09/02/2018 / Em: Clipping

 

Vestibular 2019 da Unicamp usará Enem e Olimpíadas para seleção (CBN Campinas – Notícias – 08/02/2018)

Vestibular da Unicamp é um dos mais disputados do Brasil

O vestibular 2019 da Universidade Estadual de Campinas traz novidades. O processo seletivo passa a contar com mecanismos que criam múltiplas maneiras de ingressar na Unicamp, abrangendo o Enem, seleção através de Olimpíadas de Matemática, vestibular Indígena, além de cotas étnicosraciais e para alunos da rede pública. José Alves de Freitas Neto, Coordenador da Comvest, ressalta que tais alternativas visam maior diversidade e atração de grandes talentos. A partir de 2019, o sistema de bonificação para estudantes de escola pública terá um aprimoramento: quem tiver cursado integralmente o Ensino Fundamental II na rede terá 20 pontos adicionados à nota e no caso do Ensino Médio serão 40 pontos. Se cursou os dois períodos há somatória. As cotas étnico-raciais reservam 25% das vagas para autodeclarados negros ou pardos. Esses casos são válidos para quem presta o vestibular, mas nesse contexto, as outras alternativas, como o Enem surgem como aliadas, como explica o coordenador da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp, José Alves. A prova do vestibular continua como principal meio de ingresso na Unicamp, correspondendo a 80% das vagas. Os outros 20% serão compostos pelo uso do Enem, o vestibular indígena que oferecerá duas vagas extras ou regulares, com provas acontecerão em dias diferentes do vestibular tradicional e através da seleção dos melhores colocados em Olimpíadas. O calendário do vestibular da Unicamp será divulgado até maio.

 


Estudante de escola pública de Salvador passa em 1º lugar no curso de direito da Ufba e sonha em ser juiz (G1 – Bahia – 08/02/2018)

Livio Pereira Rodrigues Trindade, de 18 anos, tirou 920 pontos na redação e 702 pontos na média geral do Enem.

Com 920 pontos na redação e 702 pontos na média geral do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o jovem Lívio Pereira Rodrigues Trindade, de 18 anos, conquistou o primeiro lugar no curso de direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba). “Quando eu botei minha nota no primeiro dia, eu vi que estava em primeiro lugar, foi uma surpresa, eu admito. Por sinal, eu até dei um susto nos meus pais que estavam dormindo já. Aí eu dei um grito em casa, acordei todo mundo e eu disse ‘eu tô em primeiro lugar’. No outro dia, quando eu estava em primeiro lugar ainda, eu comecei a achar estranho. E no terceiro dia, que é quando fecha o sistema, eu vi que eu estava em primeiro. Aí eu disse ‘não acredito'”, contou Lívio. O jovem terminou o ensino médio integrado à educação profissional em 2016, no Colégio Estadual Anísio Teixeira, em Salvador. Sem ter o perfil de impressionar professores, Lívio às vezes precisava de um “puxão” de orelha para estudar. “Quando eu passava pelo corredor e falava ‘Lívio, vai para a sala de aula, Lívio’…Mas um menino bastante carinhoso. É sempre muito gentil com todos nós”, disse Verônica Lisboa Ramos, diretora da escola onde Lívio estudou. O jovem tentou duas vezes o vestibular, mas não passou. Foi aí que ele decidiu deixar de ser um aluno mediano e passou a estudar mais de dez horas por dia em casa e buscava todo tipo de motivação. “Eu acordava 6h30, tomava café rapidinho, e 7h eu começava minha jornada de estudos. Aí, até o início do ano, até 12 horas, eu parava, almoçava, e enquanto eu almoçava, eu colocava uma vídeo-aula não tão pesada, alguma coisa que eu gostava, uma filosofia, uma aula de história, de alguns professores que eu curtia bastante na internet. E duas horas [14h] eu começava a estudar de novo, que era quando eu só fazia exercício de matemática”, conta Lívio. Na visita à antiga escola, Lívio demonstrou a gratidão aos professores que passaram toda a base do conhecimento para ele. Com a família, o estudante foi conhecer o pavilhão de aulas onde vai estudar os próximos anos. “Eu fico muito grato e bastante contente e espero a Deus que a portas estejam abertas para ele, e dou um recado realmente para quem está querendo focar nesse sentido. Eu acho que, buscando, lutando, conseguindo, que foi o caso dele, a gente consegue”, disse o pai do garoto, Antônio Carlos Trindade. “Teve essa conduta de família. Tenho um casal, que é ele [Lívio] e Carla, que faz nutrição, e ele agora procurou direito. Para mim é uma alegria imensa. Meus filhos são bênçãos de Deus”, disse a mãe, Cristina Pereira. A faculdade de direito da Ufba está entre as melhores da Bahia. Em 2016, foi a única do estado entre as primeiras colocadas no ranking de aprovações no exame da Ordem dos Advogados do Brasil. As aulas começam em março e Lívio já tem sonhos ainda maiores. “Com fé em Deus, alcançar meus objetivos, e quem sabe fazer o concurso da magistratura para me tornar um juiz”, conta.

