinas da instituição, no saguão do Ciclo Básico II. A matrícula deve ser efetuada na quinta-feira, dia 9, no campus onde o candidato foi aprovado. A segunda chamada sai também na quinta, junto com os nomes dos candidatos remanejados. A matrícula desses convocados ocorre no dia 14. Na quarta, sai a classificação geral e notas da segunda fase. Estão ainda previstas 11 chamadas. Os candidatos concorreram a 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e 2 da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp).



Unicamp divulga a primeira lista de aprovados às 12h   (RAC –  Educação – 06/02/12)

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) vai divulgar a primeira lista de aprovados no Vestibular Unicamp 2012 nesta segunda (6), às 12 horas, nesta página e no saguão do Ciclo Básico II, no campus de Campinas. Os candidatos convocados deverão efetuar a matrícula no dia 9 de fevereiro nos respectivos campi, como consta no Manual do Candidato. Já as notas dos candidatos na segunda fase serão divulgadas dia 8 de fevereiro. A Comvest prevê 11 chamadas no total. A segunda chamada será divulgada no dia 9 de fevereiro (até as 24 horas), para matrícula dos convocados no dia 14 de fevereiro.



Unicamp divulga hoje sua lista de aprovados  (Jornal Agora – Dicas – 06/02/12)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulga hoje a primeira lista de aprovados no seu vestibular. O resultado estará no site da Unicamp depois do meio-dia. A universidade ofereceu 3.320 vagas neste ano. O vestibular selecionou, ainda, outros 124 alunos para a Famerp (Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto). O curso de medicina da Unicamp foi o mais concorrido –teve 114,4 candidatos por vaga. Os alunos aprovados deverão fazer a matrícula na próxima quinta-feira. Os candidatos deverão ir ao campus em que foram aprovados para fazer o cadastro. Será preciso levar o histórico escolar e o certificado de conclusão do ensino médio, a certidão de nascimento ou de casamento, o RG, o CPF, o título de eleitor, o certificado de alistamento militar e uma foto 3×4. É preciso levar uma cópia de todos os documentos.



Unicamp divulga primeira chamada do vestibular 2012; confira   (UOL – Vestibular – 06/02/12)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) acaba de publicar a primeira chamada do vestibular 2012. Foram oferecidas 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto). Confira a lista de aprovados:  Para realizar a matrícula o aprovado deve apresentar uma cópia autenticada em cartório ou cópia acompanhada dos originais de cada um dos seguintes documentos:



Unicamp divulga aprovados no vestibular 2012   (IG – Educação – 06/02/12)

A Unicamp convocou nesta segunda-feira os 3.444 aprovados em primeira chamada no vestibular 2012. A lista está disponível no saguão do Ciclo Básico II da Unicamp e no site www.comvest.unicamp.br.Todos os convocados devem fazer matrícula no dia 9 de fevereiro, das 9h às 12h, nos respectivos câmpus: Faculdade de Odontologia (FOP), em Piracicaba, Faculdade de Tecnologia, em Limeira, Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA), em Limeira, e nas Unidades de Ensino, no campus da Unicamp em Campinas.



Cursinho alternativo move sonhos  (Correio Popular – Cidades – 06/02/12)

Menino, Silas morava em um lar modesto do Jardim Santa  Lucia, nos anos 80. Tinha seis irmãos. O pai Vítor era pedreiro. A mãe Fátima, empregada doméstica. Ele completou o Segundo Grau em uma escola pública. Como não tinha um tostão no bolso para pagar faculdade, se matriculou na turma inaugural do Projeto Herbert de Souza. Era um cursinho pré-vestibular para jovens pobres da Vila União, que sonhavam estudar em universidade pública. Valeu apostar no sonho. O rapaz conseguiu uma vaga na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), se formou em ciências sociais e hoje, aos 33 anos, é um dos coordenadores do cursinho alternativo. A cada ano, 200 estudantes ocupam aquelas carteiras. É uma entidade mantida a duras penas. Rústica, sem luxo algum. E é reduto de assumidos idealistas: se trabalha para que jovens carentes tenham acesso ao ensino superior gratuito e de qualidade. Silas Eduardo de Souza, o ex-aluno e atual coordenador do curso, afirma cheio de orgulho que, neste ano, 12 estudantes da última turma do cursinho se classificaram para a segunda fase das provas da Unicamp. Ainda hoje ele se apresenta naqueles trajes típicos da mocidade rebelde e politicamente engajada. Usa camiseta e sandálias no pé. Exibe as impagáveis dread locks, tranças africanas à la Bob Marley. Aquele projeto social, fala, abriu as portas em 1999. Educadores montaram quatro salas de aula em um prédio de 120 metros quadrados, anexo ao centro comunitário do bairro. Em 2003, foi aprovado o estatuto da entidade, determinando que pelo menos três quartos do corpo docente devia ser formado por ex-alunos.“A gente retribui a ajuda que teve no passado”, diz. Os 30 professores hoje cadastrados se oferecem para trabalhar por uma remuneração simbólica. É só uma ajuda de custo. Ninguém tem registro em carteira ou benefícios trabalhistas. Recebem algo em torno de R$ 8,00 a hora/aula. Na sua maioria dos casos, os mestres têm outros empregos, com salários melhores. O trabalho na Vila União é praticamente um voluntariado. Lecionam porque acreditam no projeto, e buscam o próprio aprimoramento profissional. Caso, por exemplo de José Roberto Fagundes, de 34 anos. Ele está na metade do curso superior, mas já leciona no cursinho. Nasceu no Jardim Capivari. Abandonou a escola porque ouvia de parentes que trabalho era mais importante que aula. Quando viu se deu conta da importância dos estudos, fez supletivo para concluir o segundo grau, já adulto. Quando ficou sabendo do cursinho alternativo, se matriculou em 2007.Como não podia pagar mensalidade, se ofereceu para trabalhar como voluntário da entidade: varria o chão, lavava o banheiro, aparava a grama. E valeu a pena. Daqui a pouco, terá licenciatura em química e física da Unicamp. “Acho que as pessoas que tiveram a oportunidade de fazer faculdade têm obrigação de compartilhar o conhecimento, de levar educação às comunidades carentes”, fala.

Sem política

Há uma razão básica para o cursinho alternativo atrair tantos alunos, e se manter há mais de uma década. Existe, sim, uma proposta social. Mas que não segue orientação de partido político, igreja, grupo empresarial. É simplesmente um serviço comunitário auto sustentável. Por ali, o valor máximo da mensalidade é de R$ 95,00. Mas há alunos que não pagam nada, porque chegam de famílias modestas. E o dinheiro arrecadado paga todas as despesas. De acordo com Robson Celestino, coordenador financeiro da entidade, a arrecadação mensal mal chega aos R$ 15mil. O orçamento justinho permite a manutenção do prédio, o pagamento das contas, a ajuda financeira a professores e ajudantes. Na falta de recursos, os educadores (que fazem parte de um colegiado) apelam para a criatividade. Em 2010, por exemplo, o cursinho alternativo fundou no mesmo bairro a gráfica onde imprime suas apostilas.