08/09/2016 / Em: Clipping

 


Ensino médio e anos finais do fundamental ficam abaixo da meta do Ideb (G1 – 08/09/2016)

MEC divulgou resultado da avaliação que ocorre a cada dois anos. Índice considera resultado em prova de desempenho e rendimento escolar.

O ensino médio nas escolas do país está estagnado desde 2011 em patamares abaixo do previsto pelo Ministério da Educação (MEC), enquanto os anos finais do ensino fundamental também não alcançaram as metas, segundo avaliação nacional realizada pelo governo. Nesta quinta-feira (8), o ministério apresentou o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2015. O levantamento aponta que o ensino médio segue estagnado na média das escolas do país com índice 3,7 e não atingiu a meta de 4,3. O patamar se mantém desde a avaliação realizada em 2011. Do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental, chamado de ensino fundamental 1, o Brasil alcançou Ideb de 5,5 e bateu a meta que era 5,2. Entretanto, no ensino fundamental 2, que compreende do sexto ao nono ano, o Brasil mais uma vez não cumpriu a meta nacional que era de 4,7, ficando com Ideb de 4,5.


Resultado de imagem para o globo logo
Apenas 4 estados atingem metas do Ideb para ensino médio público (O Globo – 08/09/2016)

Amazonas, Pernambuco e Goiás foram as únicas unidades da federação a atingir objetivos

RIO – Apenas quatro estados brasileiros alcançaram as metas de aprendizado para o ensino médio público, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado nesta quinta-feira. Segundo o maior indicador da educação básica no país, somente as redes estaduais de Amazonas, Pernambuco, Piauí e Goiás atingiram os objetivos para este segmento escolar. Enquanto isso, 24 unidades da federação, entre elas Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e Rio Grande do Sul, foram reprovadas.



Com ensino médio abaixo da meta, ministro quer reformar a área com MP (Folha de S.Paulo – 08/09/2016)

Pela segunda vez consecutiva, o ensino médio no Brasil não conseguiu atingir a meta de qualidade estabelecida pelo governo. O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de 2015,divulgado nesta quinta-feira (8) pelo Ministério da Educação, aponta que o desempenho do ensino médio ficou abaixo do desejável.

A medição da qualidade do ensino médio, feita a cada dois anos, está estagnada desde 2011. O índice de 3,7 foi registrado em 2011, 2013 e 2015. Desta vez, no entanto, o quadro piorou porque o índice se distanciou da meta, que era de 4,3. Em 2013, a meta era menor, de 3,9. Para o ministério da Educação, o quadro é “caótico” e mostra a necessidade de mudanças diante da “falência” do ensino médio.

Desempenho do ensino médio em matemática é o pior desde 2005 (Folha de S.Paulo – 08/09/2016)

O nível de aprendizado dos estudantes brasileiros no ensino médio piorou em matemática e chegou, em 2015, ao pior resultado desde 2005, início da série histórica do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica).
A nota da etapa em português subiu, mas a situação ainda é de estagnação.

Por outro lado, o país melhorou o desempenho das duas disciplinas nos dois ciclos do ensino fundamental. O avanço é maior no 5º ano.