17/11/2009 / Em: Clipping

 


Unicamp libera prova para candidato que esqueceu fotografia  (UOL – Vestibular – 16/11/09)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) permitiu que os vestibulandos que se esqueceram de levar duas fotografias 3 x 4 pudessem fazer a prova da primeira fase, na tarde de domingo (15). Na tentativa de evitar fraudes no vestibular, a universidade passou a exigir pela primeira vez este ano que os candidatos levassem fotos datadas. A coordenação do vestibular afirmou, no entanto, que vai barrar os estudantes que se esquecerem das fotografias no primeiro dia de prova da segunda fase, marcada para os dias 10, 11, 12 e 13 de janeiro. “Já esperávamos candidatos sem fotos ou com fotos sem data. Por isso, resolvemos dar uma chance. Mas os esquecidos assinaram um documento no qual se comprometeram a trazer as fotos na segunda fase”, disse o coordenador-executivo do vestibular, Renato Pedrosa. A Unicamp divulga a lista dos candidatos que passaram para a segunda fase no dia 16 de dezembro. Ao todo, 55.475 candidatos disputam 3.444 vagas. De acordo com a Comvest, responsável pelo processo seletivo, 2.955 candidatos faltaram (5,33% do total de inscritos).



Unicamp libera prova para candidato que esqueceu fotografia   (Folha Online – Educação – 16/11/09)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) permitiu que os vestibulandos que se esqueceram de levar duas fotografias 3 x 4 pudessem fazer a prova da primeira fase, na tarde de domingo (15). Na tentativa de evitar fraudes no vestibular, a universidade passou a exigir pela primeira vez este ano que os candidatos levassem fotos datadas. A coordenação do vestibular afirmou, no entanto, que vai barrar os estudantes que se esquecerem das fotografias no primeiro dia de prova da segunda fase, marcada para os dias 10, 11, 12 e 13 de janeiro. “Já esperávamos candidatos sem fotos ou com fotos sem data. Por isso, resolvemos dar uma chance. Mas os esquecidos assinaram um documento no qual se comprometeram a trazer as fotos na segunda fase”, disse o coordenador-executivo do vestibular, Renato Pedrosa. A Unicamp divulga a lista dos candidatos que passaram para a segunda fase no dia 16 de dezembro. Ao todo, 55.475 candidatos disputam 3.444 vagas. De acordo com a Comvest, responsável pelo processo seletivo, 2.955 candidatos faltaram (5,33% do total de inscritos).



Vestibular da Unicamp tem 2.955 ausentes na 1ª fase  (Globo On Line – Vestibular – 16/11/09)

Ao todo, 2.955 vestibulandos – 5,3% dos inscritos – faltaram à primeira fase do vestibular da Unicamp, realizada ontem em 24 cidades brasileiras. O número de ausentes foi maior que o ano passado, quando 2.256 candidatos – 4,6% – deixaram de comparecer à prova.  É o caso da jovem Graicy Vital, 17 anos, que com um filho recém-nascido no colo, não pode entrar para fazer o exame. Ela chegou no local um minuto após os portões serem fechados. Candidata a uma vaga em Medicina, a moradora do Tucuruvi pegou trânsito até a Aclimação, onde faria o vestibular. “Preciso de um emprego”, dizia chorando, do lado de fora.  Este ano, o vestibular teve recorde de inscritos: 55.484. Em 2008, foram 49.322.



Prova da Unicamp foi ‘tranquila’, dizem professores  (Jornal Cruzeiro do Sul – Educação – 16/11/09)

O exame da primeira fase do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realizado ontem, não trouxe grandes surpresas nas questões, segundo professores. “A prova foi tranquila de um modo geral, nenhuma questão fugiu dos conhecimentos básicos”, disse Miguel Castro, diretor editorial do cursinho COC. Professores do Anglo disseram que o nível de dificuldade das questões foi adequado. O coordenador Luis Andrade só lamentou o fato de haver apenas duas questões por matéria, insuficientes para abranger todo o conteúdo estudado. Nesta primeira fase, os vestibulandos responderam 12 questões dissertativas de Ciências Biológicas, Física, Geografia, História, Matemática e Química, mais uma redação, cujo tema foi o conflito de gerações. “É um tema exigente, inteligente e de grande importância para os candidatos”, elogiou o coordenador de redação do curso Objetivo, Francisco Achcar. Dos 55.484 inscritos no vestibular, quase 3 mil (5,33%) não fizeram a prova. O índice de abstenção foi um pouco maior do que o da primeira fase do ano passado, de 4,57%. O exame foi aplicado em 24 cidades. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Professores elogiam vestibular da Unicamp (Diário de S.Paulo – São Paulo – 16/11/09)

Ao todo, 2.955 vestibulandos — 5,3% dos inscritos — faltaram à primeira fase do vestibular da Unicamp, realizada no domingo em 24 cidades brasileiras. O número de ausentes foi maior que o ano passado, quando 2.256 candidatos — 4,6% — deixaram de comparecer à prova. É o caso da jovem Graicy Vital, 17 anos, que com um filho recém-nascido no colo, não pode entrar para fazer a prova. Ela chegou ao local um minuto após os portões serem fechados. Candidata a uma vaga em medicina, a moradora do Tucuruvi, na Zona Norte, pegou trânsito até a Aclimação, região central, onde faria o vestibular. Impedida de entrar, começou a chorar. Este ano, o vestibular teve recorde de inscritos: 55.484. Em 2008, foram 49.322. Na disputa, estão 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). Professores de cursinhos definiram a prova como simples, porém inteligente. O exame teve 12 questões de conhecimentos gerais, além da redação. “A prova manteve o padrão”, diz o professor de história da Poli, Fernando Rodrigues. No entanto, em sua disciplina achou as questões limitadas. “Se o estudante faltou na aula de Revolução Industrial, por exemplo, ele iria mal em uma das questões. A prova acaba sendo de sorte.”  Segundo coordenadora do cursinho da Poli, Alessandra Venturi, a prova exigiu raciocínio. “Para alguns a prova pode ter parecido difícil porque exigia raciocínio e domínio da escrita”. A lista de aprovados será divulgada no dia 16 de dezembro, junto com os locais da segunda fase, que irá acontecer entre 10 e 13 de janeiro de 2010.



1.ª fase da Unicamp registra 135 inscritos ausentes em Limeira   (Gazeta de Limeira – Geral – 17/11/09)

Mais de 1,7 mil estudantes participaram da 1ª fase do vestibular 2010 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em Limeira. O índice de abstenção foi 7,25%, o que representa 135 inscritos. O número é maior que o registrado em 2008, quando houve 4,86% de abstenção (81 inscritos). Mesmo com um índice razoável de ausentes, o câmpus da Faculdade de Tecnologia de Limeira (antigo Ceset) estava repleto de estudantes que aguardavam a abertura dos portões anteontem. No município, as provas foram realizadas na Faculdade de Tecnologia de Limeira e no câmpus 2 da Unicamp, na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). A disputa é por uma das 3.444 vagas divididas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). O tema geral da prova foi “gerações”. As propostas para a redação e as 12 questões gerais foram formuladas a partir desta temática. A prova incluia a redação e 12 questões gerais de natureza discursiva das disciplinas do núcleo comum do ensino médio, como ciências biológicas, física, geografia, história, matemática e química. Os candidatos tiveram quatro horas para a realização do exame.