27/05/2011 / Em: Clipping

 


De olho nos conteúdos regionais que podem cair no vestibular  (Gazeta do Povo – Vestibular – 23/05/11)

A peregrinação dos vestibulares já está sendo planejada por muitos estudantes. Quem busca uma vaga em uma universidade pública costuma viajar muitos quilômetros para arriscar uma aprovação. Entre os estudantes de Curitiba, os destinos mais procurados estão nos estados de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Mas nem adianta achar que vestibular é igual em qualquer lugar. Dependendo da instituição, você pode precisar saber mais do que conta a sua apostila. Quem vem de fora para tentar uma vaga na Universidade Federal do Paraná (UFPR) não precisa se preocupar com conteúdos específicos da cidade ou região, mas não pode deixar de acompanhar as notícias, conforme explica a coordenadora do Núcleo de Concursos da UFPR Iara Bemquerer Costa. “Não damos ênfase a conteúdos regionais em nenhuma das disciplinas. Mas pode ocorrer uma contextualização regional. Eventualmente também podem aparecer autores paranaenses na lista, mas isso não é um critério.  Levamos em conta a relevância das obras para a literatura brasileira, do sul ou paranaense. Muitas das vezes aproveitamos notícias nas questões. Quem é de fora, mas está bem informado sobre notícias de interesse nacional, está em igualdade de condição com quem é daqui”, diz. Mas, se o seu rumo leva ao interior do estado, especialmente à Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), a história é outra. O espaço paranaense e seus principais aspectos físicos, humanos e urbanísticos, turismo e problemas ambientais e os mesmos aspectos em relação à cidade de Ponta Grossa são cobrados. “Antigamente a referência era o livro, hoje é a internet, e qualquer um pode ter acesso a essas informações. Quem está querendo uma vaga concorrida precisa saber, pois, nesses casos, acertar ou errar uma questão já define a classificação. Já os que fazem cursinho, devem aproveitar as aulas especiais e cobrar esse conteúdo do professor”, conta Ivo Mário Mathias, coordenador da Comissão Permanente de Seleção da UEPG.