20/06/2018 / Em: Clipping

 

Unicamp inclui Curitiba na lista de cidades do vestibular 2019 (G1 – Campinas e região – 20/06/2018)

Lista já contava com Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e São Paulo (SP), além de 30 municípios paulistas. Ampliação atende demanda de estudantes da região Sul.

 

A Unicamp incluiu Curitiba (PR) na relação de cidades onde haverá vestibular em 2019. Antes disso, a lista contava com cinco metrópoles: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e São Paulo (SP), além de 30 municípios paulistas. As inscrições para o vestibular serão realizadas entre os dias 1º e 31 de agosto, no site da comissão organizadora do exame (Comvest). Depois de Curitiba, a cidade de Salvador é a capital mais recente a ser acrescentada na relação. De acordo com a comissão, a ampliação atende à demanda de estudantes das regiões Nordeste e Sul por uma opção de cidade para realizarem o vestibular. Na edição deste ano, a universidade registrou alta de 61,4% na quantidade de calouros residentes fora de São Paulo – Paraná e Bahia foram os estados com mais representantes.

Formato mantido

Os modelos das provas no vestibular 2019 serão iguais ao da edição anterior. A 1ª fase será composta por 90 questões de múltipla escolha nas disciplinas de língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa, matemática, história, geografia (inclui filosofia e sociologia), física, química, biologia, inglês, além de interdisciplinares. O tempo será de até cinco horas. As provas da segunda fase serão em janeiro e cada uma terá duração máxima de quatro horas:

13/01 – Redação e prova de língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa

14/01 – Matemática, geografia e história

15/01 – Física, ciências biológicas e prova de química

Segundo a Comvest, as avaliações de habilidades específicas serão entre 21 e 25 de janeiro, com exceção aos cursos de música: neste caso, elas são divididas em duas etapas – a primeira, de 10 a 17 de setembro deste ano; e a segunda entre os dias 14 e 15 de outubro. Ao todo, serão oferecidas 3,3 mil vagas em 70 cursos de graduação, distribuídas nos campi de Campinas, Piracicaba e Limeira. O valor da taxa será de R$ 170, o que significa um acréscimo de R$ 5 – alta de 3,3% – sobre os R$ 165 cobrados dos candidatos na edição anterior.

Calendário

Nesta edição, a instituição implementará pela primeira vez cotas étnico-raciais e outras mudanças que visam elevar a inclusão social, entre elas, vagas pelo Enem, criação de um vestibular indígena e de vagas extras para destaques em olimpíadas que tenham abrangência nacional. Confira detalhes.

Edital Enem

Inscrições: 15/10 a 14/11/2018

Seleção a partir de desempenho em olimpíadas científicas

Inscrições: 21/11/2018 a 10/1/2019

Vestibular Indígena

Inscrições: 15/8 a 14/9/2018

Prova: 2/12/2018

Obra musical obrigatória

Ainda pensando em elevar a inclusão social do exame, a Comvest incluiu um álbum dos Racionais MC’s para a lista de obras obrigatórias no vestibular 2020. Para o coordenador executivo da comissão, José Alves de Freitas Neto, as músicas de “Sobrevivendo no inferno” permitem uma abordagem da literatura que dialoga com o atual momento do país e as transformações da universidade.

 

 


Curitiba e Salvador terão prova da Unicamp (ACidade ON – Campinas – Cotidiano – 20/06/2018)

Cidades voltam a realizar provas – primeira com cotas – da Unicamp após alta na demanda

 

Curitiba e Salvador serão duas novas capitais brasileiras a receber as provas do Vestibular Unicamp, a partir da edição de 2019 o primeiro com cotas -, divulgou a Universidade nesta quarta-feira (20). A ampliação atende a uma demanda de estudantes das duas regiões do país por uma opção de cidade para a realização do vestibular. As inscrições para o Vestibular Unicamp 2019 serão realizadas de 1 a 31 de agosto, exclusivamente em www.comvest.unicamp.br. No ano passado, a Unicamp já havia ampliado a aplicação das provas de seu vestibular para outras duas capitais: Belo Horizonte e Fortaleza. Com a inclusão de Curitiba e Salvador, fora do Estado de São Paulo, passam a receber o Vestibular Unicamp cinco capitais: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza e Salvador. José Alves de Freitas Neto, coordenador executivo da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), esclarece que a demanda de estudantes da Bahia pela Unicamp é grande.

 

EM SÃO PAULO

No Estado de São Paulo, a Unicamp aplica as provas de seu vestibular em 29 cidades: Araçatuba, Bauru, Botucatu, Bragança Paulista, Campinas, Franca, Guaratinguetá, Guarulhos, Indaiatuba, Jundiaí, Limeira, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos. A cidade de Registro, ao sul do Estado de são Paulo, vai deixar de abrigar as provas do Vestibular Unicamp. De acordo com Freitas Neto, havia baixa demanda e, por outro lado, uma alta procura de estudantes do Paraná pela prova em Curitiba.

 

VESTIBULAR INDÍGENA

A partir deste ano, a Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) fará o Vestibular Indígena Unicamp, com aplicação das provas em cinco cidades do país: Campinas (SP), Dourado (MS), Manaus (AM), Recife (PE) e São Gabriel da Cachoeira (AM). As inscrições serão realizadas pela internet, na página da Comvest, de 15 de agosto a 14 de setembro. A prova, de fase única, será aplicada no dia 2 de dezembro. Além do vestibular tradicional e do vestibular indígena, a Unicamp contará com outras formas de ingresso para os cursos de graduação, que incluem vagas pelo Enem, cotas étnico-raciais e vagas para estudantes com excelente desempenho em olimpíadas científicas. Os respectivos editais serão divulgados em breve pela Comvest. As datas das inscrições já estão disponíveis na página da Comissão.

 

 


Vestibular Unicamp será realizado em 5 capitais fora de SP (Virando Bixo – Notícias – 20/06/2018)

Confira quais são as cidades e as informações sobre as formas de ingresso na Unicamp, além do vestibular tradicional

 

Duas novas cidades, Curitiba e Salvador, vão a receber as provas do Vestibular Unicamp a partir da edição deste ano. Desse modo, ao todo, a provas serão realizadas em cinco capitais, fora do estado de São Paulo. Confira quais são essas capitais: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza e Salvador. No estado de São Paulo, a Unicamp aplica as provas de seu vestibular em 29 cidades: Araçatuba, Bauru, Botucatu, Bragança Paulista, Campinas, Franca, Guaratinguetá, Guarulhos, Indaiatuba, Jundiaí, Limeira, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos. As inscrições para o Vestibular Unicamp 2019 serão realizadas de 1 a 31 de agosto, exclusivamente em www.comvest.unicamp.br.

 

Vestibular Indígena
Outra novidade do Vestibular Unicamp é o Vestibular Indígena Unicamp. As provas serão aplicadas em cinco cidades do país: Campinas (SP), Dourado (MS), Manaus (AM), Recife (PE) e São Gabriel da Cachoeira (AM).  As inscrições serão realizadas pela internet, na página da Comvest, de 15 de agosto a 14 de setembro. A prova, de fase única, será aplicada no dia 2 de dezembro.

 

Outras formas de ingresso

Além do vestibular tradicional e do vestibular indígena, a Unicamp contará com outras formas de ingresso para os cursos de graduação:

– Vagas pelo Enem

– Cotas étnico-raciais

– Vagas para estudantes com excelente desempenho em olimpíadas científicas

Os editais para essas modalidades de ingresso serão divulgados em breve pela Comvest. Confira as datas de inscrição na ilustração abaixo.

 

Calendário Vestibular Unicamp 2019

Inscrições: 1/8 a 31/8/2018
Provas de Habilidades Específicas de Música: Etapa I 10 a 17/9/2018 e Etapa II 14 a 15/10/2018
Primeira fase: 18/11/2018
Segunda fase: 13, 14 e 15/1/2019
Provas de Habilidades Específicas: 21 a 25/1/2019
Divulgação da primeira chamada (para matrícula não presencial): 11/2/2019
Matrícula não presencial: 12/2/2019