15/06/2009 / Em: Clipping

 

Unicamp abre inscrição para processo seletivo de vagas remanescentes  (Globo.Com – G1 Vestibular – 10/06/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) abriu nesta quarta-feira (10) o período de inscrições do processo seletivo para preencher as vagas remanescentes 2010. O prazo termina no dia 25 de agosto. As vagas oferecidas serão divulgadas no início das inscrições. Os candidatos devem acessar o site da Comvest. Podem se inscrever alunos matriculados em cursos de graduação da Unicamp e de outras instituições de ensino superior, além de portadores do diploma de curso superior. Também estarão disponíveis no mesmo site as informações sobre os programas das provas e critérios de avaliação de cada curso. O Processo se realizará em três fases: exame classificatório geral, análise de compatibilidade de currículo e prova específica de conhecimento. O exame classificatório geral, que é obrigatório para todos, acontece no dia 13 de setembro. A prova é composta de 24 questões de natureza discursiva _exames dos anos anteriores e as resoluções também estão no site. Os candidatos são classificados em ordem decrescente a partir das notas obtidas no ECG. Para a análise de compatibilidade de currículo será convocado um número de candidatos que equivale ao máximo de três vezes o número de vagas em cada semestre. Os selecionados precisam entregar a documentação exigida entre 5 e 9 de outubro na Diretoria Acadêmica (DAC), em Campinas. Para as provas específicas de conhecimento, que serão realizadas de 9 a 15 de dezembro, serão selecionados os candidatos que tiverem seus currículos julgados compatíveis com o semestre escolhido pelos Coordenadores de Graduação dos cursos. As provas podem consistir de entrevista, análise de currículo, parte escrita e outras formas de avaliação. A lista de convocados para a matrícula (cursos sem prova de aptidão) será divulgada no dia 19 de janeiro de 2010. Já para os candidatos a vagas em cursos que exigem também as provas de aptidão, a lista será divulgada dia 3 de fevereiro de 2010.


Unicamp/2010 oferece vagas remanescentes  (Folha Dirigida – Vestibular – 10/06/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou o calendário do processo seletivo de vagas remanescentes 2010. As inscrições estarão abertas entre os dias 10 e 25 de agosto. As vagas serão divulgadas no início do período de inscrições. Podem participar da seleção, os alunos matriculados em cursos de graduação da Unicamp e de outras instituições de ensino superior, alem de portadores do diploma de curso superior. A avaliação constará de três fases: Exame Classificatório Geral, Análise de Compatibilidade de Curículo e Prova Específica de Conhecimento. A primeira etapa, destinada a todos os participantes, acontecerá no dia 13 de setembro e tem por objetivo verificar o domínio do conhecimento adquirido nas diversas formas de educação. A prova é composta de 24 questões discursivas. Os candidatos que tiverem seus currículos julgados como compatíveis, participarão das provas específicas, que serão aplicadas entre os dias 9 e 15 de dezembro.


Vestibular Unicamp 2010: inscrições acontecem de 13 de agosto a 06 de outubro, pela internet  (Globo On Line – Vestibular – 10/06/09)

A inscrição para o vestibular 2010 da Universidade de Campinas (Unicamp) deverá ser feita entre os dias 13 de agosto e 06 de outubro de 2009, por meio de formulário que estará disponível nesta página. O calendário foi definido em conjunto com outras oito universidades paulistas: USP, Unesp, ITA, Unifesp, UFSCar, UFABC, PUC-Campinas e PUC-SP. O Manual do Candidato e a Revista do Vestibulando também estarão disponíveis na página eletrônica da Comvest para consulta e impressão. O valor da taxa de inscrição ainda não foi definido.


