16/08/2010 / Em: Clipping

 


Inscrições abertas para vagas remanescentes da Unicamp. Prazo vai até dia 23  (Folha Dirigida – Educação – 13/08/2010)

Já estão abertas as inscrições para o processo seletivo para o preenchimento das vagas remanescentes 2011 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Os interessados podem se cadastrar somente pela internet, através da página eletrônica da Comvest, organizadora da seleção. A taxa é de R$95. O prazo se encerra no dia 23 de agosto.

São oferecidas 529 vagas, distribuídas em 51 opções de cursos. Podem concorrer alunos matriculados em cursos de graduação da Unicamp e de outras instituições de ensino superior, além de portadores de diploma reconhecido de curso superior diferente do curso pretendido.

A seleção dos candidatos é composta de três etapas: Exame de Conhecimento Gerais (ECG), Análise de Compatibilidade de Currículo e Prova Específica de Conhecimentos. Além disso, serão realizadas provas de habilidades específicas para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música.



UFRJ aprova cotas sociais, Enem obrigatório e adesão ao SiSU (Portal IG – Educação – 13/08/2010)

Porcentagem de vagas do SiSU e das cotas ainda não foi definida. Enem será obrigatório para todos vestibulandos

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) aprovou na última quinta-feira (12) a adesão ao Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que seleciona alunos de acordo com o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e a criação de cotas sociais para facilitar o ingresso de estudantes de baixa renda familiar e oriundos de escolas públicas. Além disso, prestar o Enem será obrigatório para todos os estudantes que desejarem ingressar na universidade.

Não houve, no entanto, consenso entre os membros do Conselho Universitário (Consuni) quanto a forma como as cotas sociais serão empregadas na universidade, nem qual percentual será destinado aos alunos de baixa renda e aos egressos pelo SiSU. Essas questões serão definidas na próxima reunião do Consuni, no dia 19 de agosto (quinta-feira).

Seis brasileiras estão entre as melhores universidades do mundo (Portal IG – Educação – 13/08/2010)

Ranking elaborado por instituição de Xangai inclui USP, Unicamp, UFMG, UFRJ, Unesp e UFRGS

Seis universidades brasileiras estão entre as 500 instituições mais bem conceituadas do mundo. O ranking elaborado pela Universidade de Comunicações de Xangai (Jiaotong), divulgado nessa sexta-feira, é liderado pelas norte-americanas. Harvard aparece em primeiro lugar.

Entre as 150 melhores, a Universidade de São Paulo (USP) é a única brasileira a figurar na lista. Ela e a Universidade Nacional Autônoma do México (Unam) são as únicas latino-americanas entre as 200 primeiras. Na ampliação para as 300 melhor posicionadas, outra brasileira figura na lista: a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

A Universidade Federal de Minas Gerais, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) estão entre as 400 melhores e, depois, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) também foi incluída no ranking, entre as 500 instituições com melhor conceito.

Como no ano passado, a relação das 500 melhores universidades estabelecida pela Jiaotong traz os EUA na liderança, ocupando 17 dos 19 primeiros postos. Pelo oitavo ano consecutivo, Harvard lidera o ranking, seguida por Berkeley, que tomou a segunda posição de Stanford.

As universidades britânicas de Cambridge (5ª) e Oxford (10ª) são as únicas fora dos EUA entre as dez melhores. Entre países, a Alemanha ocupa a segunda posição no ranking das 500 melhores, com 39 universidades, bem atrás dos Estados Unidos, com 154 instituições.