15/03/2017 / Em: Clipping

 


Unicamp publica sexta chamada do vestibular 2017 (Guia do Estudante – Notícias – 14/03/2017)

Selecionados deverão fazer matrícula nesta quinta-feira (16), das 9h às 12h

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou nesta terça-feira (14) a sexta chamada do vestibular 2017. Os selecionados deverão fazer matrícula nos respectivos campi nesta quinta-feira (16), das 9h às 12h. Esta convocação contém os nomes dos candidatos que declararam interesse em continuar concorrendo no vestibular 2017. Entre eles, pode haver candidatos selecionados nos “cursos afins”, que foram selecionados no ato da declaração de interesse e não são os cursos a que originalmente se candidataram. Os convocados para o curso de segunda opção têm três opções: matricular-se sem declarar interesse em possível remanejamento para o curso de primeira opção, em futuras chamadas; matricular-se com interesse no remanejamento; ou não matricular-se, sendo eliminado do vestibular. Os convocados em primeira opção devem se matricular sem possibilidade de remanejamento.



Unicamp divulga sexta chamada do vestibular 2017 (Universia – Notícias – 14/03/2017)

 Matrículas para convocados para a sexta chamada da Unicamp 2017 acontecem nesta quinta (16)

A Unicamp divulgou nesta terça-feira (14) a lista de aprovados na segunda chamada do vestibular 2017. Os candidatos devem acessar o portal da Comvest para verificar se foram classificados.

MATRÍCULAS
A matrícula presencial deve ser realizada no dia 16, quando deve ocorrer a próxima convocatória. Serão publicadas novas chamadas nos dias 20, 27 e 29 de março caso ainda tenham vagas remanescentes. Para realizar a matrícula é preciso levar:



6ª CHAMADA DO VESTIBULAR 2017 DA UNICAMP É PUBLICADA (Vestibular Brasil Escola – Notícias – 14/03/2017)

Convocados deverão efetivar matrícula na quinta-feira, 16, das 9h às 12h. Seleção ofereceu 3,3 mil vagas.Por Wanja Borges

Foi liberada nesta terça-feira, 14 de março, a lista de aprovados na sexta chamada do Vestibular 2017 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Para eles, as matrículas acontecem na quinta-feira, 16. Realizado em novembro e janeiro, o processo seletivo registrou 73.498 inscritos. No total, serão preenchidas 3.330 vagas em 70 opções de cursos nos campi de Campinas, Limeira e Piracicaba. O Vestibular contou mais um ano com o Programa de Ação Afirmativa para Inclusão Social (PAAIS), sistema que concede bônus aos candidatos de escolas públicas.



Unicamp divulga a 6ª chamada do seu Vestibular 2017 (Super Vestibular – Notícias – 14/03/2017)

Calouros deverão realizar matrícula de forma presencial ainda esta semana, no dia 16, das 09h às 12h

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em São Paulo, disponibilizou nesta terça-feira, 14 de março, a relação de aprovados em 6ª chamada no seu Vestibular 2017. A última convocação foi publicada no dia 10. Os novos calouros deverão realizar registro acadêmico de forma presencial ainda esta semana, no dia 16, das 09h às 12h. Na ocasião, será necessário apresentar cópias e originais dos seguintes documentos:

– Certificado de Conclusão e Histórico Escolar do Ensino Médio;
– Certidão de Nascimento ou Casamento;
– Identidade e CPF;
– Título de Eleitor.



“Novo Ensino Médio supera modelo que não serve mais para o mundo pós-industrial” (Terra – Notícias – 14/03/2017)

A Abepar – Associação Brasileira de Escolas Particulares, em documento agora divulgado, considera positiva a aprovação pelo Congresso Nacional do Novo Ensino Médio. Presidida por Mauro de Salles Aguiar, diretor presidente do Colégio Bandeirantes de São Paulo, a Abepar justifica a sua posição com base nos dados sobre a qualidade de ensino. “Os números do PISA e do Enem permitiram ver o que está por dentro das salas de aula: alunos desmotivados, que pouco aprendem e que, por isso, muitas vezes abandonam o curso no meio do caminho”, sustenta o documento das escolas. No texto, a Abepar lembra que a Reforma, “ao fixar um corpo estratégico de conhecimentos indispensáveis, que deve ser oferecido e compartilhado por todos os alunos do Ensino Médio, deixou aberto o caminho para os chamados “itinerários formativos”. Agora, diz a entidade, “cada aluno poderá dedicar 40% da sua formação para construir as trajetórias formativas que falem mais de perto aos seus objetivos, valores e interesses. Trata-se de um grande avanço, que liberta o estudante de uma carga de 13 disciplinas obrigatórias.” A Abepar lembra, no entanto, que a reforma não é a solução para todos os males da educação. A entidade acredita que só “haverá êxito nesse processo se todos fizerem a sua parte – as redes públicas estaduais, a rede privada de ensino, os estados e a União”. E prossegue: “precisamos cuidar do futuro, da implantação segura e inteligente do Novo Ensino Médio. Importância decisiva, nesse contexto, terá a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que determinará 60% do currículo do Ensino Médio.”