Unicamp seleciona para vagas remanescentes  (A Tarde/Salvador – Vestibular – 12/06/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) inscreve até 25 de agosto para  processo seletivo das vagas remanescentes 2010. O prazo termina no

dia 25 de agosto. Interessados devem acessar o site da Comvest para informações sobre os cursos e cadastro. Podem se inscrever alunos matriculados em cursos de
graduação da Unicamp e de outras instituições de ensino superior, além de portadores do diploma de curso superior. Também estarão disponíveis no mesmo site as informações sobre os  programas das provas e critérios de avaliação de cada curso. O Processo se realizará em três fases: exame classificatório

geral, análise de compatibilidade de currículo e prova específica de conhecimento. O exame classificatório geral, que é obrigatório para todos, acontece no dia 13 de setembro, com 24 questões discursivas. No site da Comvest  também podem ser encontrados exames dos anos anteriores e seus gabaritos.


SuperEnem abre inscrições hoje sob superpolêmica  (Zero Hora – Vestibular – 15/06/09)

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam hoje em meio à polêmica. Por incentivo do Ministério da Educação (MEC), universidades federais do país estão criando formas para substituir definitivamente o vestibular pela prova única do Enem. A proposta revoluciona a atual seleção para acesso ao Ensino Superior no país, um exame instituído em 1911. Hoje, a preocupação de instituições, professores, pais e alunos não é a mudança em si, mas a falta de tempo para adaptação e preparação à prova, que será aplicada em 3 e 4 de outubro. A discussão ganhou força com a supressão dos testes de língua estrangeira no exame deste ano e uma ação civil pública do Ministério Público Federal contra a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) para que a instituição não utilize apenas o Enem como seleção. Em 25 de março deste ano, o ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que só dois meses depois foram especificadas em edital. Além de ampliar o exame de 63 para 180 questões, mais redação, o ministro estimulou as universidades federais a utilizarem a avaliação federal como única forma de acesso já no próximo processo seletivo. Para isso, ofereceu mais recursos às instituições que substituíssem o antigo vestibular pelo novo Enem. A verba repassada à assistência estudantil dobrou, atingindo R$ 400 milhões. No Estado, três das seis federais decidiram usar exclusivamente o Enem na seleção. Com isso, em vez de aplicarem suas provas em dezembro ou janeiro, usarão as notas do Enem, a ser realizado em 3 e 4 de outubro. A decisão revoltou estudantes, sob a alegação de que a preparação para o vestibular havia sido prejudicada.  – Tudo foi mudado no meio do processo, tivemos de nos adaptar. Não acho justo nem correto, pois estão menosprezando todo o nosso empenho – queixa-se Joana Noschang, 34 anos, que tenta uma vaga em Medicina na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), que usará o Enem em vez do vestibular tradicional.  Na tentativa de manter o processo de seleção antigo pelo menos até o próximo vestibular, estudantes da Capital pretendem entrar na Justiça contra a decisão da UFCSPA.  Com apoio da Câmara de Vereadores, devem solicitar a intervenção do Ministério Público Federal contra a substituição do antigo modelo de seleção pelo Enem.
A mobilização é inspirada na dos colegas de Pelotas, que conseguiram em caráter liminar derrubar o uso do Enem como única forma de acesso na Universidade Federal de Pelotas (UFPel).  Até o momento, paira a incerteza entre os vestibulandos da cidade pelotense, uma vez que a Justiça ainda não julgou o mérito da ação civil pública ajuizada pelo procurador Max Palombo, do Ministério Público Federal

Vestibulandos participarão de audiência com vereadores

Na sexta-feira, às 9h30min, vestibulandos da Região Metropolitana que se sentem prejudicados com a decisão da UFCSPA participarão de audiência da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude da Câmara de Vereadores. Depois do encontro, os estudantes planejam protestar, seguindo em passeata até a sede da universidade, na Rua Sarmento Leite.  Em abril, a reitora Miriam da Costa Oliveira recebeu um abaixo-assinado com 1,5 mil assinaturas contra o uso do Enem. No mesmo dia, a universidade aprovou seu uso exclusivo a partir da próxima seleção. Nesta semana, os abaixo-assinados foram retomados.  A mobilização estudantil é vista como uma esperança para Bianca Juliana Remedi, 19 anos, de Canoas.  – Tomara que dê resultado. Comecei a me preparar em março pensando em janeiro e não outubro (mês em que será realizado o Enem) – afirma a jovem, que tenta uma vaga em Nutrição na UFCSPA.