 


Aprovados na Unicamp devem se matricular nesta quinta (8) e sexta (9) (Governo S. Paulo – Notícias – 08/02/2018)

Candidatos convocados em primeira opção que não se cadastrarem pela internet ficam excluídos do Vestibular 2018

Os convocados em primeira chamada no Vestibular da Unicamp têm até as 18h desta sexta-feira (9) para a realização da matrícula não presencial, feita exclusivamente pela internet. O procedimento começou às 9h desta quinta-feira (8), pelo número de inscrição e senha. De acordo com a Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), os candidatos convocados em primeira opção que não se cadastrarem ficam excluídos do processo seletivo. Os aprovados para o curso escolhido como segunda opção também deverão realizar a matrícula e optar (ou não) por aguardar uma possível vaga para o curso de primeira opção, pelo remanejamento. Candidatos de segunda opção que não fizerem a matrícula pela internet perderão a vaga, mas continuarão concorrendo ao curso de primeira opção. Assim, os alunos podem ser convocados nas próximas chamadas, de acordo com os critérios de classificação. Ao todo, são oferecidas 3.340 vagas em 70 cursos de graduação.

 

Matrícula presencial

Todos os candidatos que realizarem a matrícula não presencial ainda terão mais um compromisso: fazer a matrícula presencial após a divulgação dos nomes na lista da segunda chamada – a ser publicada em 15 de fevereiro (até 15h). A matrícula presencial da segunda chamada será no dia 19 de fevereiro. Vale destacar que a vaga só estará garantida após a matrícula presencial, em 19 de fevereiro, entre 9h e 12h, conforme orientações do Manual do Candidato. A terceira chamada será divulgada no dia 19 de fevereiro (até 23h59) e a matrícula para os convocados nessa lista deverá ser realizada no próximo dia 21. O calendário completo de chamadas e matrículas está disponível no portal da Comvest e no Manual do Candidato, bem como as informações e documentos necessários.

Confirmação

Estão previstas até 11 chamadas no Vestibular 2018. No dia 26 de fevereiro, todos os candidatos já matriculados nas três primeiras chamadas, inclusive aqueles que aguardam remanejamento, deverão fazer a confirmação de matrícula, nos respectivos campi, conforme horários divulgados no Manual do Candidato. O candidato deve ficar atento, pois, segundo a Comvest, a matrícula só estará garantida após a confirmação na data e horário estipulados. Caso contrário, o registro será definitivamente cancelado. Entre os dias 27 de fevereiro e 1º de março, os candidatos ainda não convocados até (e inclusive) em terceira chamada deverão obrigatoriamente fazer a declaração de interesse por vagas, pela internet, na página da Comvest. Deixar de declarar interesse elimina o candidato do processo de convocação nas próximas chamadas do vestibular.