10/10/2016 / Em: Clipping

 


COMEÇAM AS PROVAS ESPECÍFICAS DE MÚSICA DO VESTIBULAR 2017 DA UNICAMP ( Brasil Escola – 09/10/2016)

Etapa segue até amanhã (10). São esperados 237 vestibulandos para a verificação das habilidades.

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) inicia as provas de habilidades específicas do curso de Música do Vestibular 2017 neste domingo, 9 de outubro. Etapa termina amanhã (10).

Os 237 inscritos devem chegar aos locais de prova com antecedência. É preciso levar documento de identificação original com foto e o material necessário para a seleção.

Provas

Candidatos ao curso de Música, exceto licenciatura, farão provas hoje e amanhã. Eles devem levar caneta, lápis, borracha e instrumentos musicais, exceto piano, contrabaixo acústico, bateria e percussão. 



Unicamp (SP) aplica 2ª etapa do THE do Vestibular 2017 para o curso de Música
(Super Vestibular – 09/10/2016)

As provas acontecem neste domingo e segunda-feira, dias 9 e 10 de outubro de 2016.

Começa hoje, dia 9 de outubro, a aplicação das provas de habilidades específicas para os candidatos inscritos no curso de música da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Além das provas deste domingo, os candidatos devem participar de exame também na segunda-feira.

Os locais de prova foram divulgados no dia 26 de setembro e os 237 estudantes aprovados na primeira etapa precisam se apresenta, dentro horário previsto na convocação munido de documento pessoal e o instrumento musical, conforme o caso. Veja a convocação.



Universidades vão ter que se adaptar a novo modelo, diz gestão Temer (Ilustrado – 09/10/2016)

Os processos seletivos de universidades terão de se adaptar à nova estrutura do ensino médio e também à BNCC (Base Nacional Comum Curricular). A avaliação é de Inês Fini, presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), da gestão Temer. “O Enem e os demais vestibulares têm o desafio de adaptarem-se à nova arquitetura do ensino médio”, disse. O Inep é responsável pela realização do Enem. “A vertente obrigatória nos três anos de Língua Portuguesa, matemática e inglês [prevista na reforma] são ótimo ponto de partida para a utilização integrada das competências e habilidades dos demais componentes curriculares que a base nacional comum vai sugerir aos sistemas de ensino”, completa.

A medida provisória editada pelo governo Michel Temer (PMDB) de reforma do ensino médio deixou como obrigatório para o ensino médio português, matemática (essas nos três anos) e inglês. A exclusão da obrigatoriedade de artes, educação física, sociologia e filosofia provocou grande polêmica após o anúncio das mudanças.



Vestibular ditará reforma do ensino médio em escolas particulares (Folha de S.Paulo – 09/10/2016)

Prevista no modelo de ensino médio anunciado pelo governo Michel Temer (PMDB), a oferta de disciplinas optativas aos alunos já é realidade em algumas escolas particulares, cenário que deve facilitar a transição.

Os colégios avaliam, porém, que a grande influência para as mudanças virá de provas como Fuvest e Enem.

O principal ponto da reforma do ensino médio é a flexibilização do currículo. As escolas deverão garantir conteúdos comuns no primeiro ano e ter áreas de aprofundamento nos demais. Só português, matemática e inglês devem ter status de obrigatórias nos três anos dessa etapa.