19/07/2018 / Em: Clipping

 

 

Unicamp é bi em ranking internacional (Correio Popular – Notícias – 19/07/2018)

 

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) foi considerada pelo segundo ano consecutivo a melhor universidade da América Latina pela publicação britânica Times Higher Education (THE). A terceira edição do ranking, que engloba as principais instituições de ensino superior em âmbito internacional, foi divulgada ontem pela revista. Na primeira edição, em 2016, a Unicamp já havia ocupado a segunda colocação, atrás da Universidade de São Paulo (USP). Em 2017, as duas universidades trocaram de posições, situação que se manteve em 2018. O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel comemorou a manutenção da universidade no topo do ranking, mas ressaltou que ainda há muitos desafios pela frente, como a internacionalização da instituição. “Esta classificação é um reconhecimento de um trabalho de muitos anos que mostra a força da universidade pública no Brasil, não só a Unicamp. A gente fica contente, mas sabemos que estamos atravessando por um momento de dificuldades”, diz Knobel. “Quando saem estes rankings, é o nome da Unicamp que roda o mundo, de forma positiva. E isso nos motiva a atrair mais jovens e pesquisadores do Exterior. Temos uma dificuldade para a internacionalização pelo fato de no Brasil as aulas serem essencialmente em português, que não é uma língua tão falada e procurada no mundo, mas tentamos compensar com a qualidade do nosso ensino, das nossas pesquisas e da nossa inovação”, explica. A Unicamp conta com aproximadamente 34 mil alunos matriculados em 66 cursos de graduação e 153 programas de pós-graduação. Todos os anos, cerca de 800 doutores são formados na instituição. Nas últimas cinco décadas, a Unicamp formou mais de 65 mil jovens profissionais em seus cursos de graduação.

Domínio brasileiro

A publicação da tradicional revista britânica ressalta o domínio das instituições brasileiras na América Latina. Das 129 universidades que entraram para o ranking, 43 são do País — sendo que seis entraram para o Top 10. Em 2017, eram 32 universidades brasileiras que apareciam na lista. Apesar do bom desempenho, o diretor editorial dos rankings globais da THE, Phil Baty, fez um alerta: “Esse estresse econômico contínuo (do Brasil) está prejudicando o desempenho e a atratividade das universidades brasileiras no cenário global e colocando em risco o potencial futuro do sistema de ensino superior da nação”.

Critérios

Os critérios de avaliação da pesquisa na América Latina foram os mesmos aplicados no THE World University Rankings – de abrangência global, mas com modificações para refletir melhor as características das escolas superiores da região. São considerados 13 indicadores de desempenho, dentro de cinco áreas: ensino (ambiente de aprendizagem); pesquisa (volume, renda e reputação); citações (influência da pesquisa); perspectiva internacional (pessoal, estudantes e pesquisa); e renda da indústria (transferência de conhecimento). Leia mais

 

 


 

Unicamp lidera ranking de melhores universidades da América Latina (Super Vestibular – Notícias – 19/07/2018)

Além dela, outras cinco instituições brasileiras foram listadas entre as dez melhores da região sendo que desse total, somente uma é particular

 

A revista britânica Times Higher Education (The) publicou o ranking com as melhores universidades da América Latica e a instituição que lidera a lista é a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Além dela, outras cinco instituições brasileiras foram listadas entre as dez melhores da região sendo que desse total, somente uma é particular, que é a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Também aparecem no ranking entre as 10 mais instituições do Chile, México e Colômbia. Na segunda colocação está a Universidade de São Paulo (USP). Já a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) está em quarto lugar. Na sétima posição está a PUC-Rio e em nono e décimo lugar estão a Universidade Federal de Minas Gerais e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O levantamento analisa 129 universidades de dez países da América Latina. O Brasil tem 43 universidades listadas. Depois do Brasil, o Chile foi o país com mais instituições citadas, com 26, seguido pelo México (22), Colômbia (19) e Argentina (7). Na sua terceira edição, o ranking incluiu pela primeira vez uma instituição jamaicana, a Universidade das Índias Ocidentais, que ficou na 37ª posição. Entre os critérios de avaliação, são levados em conta a qualidade do ensino e da pesquisa, publicações de artigos científicos, transferência de tecnologia ao setor produtivo, além do perfil internacional das universidades. Para tanto, são coletados dados como o número de publicações científicas, nacionalidades presentes na comunidade universitária, orçamento, recursos destinados à pesquisa e programas de pós-graduação.

 

 


Unicamp é considerada a melhor universidade da América Latina (Brasil Escola – Notícias – 19/07/2018)

Outras cinco universidades brasileiras foram citadas entre as dez melhores.

 

Seis instituições brasileiras aparecem entre as dez primeiras no ranking da revista britânica Times Higher Education (The) com as melhores universidades da América Latina. A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aparece no topo da lista que analisa 129 universidades de dez países.Entre os critérios avaliados para a elaboração do ranking estão: qualidade do ensino e da pesquisa, publicações de artigos científicos, transferência de tecnologia ao setor produtivo e o perfil internacional das universidades.

Outras instituições

Além da Unicamp, aparecem na lista a Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Veja a lista das dez melhores, segundo o ranking:

  1. Universidade Estadual de Campinas (Unicamp);
  2. Universidade de São Paulo (USP);
  3. Pontifícia Universidade Católica do Chile (Chile);
  4. Universidade Federal de São Paulo (Unifesp);
  5. Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores de Monterrey (México);
  6. Universidade do Chile (Chile);
  7. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio);
  8. Universidade de Los Andes (Colômbia);
  9. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  10. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

O Brasil tem 43 universidades listadas no ranking. Depois do Brasil, o Chile foi o país com mais instituições citadas, com 26, seguido pelo México (22), Colômbia (19) e Argentina (7).

 

 


Unicamp é a primeira colocada na lista das melhores universidades da América Latina (GloboNews – Jornal GloboNews Edição das 13h – 19/07/2018) 

Assista vídeo