25/04/2017 / Em: Clipping

 

 

Inep esclarece questões sobre treineiros no Enem (Guia do Estudante – Enem – 24/04/2017)

Inscrições começam às 10h do dia 8 de maio

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) continua permitindo a participação de treineiros – os estudantes ainda sem o ensino médio completo que desejem realizar a prova apenas para auto-avaliação, e recebem seus resultados 60 dias após os participantes regulares. Mas, conforme esclarecido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), nem todos os candidatos sem ensino médio precisam necessariamente ser treineiros.

Serão, obrigatoriamente, treineiros:

Os candidatos com menos de 18 anos na data da primeira prova, que concluirão o ensino médio em ano posterior ao da realização do exame. Estes não poderão utilizar o exame para ingressar no ensino superior.

Não são treineiros:

Os candidatos sem ensino médio, que tenham 18 anos ou mais na data da primeira prova. Estes poderão utilizar o Enem para se candidatar ao ensino superior, desde que antes concluam o ensino médio através da prova de certificação específica que será aplicada, ou pelas vias normais.

Inscrições

As inscrições começam às 10h do dia 8 de maio e terminam às 23h59 do dia 19 de maio, apenas através do site do Enem. O pagamento deve ser feito até o dia 24 de maio. Estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio em 2017, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na lei 12.799/2013 – que isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50. A taxa será no valor de R$ 82, 14 reais a mais do que os R$ 68 do ano passado.

Mudanças na prova

O exame passará a ser aplicado em dois domingos seguidos (em 2017, as provas serão em 5 e 12 de novembro). Além disso, a ordem das provas será alterada: no primeiro domingo, dia 5, serão aplicadas as provas de Linguagens, Ciências Humanas e Redação, com 5h30 de duração; no segundo domingo, dia 12, serão aplicadas as provas de Matemática e Ciências da Natureza, com 4h30 de duração. A mudança do exame para domingo normaliza a prova para os sabatistas, que tradicionalmente tinham de esperar até as 19h do sábado para iniciar a prova. Veja todas as mudanças aqui.


Pessoas com deficiência serão incluídas em cotas de universidades federais (Portal Brasil – Educação – 24/04/2017)

Medida prevê reserva de parte das vagas destinadas às cotas de escolas públicas para estudantes com deficiência; instituições terão 90 dias para se adaptar

 Universidades e institutos federais de ensino técnico de nível médio deverão reservar parte das vagas às cotas de escolas públicas para estudantes com deficiência. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (24). A norma altera o Decreto 7.824/2012, que regulamenta o ingresso por cotas nas instituições federais, inclusive para estudantes pretos, pardos e indígenas. A reserva deverá ser na mesma proporção da presença total de pessoas com deficiência na unidade federativa na qual está a instituição de ensino, segundo o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As instituições de ensino terão 90 dias para se adaptar. Nesse prazo, o Ministério da Educação deverá editar os atos complementares necessários para a aplicação dos novos critérios.

Reservas

Atualmente, as instituições federais já devem reservar pelo menos 50% das vagas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas. Dentro dessa reserva, pelo menos metade deve ser preenchida por estudantes com renda familiar bruta igual ou inferior a um salário mínimo e meio por pessoa, o equivalente a R$ 1.405,50. Essas regras estão mantidas.