26/09/2011 / Em: Clipping

 


Dez anos da lei de Cotas Raciais no Brasil (O Correio do Povo – Geral – 26/09/2011)

O sistema de reserva de vagas para negros em universidades públicas completa uma década de polêmica.

Gustavo Cidral

O sistema de cotas para os que se consideram negros e pardos ingressarem nas instituições públicas de ensino completa uma década de existência no Brasil. A primeira lei, a 3.708/01, foi implantada no Rio de Janeiro, e assegurou 40% das vagas aos estudantes afrodescendentes em escolas de ensino superior do Estado.
Hoje, são cerca de 110 mil cotistas negros em 32 universidades estaduais e 38 universidades federais de todo o país. Para ser beneficiado com o sistema de cotas, o aluno deve se declarar como negro ou pardo e provar com fotos anexadas à matrícula.