09/05/2016 / Em: Clipping

 


‘Na Síria, não vejo futuro aos jovens’, diz refugiado aluno da Unicamp (G1 – Educação – 29/04/2016)

Sameh Brglah, de 23 anos, deixou Damasco para não lutar contra seu povo.
Ele cursa odontologia no campus de Piracicaba desde fevereiro de 2016.

“Não vejo futuro para os jovens da Síria”, disse Sameh Brglah, de 23 anos. Ele é aluno refugiado da Faculdade de Odontologia (FOP) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em Piracicaba (SP). Aos 18, deixou a capital Damasco para não ter que servir ao exército, função obrigatória para os rapazes quando atingem essa idade, e lutar contra seu próprio povo. Na guerra entre o governo, rebeldes, radicais islâmicos e países estrangeiros, milhares de civis foram mortos. Na quarta-feira (27), um bombardeio matou pelo menos 27 pessoas em Aleppo.

Ufes decide pelo fim do vestibular e adota a seleção pelo Sisu (G1 – Educação  – 27/04/2016)

Votação terminou por volta das 19h, com 18 votos a favor e 10, contra.
Seleção dos novos alunos vai ser feita apenas pela nota do Enem.

O fim do vestibular da Universidade Federal do Espírito Santo foi decidido, nesta quarta-feira (27), pelo Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (Cepe), favorável à adesão ao Sistema de Seleção Unificada, o Sisu. A votação terminou por volta das 19h, com 18 votos a favor e 10, contra.



IFG abandona o vestibular próprio e vai usar nota do Enem (Diário de Goiás – Cidades – 01/05/2016)

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) divulgou no final do mês de abril que passará a utilizar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como processo de seleção de candidatos. Segundo a pró-reitoria do Instituto, a mudança passa a valer já para o vestibular do meio do ano, o 2016/2.

A partir de agora, as notas do Enem serão a única forma de ingressas nos cursos de graduação do IFG. Entre os motivos alegados pela instituição para a nova forma de ingresso estão a necessidade de unificar o processo seletivo, o menor risco de fraudes em provas do Enem e o sucesso do exame e do Sisu nas últimas edições.



Estudantes denunciam falsos cotistas em universidades baianas (Correio da Bahia – Educação – 24/04/2016)

Estado registra pelo menos dez denúncias de fraudes este ano.

Estudantes do curso de Medicina que chegam no campus da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em Santo Antônio de Jesus, com carros importados. Filhos de donos de clínicas, de proprietários de terras… Só que algo estava fora do lugar: esses mesmos alunos teriam entrado na instituição concorrendo às vagas reservadas ao sistema de cotas.

Só este ano, 10 denúncias de fraudes desse tipo foram feitas em, pelo menos, três universidades públicas da Bahia. Além da UFRB, há casos relatados nas universidades estaduais do Sudoeste da Bahia (Uesb) e de Santa Cruz (Uesc). Nessa última, assim como na UFRB, foi a primeira vez que a fraude foi relatada à ouvidoria. A denúncia é recente – foi no início do mês. Já na Uesb, alunos ainda cobram a investigação de, pelo menos, 30 colegas que podem ser falsos cotistas.



Coletivos universitários denunciam #AfroConveniência em possíveis fraudes de cotas  (Huffpost Brasil – Educação – 30/04/2016)

Precisamos falar sobre cotas. Mas também precisamos falar sobre #AfroConveniência.

Quer você seja a favor ou não, a lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012, é clara: garante a reserva de 50% das matrículas por curso e turno nas 59 universidades federais e 38 institutos federais de educação, ciência e tecnologia, que serão destinadas a estudantes de ensino público, oriundos de famílias com renda igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e a autodeclarados pretos, pardos e indígenas.



Estudante radicado em Fortaleza é selecionado para participar de projeto da Nasa (O Povo online – Notícias – 28/04/2016)

Gabriel Militão Vinhas Lopes, de 22 anos, trabalhará por pouco mais de dois meses na Agência Espacial Norte-Americana, construindo um modelo 3D do globo terrestre.

O aluno universitário Gabriel Militão Vinhas Lopes, de 22 anos, é um dos dois brasileiros selecionados para participar do programa de Estágio de Verão 2016 da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa), promovido em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB).