20/01/2009 / Em: Clipping

 

Unicamp disponibiliza padrão de respostas das provas de física e geografia; confira  (UOL – Vestibular – 19/01/09)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulgou o padrão de respostas das provas de física e geografia, aplicadas em 13 de janeiro, terceiro dia da 2ª fase da Unicamp.

Vestibulandos

Os vestibulandos ouvidos pelo UOL Vestibular consideraram o terceiro dia de provas da segunda fase da Unicamp – em que foram aplicados os exames de geografia e física – como o mais tranquilo dessa etapa. Eles afirmaram que a prova de física, apesar de exigir muitos cálculos, não conteve nenhuma questão com elevado grau de dificuldade. Já na prova de geografia, segundo os estudantes, pesou o conhecimento de geopolítica e conceitos específicos de geografia física. Para a candidata ao curso de medicina Isis Fionello as provas de física e geografia foram “tranquilas”. Segundo a estudante, os cálculos exigidos pela prova de física não foram complexos. “E eles deram as fórmulas mais complicadas”, contou. Segundo Isis, apesar de ter cobrado assuntos diversos – como conceitos de solstício e equinócio, latitude e longitude, Amazônia, diferenças climáticas e vegetação no Brasil -, a prova de geografia “não tinha perguntas muito complicadas. Acho que me dei bem sim”, disse. A candidata a economia Renata Rodrigues concordou com Isis. “Achei a prova de física mais fácil do que as dos anos anteriores. Eles deram a maioria das fórmulas e as que a gente precisava saber eram muito básicas”, comentou. Renata também gostou da prova de geografia. “Os assuntos foram bem distribuídos entre geografia física e humana. Eles cobraram muita geopolítica e definições básicas de geografia física. As questões não estavam difíceis, no geral. Hoje foi o dia mais tranquilo da segunda fase, com certeza”, afirmou.

Professores

A segunda fase da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) trouxe questões de geografia “difíceis” e exercícios de física “mais simples que o habitual”, na avaliação de professores de cursinho ouvidos pelo UOL Vestibular. “Mesmo quem tenta carreiras de humanas, que costuma ter maior familiaridade com o tema, deve ter encontrado dificuldades em geografia”, disse Reinaldo Scalzaretto, coordenador de geografia Anglo. O professor da disciplina no Cursinho da Poli, Rui Calaresi, destaca as questões 15 e 16 como as mais difíceis da prova. “Uma trazia um gráfico que não é tão familiar dos alunos e exigia uma associação mental que não é tão óbvia. A outra pedia um repertório de geopolítica considerável”, disse. Para a professora do curso Objetivo, Vera Lúcia Antunes, a sensação de dificuldade se deve ao fato de “a prova exigir conteúdo”. “Não era só interpretar textos. Pedia conhecimento. Daí, ou você sabe, ou não. É uma prova que valoriza o trabalho do professor e do aluno”, contou. A fama de “assustadora” que os exames de física costumam ter não se concretizou na prova de hoje. “Este ano, a prova não ‘botou terror'”, brincou Ronaldo Moura de Sá, do Anglo. “Não foi facinho, mas foi mais simples que o habitual”, disse. “Vai ganhar quem errar menos”, completou. O colega do curso Objetivo, Ronaldo Fogo, concorda com a avaliação. “Muita gente conseguiria resolver a prova inteira, não fosse o tempo curto”, disse.


Unicamp aplica provas de aptidão nesta terça-feira (Globo.Com – G1 Vestibular – 20/01/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aplica, nesta terça-feira (20), as provas de habilidade específica do vestibular 2009. Ao todo, 761 candidatos estão aprovados para fazer as provas de aptidão, obrigatórias para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música.  As avaliações serão realizadas até o dia 22 de janeiro em Campinas. A Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) orienta os candidatos a consultar informação detalhada sobre locais e horários dos exames de aptidão em sua página eletrônica. Alguns exames acontecem em apenas um dia, outros são compostos de várias avalições. O vestibulando deve conferir caso a caso. No site também está disponível, no manual do candidato, a indicação do material que os estudantes precisam levar para as provas de aptidão. As provas são classificatórias, ou seja, os candidatos apenas não podem zerar.  Tradicionalmente, as avaliações de aptidão do vestibular Unicamp reúnem um público que vai além dos candidatos. Provas como a de palco, para artes cênicas, costumam atrair pais, amigos e a comunidade interna da Unicamp. Já no caso de artes visuais e arquitetura, o destaque é para a criatividade na concepção da prova. Em anos anteriores, além dos tradicionais lápis de cor, caneta, régua e lapiseira, os candidatos foram estimulados a criar a partir da leitura de um determinado texto, ou ainda, se utilizaram de objetos como tijolos, potes com anilina e até ovos cozidos durante a realização das provas. A lista de aprovados em primeira chamada será divulgada dia 5 de fevereiro. A matrícula dos convocados na primeira lista será no dia 10 de fevereiro.


Unicamp aplica provas de aptidão nesta terça-feira  (EPTV – Virando Bixo –  20/01/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aplica, nesta terça-feira (20), as provas de habilidade específica do vestibular 2009. Ao todo, 761 candidatos estão aprovados para fazer as provas de aptidão, obrigatórias para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música. As avaliações serão realizadas até o dia 22 de janeiro em Campinas. Alguns exames acontecem em apenas um dia, outros são compostos de várias avalições. O vestibulando deve conferir caso a caso. No site também está disponível, no manual do candidato, a indicação do material que os estudantes precisam levar para as provas de aptidão. As provas são classificatórias, ou seja, os candidatos apenas não podem zerar. Tradicionalmente, as avaliações de aptidão do vestibular Unicamp reúnem um público que vai além dos candidatos. Provas como a de palco, para artes cênicas, costumam atrair pais, amigos e a comunidade interna da Unicamp. Já no caso de artes visuais e arquitetura, o destaque é para a criatividade na concepção da prova. Em anos anteriores, além dos tradicionais lápis de cor, caneta, régua e lapiseira, os candidatos foram estimulados a criar a partir da leitura de um determinado texto, ou ainda, se utilizaram de objetos como tijolos, potes com anilina e até ovos cozidos durante a realização das provas. A lista de aprovados em primeira chamada será divulgada dia 5 de fevereiro. A matrícula dos convocados na primeira lista será no dia 10 de fevereiro.


Nova lista facilita a vida do vestibulando, afirmam professores (Folha de S.Paulo – Fovest – 20/01/09)

“Sagarana”, que saiu, era complexo demais para candidato

Depois de três anos, a lista de livros obrigatórios da Fuvest e da Unicamp, que é unificada, foi alterada. A mudança foi considerada positiva por professores ouvidos pelo Fovest. Saíram as obras “Poemas Completos de Alberto Caeiro”, heterônimo de Fernando Pessoa, “A Rosa do Povo”, de Carlos Drummond de Andrade, e “Sagarana”, de João Guimarães Rosa. Para substitui-las, entraram “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo, “Capitães da Areia”, de Jorge Amado, e ainda “Antologia Poética” (segunda versão aumentada), de Vinicius de Moraes. De acordo com os docentes, a saída de “Sagarana” deve tranquilizar a vida dos vestibulandos. “Para estudantes na faixa dos 17 anos, o nível de dificuldade desse livro é estrondoso”, afirmou Denise Maiolino, assessora de português do ensino médio do colégio Albert Sabin. “A saída de Drummond e a entrada de Vinicius mantêm a mesma fase literária [modernismo], mas o segundo [livro] é de compreensão mais fácil.” “É bom que façam com que os vestibulandos leiam outras coisas”, afirma José Everaldo Nogueira Júnior, coordenador do ensino médio do colégio Santa Amália. “Para o professor, ensinar “Sagarana” é ótimo, mas, para o aluno, é uma leitura muito pesada. Talvez isso tenha sido levado em conta para o livro ter sido retirado.” De acordo com Leandro Tessler, coordenador-executivo da Comvest, comissão que organiza o vestibular da Unicamp, é a primeira vez que a lista sofre mudanças desde que foi unificada, em 2006. “É bom que tenha mudado pouco”, diz ele. “A ideia é fazer com que o estudante leia todos os livros, não sobrecarregar os vestibulandos.” Para a vestibulanda Helena Ariano, 16, que está indo para o terceiro ano do ensino médio, a mudança foi uma pena. “Não queria que tivessem saído esses três livros. Sempre quis lê-los. Agora, vou deixar para depois que eu passar no vestibular.” Helena, que já leu quatro dos livros pedidos, disse que foi bem na primeira fase da Fuvest do ano passado, que fez como treineira. “Ajudou bastante conhecer bem as obras”, diz ela, que vai prestar os cursos de jornalismo ou de letras.

 

Resumo deve complementar leitura da obra (Folha de S.Paulo – Fovest – 20/01/09)

Ler livro inteiro é importante para elaborar respostas mais benfeitas

É unânime. Nenhum professor, seja do ensino médio ou de cursinho, aconselha a substituição da leitura completa pelos resumos, tão conhecidos pelos vestibulandos. “Há resumos muito benfeitos, mas o aluno só consegue ter a visão geral da obra com eles”, afirma José Everaldo Nogueira Júnior, coordenador do ensino médio do colégio Santa Amália. “E os grandes vestibulares não pedem mais questões gerais, pedem detalhes das histórias.” Ele diz que um vestibulando não consegue, por exemplo, comparar o comportamento de dois personagens de livros diferentes se não tiver lido inteiramente os dois. “O vestibulando precisa saber comparar, associar e contratar. Como vai fazer isso se não leu o livro?”  Fernando Marcílio Lopes Couto, professor de literatura do cursinho Anglo, completa: “O peso da leitura de livros obrigatórios nos principais vestibulares é muito grande.” Para ele, “nenhuma leitura de resumo funciona”. Sobre o porquê de sempre haver vários vestibulandos que dizem ler apenas resumos, ele questiona: “O que é mais comum entre os vestibulandos que passaram? Pode ter certeza de que eles leram todos os livros”. “E outra coisa, alunos que são bons leitores elaboram respostas melhores”, diz ele. Geralmente, a desculpa dos que leem resumos é a falta de tempo, já que, além das nove obras, eles têm o conteúdo das outras disciplinas. Mas Marcílio explica: “Os nove livros não são para ler neste ano, era para o aluno que vai prestar agora já ter lido a maioria. Mas, para quem não leu, é plenamente possível ler todos e ainda estudar para as outras disciplinas”. “É preciso se organizar.” Isadora Martinatti Penna, 17, pensou que os resumos ajudariam no ano passado, quando prestou direito na USP e na PUC-SP. “Senti muita falta por não ter lido tudo no ano passado”, diz. “Mas para esse ano quero ler os nove.” Caso diferente é o do colega Felipe Hernandes, 21. Apesar de não ter entrado na USP, diz que foi bom ter lido todos os livros. “Gabaritei em literatura”, afirma. “Agora vou investir nos três que entraram.”

 

Unicamp realiza provas de aptidão hoje e amanhã (Folha de S.Paulo – Fovest – 20/01/09)

A prova de aptidão da Unicamp para os candidatos que estão prestando o curso de artes cênicas ocorre hoje, das 14h30 às 17h; amanhã, será realizado o exame para dança (das 9h às 17h) e arquitetura (das 16h às 17h30). Ontem, foram realizadas as provas de aptidão de música e artes visuais. A Comvest recomenda aos vestibulandos chegar com 15 minutos de antecedência ao local da prova, levar documento de identidade e o material indicado no manual do candidato. Mais informações no site da comissão (www.comvest.unicamp.br).


Unicamp aplica prova de aptidão a partir desta segunda, 19  (Folha Dirigida – Vestibular – 19/01/09)

A partir desta segunda-feira, dia 19, serão aplicadas as provas específicas de aptidão do vestibular 2009 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Serão submetidos a estes exames os candidatos aos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música. As avaliações serão aplicadas até esta quinta-feira, dia 22, e terão caráter eliminatório. A ausência em uma das provas  acarretará a eliminação do candidato do processo seletivo. As provas serão realizadas somente na cidade de Campinas. Os horários e os locais dos exames foram informados aos candidatos no caderno de questões das provas da segunda fase. A organização do processo seletivo recomenda que os estudantes compareçam aos locais determinados com antecedência, munidos da cédula de identidade e do material específico para prova do curso escolhido. Além de avaliações específicas, aplicadas de acordo com o curso escolhido, algumas carreiras ainda exigirão que os candidatos passem por entrevistas.  A divulgação dos resultados está marcada para o dia 5 de fevereiro, com matrículas no dia 10, do mesmo mês. Em caso de vagas remanescentes, serão divulgadas mais dez chamadas de aprovados, sendo que a última deverá ser liberada no dia 26 de março.  Este ano, o Vestibular Unicamp recebeu 49.322 inscrições para 3.434 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp – Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.


Vestibular 2009: Unicamp divulga as respostas esperadas pela banca para as provas de física e geografia  (Globo On Line – Vestibular – 18/01/09)

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou nesta segunda-feira as respostas esperadas pela banca corretora para as provas discursivas da segunda fase de física e geografia. O gabarito pode ser conferido no site (https://www.comvest.unicamp.br/). A divulgação das respostas seguirá a mesma ordem da aplicação das provas, sendo assim, nesta terça matemática e inglês.

Provas de aptidão

Os candidatos aprovados para as provas de aptidão da Universidade de Campinas (Unicamp), fizeram nesta segunda as provas de aptidão para o curso de música e artes visuais. O exame é obrigatório para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música. A lista de aprovados em primeira chamada será divulgada dia 05 de fevereiro, a partir do meio-dia. A matrícula dos convocados na primeira lista será dia 10 de fevereiro, nos respectivos campi. As notas dos candidatos na segunda fase serão divulgadas dia 09 de fevereiro.

Calendário

– Terça-feira: artes cênicas (14h30 às 17h)
– Quarta-feira: Dança (09h até 17h) e Arquitetura (16h até 17:30).


Provas de aptidão começam hoje  (Jornal de Jundiaí – Educação – 19/01/09)

Vinte candidatos de Jundiaí participam das provas de aptidão para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música da Unicamp, realizadas de hoje ao dia 22, em Campinas. Dentre os jundiaienses, sete concorrem a Artes Cênicas, cinco a Música, quatro a Dança e quatro a Arquitetura e Urbanismo. Ao todo, são 761 candidatos que farão as provas de aptidão.  A Comvest orienta os candidatos a consultar informações sobre locais e horários dos exames  em sua página eletrônica, no link: https://www.comvest.unicamp.br/vest2009/aptidao/orientacoes.html. Algumas provas acontecem em um dia, enquanto outras são compostos de várias etapas e realizados em dois ou mais dias, portanto, a consulta ao site da Comvest é fundamental.  Lá também está disponível, no manual do candidato, a indicação do material que os estudantes precisam levar para as provas de aptidão. As provas são classificatórias, ou seja, os candidatos apenas não podem zerar.  

Provas abertas – Tradicionalmente, as provas de aptidão do vestibular Unicamp reúnem um público que vai além dos candidatos. Provas como a de palco, para Artes Cênicas, costumam atrair pais, amigos e a comunidade interna da Unicamp. Já no caso de Artes Visuais e Arquitetura, o destaque é para a criatividade na concepção da prova.  Em anos anteriores, além dos tradicionais lápis de cor, caneta, régua e lapiseira, os candidatos foram estimulados a criar a partir da leitura de um determinado texto, ou ainda, se utilizaram de objetos como tijolos, potes com anilina e até ovos cozidos durante a realização das provas.  

Resultados – Todas as provas aplicadas na segunda fase do Vestibular Unicamp 2009 já estão disponíveis no site da Comvest (www.comvest.unicamp.br), onde estão sendo divulgadas também as respostas esperadas pelas bancas corretoras. A lista de aprovados em primeira chamada será divulgada dia 5 de fevereiro, às 12 horas, na página da Comvest e no saguão do Ciclo Básico da Unicamp em Campinas. A matrícula dos convocados na primeira lista será dia 10 de fevereiro, nos respectivos campi. As notas dos candidatos na segunda fase serão divulgadas dia 9 de fevereiro.