13/09/2011 / Em: Clipping

 


Campinas-SP tem 3 das 10 melhores escolas do Enem  (O Estado de S.Paulo – Educação – 12/09/11)

Das dez escolas com melhor conceito no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), três estão na região de Campinas: o Instituto Educacional Imaculada, o melhor de Campinas e 4º no ranking, e os colégios Visconde de Porto Seguro e Etapa, em Valinhos, 7º e 9º lugar na colocação geral. Tanto o Instituto Imaculada quanto o colégio Porto Seguro optaram por utilizar o sistema de livros didáticos em vez de apostilas, usadas apenas no último ano para “organizar” o conhecimento adquirido ao longo dos anos. A formação integral dos alunos e a busca pelo equilíbrio entre formação e resultados é a fórmula para obter resultados como os vistos no Enem, segundo os porta-vozes das escolas particulares. “Aqui os alunos adquirem o hábito de estudar e aprendem a fazer isso”, afirma a diretora do colégio Imaculada, Silvana de Fátima Ribeiro da Cruz. “Os livros didáticos são mais completos e os professores, afinados com nossa proposta, conseguem voltar e ensinar o conteúdo para os que não acompanharam. Pelo sistema de apostilas o professor é obrigado a cumprir um plano e fica engessado”, avalia. Para o diretor do Ensino Médio do colégio Porto Seguro em Valinhos, Carlson Toledo, o resultado do Enem reflete o investimento na formação plena e não apenas na transferência de conteúdo. “Temos preocupação com o vestibular, sim, mas com o vestibular mais moderno, muito representado pela Unicamp, pelo Enem e pela nova Fuvest. Sem que a educação seja destinada somente para uma boa prova, sendo isso uma consequência natural.”



Brasil avança menos que os países ricos no ensino superior (Folha Online – Educação – 13/09/11)

Segundo relatório da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), a distância que separa o Brasil dos países mais ricos, que já era grande, aumentou ainda mais quando se compara a proporção de adultos com nível superior entre gerações. A informação é de reportagem de Antônio Gois publicada na edição desta terça-feira da Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha). O estudo, com indicadores educacionais de 42 países, alerta que, caso a proporção de brasileiros com nível superior não aumente em relação ao que é verificado hoje na população de 25 a 34 anos, o país ficará cada vez mais longe da média da OCDE, que congrega principalmente nações desenvolvidas. Comparando apenas a população de 25 a 34 anos, o Brasil tem apenas 12% com nível superior, o menor percentual da lista. Entre 55 e 64 anos tem proporção um pouco menor: 9%. Isto indica que, entre gerações, o avanço é de apenas três pontos percentuais.



Unicamp inscreve para o vestibular 2012 até 23 de setembro  (Globo On Line – Vestibular – 13/09/11)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) recebe até o dia 23 de setembro as inscrições para o vestibular 2012. Os interessados devem se cadastar pela internet. A taxa custa R$ 128. São oferecidas 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp (Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto). A prova da primeira fase será aplicada no dia 13 de novembro e a segunda etapa acontece entre os dias 15 e 17 de janeiro de 2012.  A lista de convocados para a segunda fase e os locais de realização dos exames serão divulgados em 20 de dezembro. As provas de habilidades específicas serão aplicadas entre os dias 23 e 26 de janeiro de 2012. As provas serão no mesmo formato do ano passado. Na primeira fase, o exame terá duas partes: a redação, em que o candidato precisará produzir três textos de gêneros diversos, todos de execução obrigatória, e a parte de conhecimentos gerais, com 48 questões de múltipla escolha. Na segunda fase, realizada em três dias, todas as provas serão discursivas, sendo: